Projetos

Filtrar por:

Situações
Ecossistemas
Regiões
Ordenação: data  |  alfabética ▴
 

Desde 1980, a Embrapa Hortaliças conduz um programa de melhoramento de cenoura para desenvolvimento de cultivares de verão adaptadas às condições edafoclimáticas brasileiras, com melhor qualidade das raízes e maior sustentabilidade de cultivo, seja em sistema orgânico ou convencional. Atualmente, existe um aumento da demanda por melhor qualidade nutricional das raízes, associada à garantia de expansão da agroindústria de cenoura via agregação de valor, visando maior grau de conveniência dos prod ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/04/2011

O projeto visa desenvolver cultivares de cenoura para plantios na primavera e no verão nas principais regiões produtoras de cenoura do Brasil. As atividades de melhoramento genético de cenoura abordarão desde o incremento de variabilidade genética e melhoramento populacional até as fases de obtenção e avaliação de linhagens de cenoura e de síntese e avaliação de híbridos experimentais ou populações melhoradas. Serão estudados os fatores bióticos que mais acometem a cultura da cenoura que são os ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/07/2017

O projeto visa desenvolver cultivares de cenoura para plantios na primavera e no verão nas principais regiões produtoras de cenoura do Brasil. As atividades de melhoramento genético de cenoura abordarão desde o incremento de variabilidade genética e melhoramento populacional até as fases de obtenção e avaliação de linhagens de cenoura e de síntese e avaliação de híbridos experimentais ou populações melhoradas. Serão estudados os fatores bióticos que mais acometem a cultura da cenoura que são os ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/01/2019

Nas últimas duas décadas, o agronegócio de melão no Brasil se expandiu nove vezes, alcançando produção estimada em 500 mil toneladas por ano, concentrada na Região Nordeste. A partir de 2007, o melão passou a ser a principal fruta nacional em volume de exportação e, em 2008, o Brasil foi o segundo maior exportador mundial. Quase a totalidade das cultivares de melão plantada no Nordeste são importadas, havendo demanda por cultivares melhor adaptadas, visto que as cultivares disponíveis foram dese ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/04/2012

A cadeia de melão é importante para o Brasil, onde se cultivam 17.000 ha/ano. Há demanda por cultivares mais adaptadas, visto que as cultivares disponíveis foram desenvolvidas em condições edafoclimáticas diferentes das predominantes no país e, por isso, não atendem as reais necessidades dos produtores, tanto em produtividade quanto em qualidade de frutos. O projeto tem o objetivo de desenvolver cultivares de melão dos tipos Amarelo, Gália, Tupã, Cantaloupe e Pele de Sapo, adaptadas às condições ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/02/2008

Nas últimas duas décadas, o agronegócio do melão expandiu nove vezes, alcançando aproximadamente 500 mil t/ano, concentradas na região Nordeste. Na safra 2015/16, o Brasil produziu 521.596 toneladas de melão, sendo que 42,9% da produção foi exportada (IBGE, 2016). A maioria das cultivares de melão é importada, logo, existe uma demanda por cultivares melhor adaptadas às condições brasileiras e com frutos de melhor qualidade, que atendem às reais necessidades dos produtores quanto à produtividade ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/07/2017

Nas últimas duas décadas, o agronegócio do melão expandiu nove vezes, alcançando aproximadamente 500 mil t/ano, concentradas na região Nordeste. Na safra 2015/16, o Brasil produziu 521.596 toneladas de melão, sendo que 42,9% da produção foi exportada (IBGE, 2016). A maioria das cultivares de melão é importada, logo, existe uma demanda por cultivares melhor adaptadas às condições brasileiras e com frutos de melhor qualidade, que atendem às reais necessidades dos produtores quanto à produtividade ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/01/2019

A mosca-branca é uma das principais pragas da atualidade no Brasil. O inseto causa danos diretos (sucção de seiva, injeção de toxinas e desordens fisiológicas) e indiretos (favorecimento de crescimento de fumagina e transmissão de vírus fitopatogênicos). Os prejuízos começaram a ser relatados a partir da sua entrada no País, que ocorreu provavelmente por uma importação de plantas ornamentais na década de 90. Após essa introdução, o inseto se adaptou muito bem às condições de cultivo brasileiras ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/09/2014

As hortaliças da família das brássicas, nas últimas décadas, estão cada vez mais presentes na mesa do brasiliense e em nas áreas de cultivo do Distrito Federal. Em 2016, a Emater/DF assistiu 264 hectares de brócolis, 141 de repolho e 83 de couve-flor. Entre os fatores limitantes da produção dessas culturas destaca-se a doença podridão negra causada pela bactéria Xanthomonas campestris pv. campestris (Xcc), que apresenta distribuição mundial, e no Brasil e no Distrito Federal tem ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/12/2016

A mosca-branca é uma das principais pragas da agricultura no Brasil e no mundo. O principal método de controle consiste na aplicação de inseticidas químicos, com baixa eficiência. O controle é dificultado devido à complexidade do sistema de produção agrícola do Brasil. Em vista da importância desse inseto para a cadeia agrícola nacional, este projeto foi elaborado para construir a base para o desenvolvimento de três métodos de controle alternativos de mosca-branca, que proporcionem opções de man ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/03/2016