Ciência que transforma

Resultados e impactos positivos da pesquisa agropecuária na economia, no meio ambiente e na mesa do brasileiro

Florestas

Por meio da pesquisa e adoção do manejo florestal sustentável, o País tem dado grandes passos para modificar a exploração tradicional e predatória de suas florestas. Em 2013, a balança comercial do setor de árvores plantadas apresentou um superávit de US$ 6,4 bilhões, gerando 630 mil empregos diretos. O PIB do setor foi de R$ 56 bilhões, representando 1,2% do PIB Nacional. O sistema de pesquisa florestal, que conta com a participação da Embrapa, foi responsável por elevar o Brasil a altos patamares de produtividade. Fomos responsáveis pela introdução e adaptação de 12 espécies tropicais e de cinco temperadas de eucalipto e de seis espécies tropicais de pinus. O Modeflora é capaz de fornecer a localização exata das árvores e detalhes do relevo e da hidrografia e outras informações essenciais para o bom manejo da floresta. Também desenvolvemos e aprimoramos softwares para manejo e gerenciamento de plantios florestais, que ajudam produtores e técnicos de todo o Brasil. Conheça abaixo algumas dessas contribuições da pesquisa agropecuária.

Produto

Diferente de outras culturas agrícolas, as florestas não possuem sistemas de produção fixos. Cada povoamento florestal exige um manejo específico,...

Prática agropecuária

A produção extrativista da castanha-do-brasil, espécie nativa da Amazônia recomendada em dietas alimentares devido ao seu alto teor de proteína e ...

Prática agropecuária

Em 1988, A Embrapa Florestas detectou e registrou a entrada no Brasil da vespa-da-madeira (Sirex noctilio). Atualmente, estima-se que a p...

Prática agropecuária

Com o manejo de mínimo impacto para produção de frutos em açaizais nativos explorados pelos produtores, nas áreas de várzea do estuário amazônico,...