Projetos

Influência de características genéticas, produtivas, metabólicas, comportamentais e econômicas na eficiência alimentar em gado de leite

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A identificação de animais mais eficientes no aproveitamento do alimento consumido é uma das alternativas para vencer os desafios como o aumento dos custos de produção, crescente percepção dos consumidores quanto à segurança dos alimentos, bem-estar animal e impactos ambientais da agropecuária. Como os gastos com alimentação representam o principal custo da atividade pecuária, diferenças entre os animais na conversão da dieta consumida em carne e leite são de grande relevância. Animais que utilizam os alimentos de forma mais eficiente necessitam consumir menos para atingir o mesmo nível de produção, e desta forma, são mais lucrativos e produzem mais alimento por unidade de área. Além disso, o aumento da eficiência alimentar proporciona menor desperdício e excreção de nutrientes, com implicações ambientais positivas. Desta maneira, o presente projeto objetiva determinar a influência de características genéticas, de produção, metabolismo e comportamento na eficiência alimentar em gado de leite e os impactos econômicos. Estão em curso experimentos para determinação da eficiência alimentar de fêmeas Gir nas fases de cria, recria, período de transição e lactação, permitindo a geração de uma base de dados consistente a partir da mesma população de animais. Nos ensaios de eficiência alimentar, são mensurados parâmetros relacionados ao metabolismo (partição dos nutrientes ingeridos e eficiência bioenergética), à reprodução e ao comportamento, e então serão estudadas as associações destas características com a eficiência alimentar nos animais das diferentes categorias avaliadas. Os parâmetros comportamentais são mensurados por meio do uso de tecnologias de precisão, dentre as quais cochos e bebedouros eletrônicos para avaliação da dinâmica de consumo e do comportamento alimentar, sensores de ruminação e de atividade. As técnicas de respirometria por máscara facial e termografia são utilizadas em busca de ferramentas de mensuração indireta que possuam alta associação com eficiência alimentar. Também será realizada análise do perfil transcricional em tecido hepático e adiposo, permitindo a identificação de vias metabólicas específicas diferencialmente expressas em animais com fenótipos divergentes para eficiência alimentar, além da avaliação da relação entre o perfil da comunidade microbiana ruminal e a eficiência alimentar. Essas avaliações permitirão alcançar avanços conceituais e metodológicos na avaliação da eficiência alimentar para bovinos leiteiros e a identificação de ferramentas para mensuração indireta e menos laboriosa desta característica, a fim de viabilizar a ampliação da geração de fenótipos qualificados para eficiência alimentar. A estruturação do modelo conceitual de captação, armazenamento e análise de dados de experimentos permitirá o desenvolvimento de métricas de eficiência alimentar em gado de leite. Os resultados deste projeto contribuirão para o aumento da produtividade e economicidade dos sistemas de produção de leite no Brasil, consolidando o país como líder, não só na produção de alimentos, mas também na geração de tecnologias sustentáveis para produção animal nos trópicos.

Situação: concluído Data de Início: 07/2017 Data de Finalização: 06/2021

Unidade Lider: Embrapa Gado de Leite

Lider do Projeto: Mariana Magalhaes Campos

Contato: mariana.campos@embrapa.br