Pular para o conteúdo

Como plantar alho | voltar ao início


Autores: Francisco Vilela Resende, Lenita Lima Haber e Jadir Borges Pinheiro 

Pseudoperfilhamento

É uma anormalidade genético-fisiológica do alho caracterizada pelo aparecimento de brotações laterais entre as bainhas das folhas normais, originadas pelo alongamento das folhas de proteção dos bulbilhos. As plantas ficam com aspecto de touceira e produzem bulbos estourados ou abertos, chamados de "sorriso" pelo agricultor. Esta anormalidade pode atingir 100% da lavoura, tornando os bulbos produzidos completamente inadequados para comercialização (Figura 11).
 
Figura 11. Pesudoperfilhamento: sintomas na parte aérea e nos bulbos (sorriso). Fotos: Francisco Vilela Resende.
 
O aparecimento do pseudoperfilhamento está fortemente associado ás condições de fotoperíodo curto e temperaturas baixas, vernalização, excesso de irrigação e nitrogênio. Existem diferentes níveis de sensibilidade entre as cultivares comercias e plantadas no Brasil. As cultivares de alho nobre tem se mostrado bastante sensíveis ao pseuduperfilhamento, principalmente quando passam pelo processo de vernalização. Por outro lado, algumas cultivares de alho comum como Amarante, Gigante Roxo, Gigante Lavínia e outras, raramente manifestam este distúrbio.
 
A melhor estratégia de controle desta anormalidade consiste em provocar um déficit hídrico moderado às plantas, paralisando temporariamente as irrigações, logo no inicio da diferenciação dos bulbilhos, que ocorre quando se atinge 40 a 50% do ciclo total da cultura. Esta paralização é feita por uma a quatro semanas, dependendo do tipo de solo e das condições climáticas.