Notícias

27/04/20 |   Segurança alimentar, nutrição e saúde

Embrapa promove II edição do concurso Horta & Escola para estudantes do DF

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

O Concurso de Inovação Horta & Escola da Embrapa Hortaliças (Brasília, DF) está de volta. Em sua segunda edição, o concurso segue as normas que balizaram a competição anterior, realizada em 2019 – www.embrapa.br/horta-e-escola, com alguns diferenciais, tendo em vista as mudanças introduzidas no cotidiano das escolas, que têm ministrado aulas virtuais aos estudantes, em razão do isolamento social recomendado pelas organizações locais e mundiais de saúde.

O concurso é aberto a todos os alunos do ensino fundamental (6º ao 9º ano), médio e técnico de escolas públicas e privadas do Distrito Federal e do Entorno, por meio da inscrição de projetos inovadores inseridos nos seguintes temas:

  1. Incentivo ao consumo de hortaliças, contribuindo na melhoria das condições de vida e saúde;
  2. Redução de perdas e desperdícios de hortaliças;
  3. Fortalecimento da segurança alimentar e melhoria da nutrição
  4. Erradicação da fome por meio da produção de hortaliças nas condições de uma agricultura sustentável;
  5. Disseminação de conceitos e práticas sustentáveis na produção de hortaliças, visando maior proteção do meio ambiente;
  6. Diminuição dos efeitos das mudanças climáticas (altas temperaturas, déficit hídrico e altas concentrações de CO2 atmosférico);

As inscrições estarão disponíveis a partir do dia 29 de abril próximo e vão até 04/07/2020. De acordo com o analista Henrique Carvalho, chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia (TT) da Embrapa Hortaliças, como o concurso envolve a construção de ideias e não de projetos acabados, o uso de ferramentas tecnológicas vai permitir a conexão entre os grupos de estudantes, quando da discussão sobre quais alternativas tecnológicas podem ser viabilizadas, apesar das limitações impostas pelo distanciamento.

“Decidimos abrir o concurso nesse período para que haja mais tempo para os estudantes conversarem e discutirem os detalhes de seus projetos. Com as escolas fechadas, nada melhor que uma atividade inovadora para estimular o potencial desses jovens, possíveis futuros cientistas”, acentua Carvalho.

Ele acrescenta que o processo de avaliação dos projetos terá duas fases: a primeira, em julho, visa observar se os projetos inscritos são originais, criativos e viáveis para execução. Os dez melhores trabalhos de cada categoria – fundamental e médio/técnico – serão selecionados para a segunda fase, que implica na apresentação oral. Nessa etapa, os critérios que serão avaliados envolverão o potencial de impactos social e/ou mercadológico, tecnológico e/ou científico e, ainda, o ambiental.

“Os cinco melhores projetos de cada categoria serão anunciados no dia 29/10, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia”, informa o analista.

Prêmios

Além de troféus, medalhas e certificados, os vencedores ganharão livros de estímulo ao pensamento inovador. Além disso, os vencedores da categoria Ensino Médio/Técnico poderão ter seu projeto incubado na Embrapa Hortaliças para um possível desenvolvimento de pesquisas ou de produtos inovadores.

Serviço:

Informações: www.embrapa.br/horta-e-escola ou www.embrapa.br/fale-conosco

Anelise Macedo (MTB 2.749/DF)
Embrapa Hortaliças

Contatos para a imprensa

Telefone: (61) 3385-9109

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

hortalicashortaescolainovacaoconcurso