Publicações

Produção e caracterização de exopolissacarídeos produzidos por Ganoderma lucidum e seus estudos toxicológicos.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: VIANELLO, J.; BATALHA, B. G.; ALMEIDA, C. G.; SANTA, H. S. D.; MUNK, M.; ALMEIDA, L. B. F. de; SOVRANI, V.; ORONATO, G. de C.; CAPPA, L. G.; BRANDAO, H. de M.; GERN, J. C.

Resumo: Resumo: Polissacarídeos fúngicos são conhecidos por suas propriedades imunoestimuladoras. Por tanto, os objetivos deste estudo foram obter o exopolissacarídeo (EPS) purificado e caracterizado de Ganoderma lucidum e ainda uma fração majoritária, mais pura. Com as amostras, foram conduzidos testes in vitro para estudar as propriedades imunomoduladoras e/ou citotóxicas dos mesmos. Material e Métodos: A presente pesquisa foi composta pelas seguintes etapas: fermentação, filtragem, extração, centrifugação, purificação, liofilização, cultivo celular, Espectroscopia Raman, Ensaios de enzima endógena superóxido dismutase (SOD) e ensaio da redução do sal de tetrazólio (MTT). Conclusão: A exposição aos EPS bruto e fração por 24 h, não apresentaram toxicidade e aumentaram a proliferação de forma significativa no ensaio de MTT. Enquanto ao ensaio de SOD, as amostras não apresentaram alterações nas atividades (P>0,05), que se mantiveram em torno de 65% a 67%.

Ano de publicação: 2019

Tipo de publicação: Anais e Proceedings de eventos