Chicória | Também conhecida como escarola

 

A chicória, também conhecida como escarola, é originária da Índia e pertence à família Asterácea, como a alface, alcachofra, e o almeirão. A chicória constitui uma importante fonte de vitamina A, complexo B, C e D e de sais minerais. É de baixo valor calórico, sendo excelente para usar em dietas de emagrecimento.

A chicória pode ter a folha lisa ou crespa. As folhas devem estar com aspecto de produto fresco, ou seja, brilhantes, firmes, sem áreas escuras e sem folhas murchas. As folhas externas são de cor verde mais escuro do que as folhas internas.

Para escolher a chicória, não é preciso apertá-la entre os dedos, amassá-la ou quebrar as suas folhas. Deve-se selecioná-la com cuidado, pelo seu aspecto, evitando, por respeito aos outros consumidores, pegar em todas as unidades que estão à venda.

A chicória perde qualidade rapidamente depois de colhida. Fora da geladeira pode ser mantida por 1 dia com a parte de baixo dentro de uma vasilha com água ou dentro de saco de plástico aberto, em local bem fresco. Em geladeira, deve ser mantida em saco de plástico fechado ou em uma vasilha de plástico tampada, retirando-se as folhas à medida que estas forem sendo consumidas por até 3 dias. Depois de picada, a chicória deve ser mantida em saco de plástico ou em vasilha de plástico tampada.

A chicória não deve ser congelada crua. Entretanto, pode ser congelada cozida. Após cozinhá-la, deve-se apertar bem as folhas para escorrer a água. Depois, a chicória deve ser colocada dentro de um saco de plástico, do qual se retira o ar com uma bombinha de vácuo e em seguida, congelada, por até 3 meses. Posteriormente deve ser descongelada de acordo com a receita.

Na forma de saladas a chicória crua substitui a alface. Também pode ser consumida refogada, em omeletes, sopas e tortas. Deve-se preferencialmente adicionar a chicória quando o prato estiver quase pronto, para evitar seu cozimento excessivo.

Quando a chicória for consumida crua, é fundamental lavar e higienizar as folhas antes de consumi-las para eliminar microorganismos que possam estar nas folhas e causar doenças sérias. Deve-se lavar as folhas uma por uma em água corrente, e depois deixá-las de molho em água filtrada com desinfetante à base de cloro próprio para hortaliças, utilizando-se a dosagem e tempo indicados no rótulo. Em seguida, as folhas devem ser enxaguadas com água filtrada. Ao contrário do que muitos pensam, a solução à base de cloro e o vinagre não tem a função de retirar os resíduos de agrotóxicos ou de pesticidas, mas sim de eliminar microorganismos patogênicos presentes na superfície.

Fonte: 

LANA, M. M.; TAVARES, S. A. (Ed.). 50 Hortaliças: como comprar, conservar e consumir. 2. ed. rev. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2010. 209 p. il. color.


Receitas

Pizza de chicória
Nível: fácil

Sanduíche de chicória
Nível: fácil

Bolinho de chicória e arroz
Nível: fácil

Picadinho de carne com chicória
Nível: fácil