Batata-doce de polpa roxa BRS Cotinga

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: Carla Timm

A batata-doce BRS Cotinga é uma cultivar de casca e polpa de coloração arroxeada intensa com ampla adaptabilidade a ambientes de cultivo e alta estabilidade de produção. Foi desenvolvida com a finalidade de oferecer ao mercado uma cultivar específica para industrialização na forma de chips, mas também pode ser recomendada para processamento industrial como farinha, fécula, tapioca, xarope de amido e outros produtos derivados.

A coloração arroxeada da batatas-doce BRS Cotinga deriva do seu alto teor de antocianinas, pigmentos naturais responsáveis pelos tons de azul, roxo e vermelho em alimentos como frutas, raízes e folhas. Ela apresenta teor de antocianinas totais de aproximadamente 154 mg/g, semelhante a frutas de cor arroxeada (mirtilo, açaí e amora-preta).

Seu teor de matéria seca ultrapassa 32% e ela possui sólidos solúveis acima de 11 °Brix, características de qualidade importantes para o processo de industrialização. Suas raízes tem peso médio (358,91 g) e formato alongado (comprimento médio de 17,56 cm e diâmetro de 7,05 cm), apresentando constrições e venação, características que reforçam seu uso prioritário na indústria. A produtividade médica da cultivar, em diferentes ambientes, atinge 45 t/ha, sendo mais que o triplo que a média nacional de 14,5 t/ha. Seu ciclo varia de 130 a 140 dias, e o plantio pode ser realizado durante o ano todo nas regiões recomendadas, com exceção de plantio no inverno na região Sul.

A cultivar BRS Cotinga é exigente em calor, tolerante a baixas temperaturas e sensível a geadas, como qualquer cultivar de batata-doce. Em regiões mais frias, deve ser cultivada preferencialmente nos meses de altas temperaturas, que favorecem o crescimento das raízes. Ela apresenta resistência ao nematoide Meloidogyne javanica, a insetos-praga de solo como broca-de-raiz, vaquinhas e larva-arame.

Nos anos de 2018 a 2019, BRS Cotinga foi submetida à validação agronômica em Brasília-DF, Pelotas-RS, Uruana-GO, Canoinhas-SC, Presidente Prudente-SP, São Carlos-SP, Mococa-SP, Petrolina-PE e Estiva-MG, sendo indicada para plantio nesses estados. Em 2021, foi validada em uma indústria de chips fritos, situada em Três Barras-SC, mostrando ótimo desempenho em textura, sabor e aparência. Também foi testada para a produção de cervejas artesanais, resultando numa bebida com características diferenciadas em relação ao mercado.

Esta solução tecnológica foi desenvolvida pela Embrapa em parceria com outras instituições.

Produto: Cultivar convencional Ano de Lançamento: 2021

Bioma: Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pampa

Unidade Responsável: Embrapa Hortaliças

Unidades Participantes: Embrapa Clima Temperado, Embrapa Semiárido

Onde Encontrar:
CLONA-GEN Comercio de Mudas de Plantas L
RUA OTTOKAR DOERFFEL
CEP:89203001
Cidade: Joinville
UF: SC
Telefone: (47)3439-6607
E-mail: comercial@clona-gen.com.br

Galeria de imagens