Innovation Network in animal reproduction

PC 01 - Gestão

O PC Gestão possui 4 PAs: Gestão Técnica; Gestão Financeira; Propriedade Intelectual; e Gestão da Informação. Portanto, este PC tem por objetivo executar a gestão do projeto em rede, sendo a figura programática responsável pelo monitoramento técnico e orçamentário dos diversos PCs.

Os resultados e avanços alcançados no decorrer do projeto, assim como a resolução de problemas técnicos serão constantemente monitorados por workshops e por meio de uma rede virtual (correio eletrônico e vídeo conferências). Além disso, acompanhará o desembolso financeiro para os diversos PCs, e criará mecanismos para que a rede multidisciplinar constituída possa concorrer de forma articulada aos diferentes editais de inovação/capacitação em áreas correlatas lançados pela Finep, CNPq, BNDS e outros órgãos de fomento nacionais e internacionais.

Com relação à propriedade intelectual, esse projeto garantirá que protocolos já patenteados sejam negociados quanto ao seu direito de uso para o projeto, antes do início dos trabalhos através de contrato específico orientado pela AIT da Embrapa. Protocolos que virem a ser padronizados no decorrer do projeto e forem passíveis de patente deverão ser discutidos previamente, acertando-se em contrato específico a participação das partes envolvidas nos direitos gerados. Para fazer a gestão das informações geradas no âmbito da Rede será usada, entre outros instrumentos, a árvore da conhecimento da Reprodução Animal lançada no final de 2008. Outras árvores como a Gado de Leite, Recursos Genéticos, etc, poderão ser usadas conforme a pertinência dos assuntos a serem divulgados.

Para auxiliar e democratizar a gestão da Rede será criado um Comitê Gestor composto pelo Coordenador da Rede, o Secretário Executivo (substituto do Coordenador), Lideres dos PCs, um representante do MAPA, MDA, MCT E CNA que deverão se reunir uma vez por semestre. Além disso, a equipe do projeto pretende contrar uma Secretária Executiva que auxiliará a Coordenação da Rede no dia a dia . Um a vez por ano será realizado um Workshop com o máximo de membros do projeto possível e com pelo menos 2 Pesquisadores Convidados (brasileiros ou estrangeiros) com comprovada produção científica nas áreas abordadas pela Rede ou outras áreas com potencial de interação. Essa reuniões serão programadas alinahdas aos principais eventos das Sociedades Científicas de maneira a otimizar os custos de deslocamento e estadas. A capacitaçâo dos membros da Rede será outra importante ação deste PC.

Objetivo geral

Gerenciar técnica e financeiramente o Projeto em rede, pelo monitoramento da articulação e avaliação crítica de cada PC, assim como identificar inovações resultantes passíveis de pedido de proteção de propriedade intelectual e divulgação dos conhecimentos gerados.

Objetivos específicos

Garantir o bom andamento da rede tanto do ponto de vista técnico quanto orçamentário. Definir estratégias de execução das atividades previstas nos PCs observando as interações já identificadas ou outras que possam surgir. Implementar mecanismos de monitoramento da execução financeira. Criar mecanismos para incentivar a captação de recursos financeiros complementares. Criar mecanismos de gerenciamento das questões de PI. Criar mecanismos de divulgação dos resultados.

Responsável

Dr. Maurício Machaim Franco

Planos de Ação

  • PA 1 - Gestão Técnica
    A gestão técnica do Projeto em rede será realizada pelo monitoramento dos resultados obtidos nos PCs segundo as metas e pela apresentação e discussão dos resultados em reuniões semestrais e anuais entre os líderes/membros dos Pcs. Neste PA serão ainda avaliadas as necessidades de capacitação da equipe técnica do projeto.
    OBJETIVOS
    • Acompanhar desde a fase de implantação dos projetos componentes até a fase de elaboração do relatório final, passando pela acompanhamento periódicos dos resultados gerados pelos Pcs, assim como identificar a necessidade de capacitação da equipe do projeto em rede.
  • PA 2 - Gestão Financeira
    A gestão financeira do Projeto será realizada pelo monitoramento da liberação e uso dos recursos destinados a cada PC, consolidado em reuniões anuais entre os líderes dos PCs. Esse PA será ainda responsável pelo acompanhamento da captação adicional de recursos, bem como o uso desses recursos no contexto do projeto.
    Espera-se contratar uma secretária executiva que ajudará a coordenação da Rede no dia a dia, sobre tudo no acompanhamento financeiro.
    OBJETIVOS
    • Monitorar a distribuição e uso dos recursos finaceiros entre os Pcs.
    • Monitorar a captação e uso de recursos de outras fontes.
  • PA 3 - Propriedade Intelectual
    O conhecimento e dados gerados por esta proposta poderão ser alvos de proteção intelectual. Portanto, os direitos de propriedade intelectual e possíveis depósitos de patente, bem como a confidencialidade das informações e conhecimentos gerados serão estabelecidos entre as instituições participantes, com base na legislação vigente. A apropriação dos resultados será negociada entre a Embrapa e as Instituições parceiras do projeto. Na ocorrência de resultados passíveis de proteção intelectual, a divulgação de qualquer dado só ocorrerá após sua proteção por depósito de patente. A transferência de possíveis tecnologias geradas será realizada por meio da negociação e licenciamento do direito de produção ou comercialização junto a empresas de interesse. Esses direitos serão definidos pela Embrapa e parceiros. Além disso, esse projeto garantirá que protocolos já patenteados sejam negociados quanto ao seu direito de uso para o projeto, antes do início dos trabalhos através de contrato específico orientado pela AIT da Embrapa.
    OBJETIVOS
    • Negociar o uso de patentes nos experimentos da Rede.
    • Identificar os resultados passíveis de proteção intelectual e agilizar os possiveis depositos de patentes.
  • PA 4 - Gestão da Informação
    Essa atividade fará o monitoramento dos diversos PCs no que se refere a divulgação do conhecimento- através de artigos científicos, apresentação de resumos em congressos, palestras e cursos descritos no PC10. Além disso, garantirá a disponibilização de informações técnico-científicas: as informações geradas no projeto em rede serão disponibilizadas na arvore do conhecimento, que é uma estrutura hiperbólica, em que os primeiros níveis estão os conhecimentos mais genéricos e nos níveis mais avançados as informações mais especificas. A arvore do conhecimento esta inserida no contexto da agencia de informação da Embrapa, que é um sistema web para a divulgação e o acesso a informação tecnológica e aos conhecimentos gerados pela Embrapa e parceiros.
    OBJETIVOS
    • Divulgar os conhecimentos gerados pelo projeto.