Alho | O tempero certo

 

O alho é uma hortaliça da família Aliácea e uma das mais antigas plantas cultivadas no mundo. Originário da Ásia Central, sua cultura difundiu-se para a região do mar Mediterrâneo, em tempos pré-históricos. No Brasil, o alho chegou com os portugueses na época do descobrimento. Pelos povos antigos, era considerada planta medicinal, sendo até hoje usada contra gripes e resfriados. O alho é rico em vitaminas do complexo B e contém uma quantidade de fósforo expressiva.

O alho é um bulbo formado por um conjunto de bulbilhos. Popularmente, o bulbo é chamado de cabeça e os bulbilhos de dentes. A casca pode ser branca ou roxa, mas os dentes são sempre de cor creme bem clara, tornando-se amarelados quando velhos. Ao comprar, escolha bulbos firmes que se apresentem bem curados, ou seja, com a casca, a haste, a base e as raízes bem secas. A casca do alho bem curado se solta com facilidade. Evite bulbos com defeitos que comprometem a qualidade tais como alho chocho, murcho, brotado, úmido e com sinais de mofos ou bolores e ataques de praga. Alguns defeitos como bulbo aberto, danos mecânicos leves e cicatrizados, base com rachadura, prejudicam a aparência sem inutilizar o alho para consumo.

O alho, em réstia ou com os bulbos soltos, mantém-se próprio para consumo por longo período de tempo em condição ambiente, desde que o local seja arejado, seco e escuro. A umidade prejudica-o contribuindo para que este apodreça rapidamente. Não se recomenda a conservação do alho com casca em geladeira. Quando descascado, deve ser mantido em geladeira dentro de vasilha tampada de vidro ou de plástico. Nessas condições, sua durabilidade é de cerca de cinco dias.

Outra forma de conservar o alho é triturá-lo com sal, fazendo desta forma a pasta de alho ou desidratá-lo após cortá-lo em fatias finas. A pasta de alho e sal pode ser mantida em condição ambiente por várias semanas, mas quando se adiciona cebola, é preciso mantê-la em geladeira. O congelamento não é aconselhável porque ele prejudica a textura e o sabor do alho.

Há várias maneiras de descascar os dentes de alho. Com auxílio de uma faca, corte um pedaço pequeno das pontas e remova a casca com auxílio da faca, ou pressione os dentes com o cabo da faca, esmagando-os levemente para em seguida remover a casca. Para facilitar o descascamento, deixe os dentes de molho em água até amaciar a casca. O alho pode ser utilizado picado, ralado ou inteiro para temperar todo tipo de prato salgado.

Adicionalmente, pode ser preparado em pastas para serem servidas com pães e em molhos de saladas. Para realçar o sabor de tortas e pizzas, principalmente aquelas com chicória ou escarola, pegue cinco dentes de alho fatiados, acrescente uma colher (café) de sal, e frite em duas colheres de (sopa) de óleo até dourar. Use para salpicar tortas ou pizzas antes de levá-las ao forno. Ao refogá-lo, deve-se evitar o fogo alto, pois se queimado, fica com sabor amargo.

Para preparar o alho desidratado, descasque e corte o dente em fatias bem finas, espalhe as fatias sobre um tabuleiro forrado com papel toalha ou manteiga, cubra o tabuleiro com uma tela ou tecido finos e deixe à sombra em local arejado e limpo até que o alho fique seco. O alho seco fica quebradiço e com cor amarela mais pronunciada.

Fonte: 

LANA, M. M.; TAVARES, S. A. (Ed.). 50 Hortaliças: como comprar, conservar e consumir. 2. ed. rev. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2010. 209 p. il. color.


Receitas

Pasta de alho com sal
Nível: fácil

Pão com pasta de alho
Nível: fácil

Batatas com alho
Nível: fácil