Contextualização

A região conhecida como Matopiba, acrônimo criado com as iniciais dos Estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, é caracterizada pela expansão de uma fronteira agrícola baseada em tecnologias de alta produtividade ocorrida a partir da segunda metade da década de 1980.

Esse dinamismo chamou a atenção de pesquisadores, agências e órgãos do governo fazendo com que a Embrapa, pretendendo orientar sua atuação na região, lançasse mão do projeto especial “Plano Estratégico de Atuação da Embrapa na Região do Matopiba”, iniciado em 2014 sob a liderança do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento e o envolvimento de diversas unidades  da Embrapa.

Entre as diversas ações desenvolvidas no contexto deste projeto especial buscou-se caracterizar o contexto territorial do Matopiba a partir de planos de informações geoespaciais de aspectos físico-bióticos, áreas institucionais, infraestrutura logística, expansão/intensificação agrícola, aptidão agrícola e de unidades de paisagem, além de prover o zoneamento de risco climático da região; caracterizar a região do ponto de vista socioeconômico, procurando identificar os pólos de desenvolvimento existentes e potenciais; e delinear o cenário geral, identificando oportunidades, necessidades de avanço de conhecimento e de desenvolvimento tecnológico. 

Com base na delimitação indicada pela Embrapa, a Presidência da República em conjunto com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento elaborou, o Decreto Presidencial Nº 8.447, de 6 de maio de 2015 que dispõe sobre o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba.

Em dezembro de 2015 o projeto chegou ao fim e a organização realizada de toda esta enorme quantidade de informação, dispersa em diversas bases de dados, órgãos e formatos, para uso na delimitação da região deu origem ao GeoWeb Matopiba que permanece disponível para a consulta como parte do legado deste projeto especial.

Dado o dinamismo da região, percebeu-se a necessidade da atualização dos dados de produção agrícola (2013 a 2018) para uma plataforma moderna (responsivo para consumo em dispositivos móveis) e mais detalhados (indo do recorte microrregional para o municipal). Os dados existentes no GeoWeb Matopiba são agregados por microrregião, uma vez que a análise histórica dos dados da produção agropecuária demandam este recorte territorial1

Com esse intuito, iniciou-se em 2018 o projeto Sistema de Inteligência Territorial Estratégica MATOPIBA - aperfeiçoamento tecnológico e desenvolvimento para acesso mobile, que reuniu também dados sobre o crédito agrícola e tecnologias agropecuárias, responsáveis pela alavancagem da produção agropecuária e dos empregos formais. Os resultados apresentados nesta plataforma são os frutos deste projeto.

 

1 Veja mais em Garagorry et al.

Galeria