Consultoria em prevenção da "Febre do Leite" em vacas leiteiras

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: OKUBO FILHO, Alcides

O objetivo da consultoria é promover o manejo adequado do rebanho em pré e pós-parto, corrigindo os níveis de cálcio no organismo do animal no momento certo e da maneira mais adequada a cada situação. A febre do leite (FL) em vacas leiteiras, também chamada de febre vitular, hipocalcemia puerperal, paresia puerperal ou paresia da parturiente, é causada por hipocalcemia aguda (deficiência de cálcio no organismo dos bovinos). A FL geralmente ocorre no início da lactação, mais frequentemente 72 horas depois do parto, mas pode ocorrer antes deste período ou ao longo de toda a lactação. As causas desta enfermidade em vacas leiteiras têm sido associadas ao baixo consumo de cálcio, ao aumento significativo da demanda deste mineral ou à incapacidade do animal manter os níveis de cálcio no organismo. A FL pode trazer prejuízos à produtividade, pois afeta o desempenho animal, podendo reduzir em 14% o leite produzido na lactação, como também diminuir a vida útil do animal em três a quatro anos. Quando diagnosticada corretamente e em tempo hábil, a maioria das vacas afetadas recupera-se.

Serviço: Consultoria Ano de Lançamento: 2006

Bioma: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pampa, Pantanal

Onde Encontrar:
Embrapa Gado de Leite
Rua Eugênio do Nascimento, 610
Dom Bosco - Juiz de Fora - MG
CEP: 36038-330
Tel.: (32) 3311 7400
Fax.: (32) 3311 7401

Galeria de imagens