Web Content Display

O Núcleo Temático em Pesca e Aquicultura tem como missão desenvolver tecnologias e conhecimento a respeito de toda a cadeia produtiva da aquicultura, trabalhando com espécies como o pirarucu (Arapaima gigas), o tambaqui (Colossoma macropomum), os surubins (Pseudoplatystoma spp.) e a tilápia (Oreochromis niloticus).

Para isso, conta com uma equipe multidisciplinar na área de aquicultura, com expertise nas áreas de nutrição, genética, sanidade, processamento de pescado, economia, sistemas de produção, reprodução e conservação de recursos pesqueiros. Essa equipe é composta por 16 doutores e 10 mestres, entre analistas e pesquisadores.

Em termos de infraestrutura para realização das pesquisas, o núcleo conta com laboratórios de diferentes áreas: bromatologia; biotecnologia; biologia aquática; histologia e fisiologia; tecnologia do pescado; patologia de organismos aquáticos; qualidade da água; biofísica ambiental; reprodução e larvicultura; e experimentação em aquicultura.

A Unidade conta ainda com uma área de viveiros experimentais de piscicultura com cerca de 9,5 ha de área total, composta por 83 viveiros e com lâmina de água total de 4,9 ha. Essa área experimental é utilizada para experimentos em melhoramento genético, nutrição, sanidade e sistemas de produção, envolvendo o processamento de pescado.

Linhas de pesquisas:

Sistemas de produção aquícola

Nutrição e alimentação de espécies aquícolas

Melhoramento genético de espécies aquícolas

Reprodução de espécies aquícolas

Manejo e conservação de recursos pesqueiros

Sanidade de organismos aquáticos

Aproveitamento de resíduos de pescado

Processamento de pescado

Legislação ambiental, estudos batimétricos e modelagem hidrológica

Engenharia de alimentos

Economia