Capacitação técnica de produção de café
em sistemas agroecológicos

 

Data de realização

14 a 16 de novembro de 2017.

Local de realização

Rio Pardo de Minas-MG

Documentos

  • Edital (Arquivo.PDF, 68kb, 13/11/2017)

Apresentação

As comunidades de agricultores tradicionais do norte de Minas Gerais desempenham um papel fundamental na valorização e conservação da agrobiodiversidade da região por meio de uso de práticas centenárias de manejo de sistemas agroflorestais, localmente denominadas de chácaras de café sombreado. As chácaras de café constituem-se em sistemas diversificados voltados para a produção de café de uma variedade tradicional conhecida como “mundo novo antigo”, dentre outros produtos associados para uso local, alimentício e comercial. O café sombreado cultivado nessas pequenas chácaras se destaca, portanto, como um importante componente da conservação dos recursos naturais, do fortalecimento da segurança alimentar e da organização social das comunidades locais. 

Além da singularidade do plantio e do cultivo dessa variedade tradicional de café, recentemente, os grãos produzidos nesses sistemas foram avaliados por especialistas quanto à qualidade de sua bebida, que o denotaram como um café especial. A produção de café sombreado, por sua vez, já se constituiu como um importante produto da economia regional do Alto Rio Pardo. No entanto, as técnicas de produção de um café especial ainda são desconhecidas pelas comunidades locais. Atualmente, no ranking econômico regional, prevalece o café em plantio convencional irrigado à base de pivôs.  Cultivado em grandes fazendas, os sistemas convencionais contradizem a lógica do plantio tradicional que faz o uso sustentável dos recursos hídricos em uma região onde já falta água para o abastecimento humano em muitas comunidades e cidades da região.

Desta forma, a oficina tem por objetivo nivelar o conhecimento entre agricultores, estudantes e técnicos em práticas de produção de café especial. Uma vez dominadas essas técnicas, espera-se alavancar a produção desse café especial nas comunidades tradicionais da região do Alto Rio Pardo e, com isso, trazer o reconhecimento e a valorização das práticas tradicionais no cultivo de café em sistemas agroecológicos.

Horário das aulas

De 8h  às 18h

Público alvo

Esta capacitação destina-se a sensibilizar e capacitar agricultores (as) tradicionais da região do Alto Rio Pardo, estudantes da EFA (Escola Família Agrícola Nova Esperança) e técnicos locais do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Rio Pardo de Minas, Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas, Embrapa e Emater, de acordo com o projeto BRA/14/G33/PNUD/GEF

Número de vagas

Vagas: 20 (vinte)

Metodologia

Aulas teórico-expositivas, com recursos audiovisuais e aulas práticas de campo.

 

Acompanhe eventos e cursos de nossa Unidade

Cursos

Eventos