Projetos

Avaliação de lodo resultante do tratamento de efluentes da reciclagem de aparas de papel como insumo florestal

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A disposição de resíduos das indústrias de celulose e papel, de forma ambientalmente adequada e financeiramente viável, tem sido um dos grandes desafios desse setor. A alternativa de disposição em aterros industriais é onerosa e gera responsabilidade com custo elevado e prazo que podem se eternizar. A aplicação destes resíduos em áreas de plantios florestais soluciona o problema ambiental de disposição ao mesmo tempo em que contribui para a reposição de nutrientes exportados com a colheita da biomassa florestal, contribuindo para a sustentabilidade do sítio florestal. Diferenças na matéria-prima e nos processos industriais e para tratamento de efluentes resultam em resíduos com características distintas. No caso da reciclagem de aparas de papel, pela natureza da matéria- prima processada, os lodos resultantes do tratamento de efluentes apresentam natureza e composição química distintas das apresentadas pelos lodos da produção de celulose e papel, e necessitam de estudos para sua avaliação.O objetivo deste projeto é dar continuidade na avaliação dos experimentos instalados em Rio Negrinho/SC, para estudar os efeitos da aplicação de doses do lodo celulósico como insumo em plantios de Pinus taeda e Eucalyptus dunnii em áreas das empresas.Essa parceria permite agregar informação técnica à base de conhecimento existente sobre o assunto passível de aplicação em situações similares. Espera-se, ao final do período de avaliação dos ensaios, obter dados/informações para analisar a viabilidade técnica do uso do lodo como insumo florestal.

Situação: em execução Data de Início: 01/2019 Data de Finalização: 09/2022

Unidade Lider: Embrapa Florestas

Líder de projeto: Shizuo Maeda

Contato: shizuo.maeda@embrapa.br