A Cultura do Tomate | voltar à página de cultivos


Autores

Diagnose foliar

A identificação dos sintomas de deficiência através da diagnose foliar é de grande valia, pois dependendo da época de detecção, ainda será possível corrigi-la e equilibrar as condições nutricionais das plantas para minimizar prejuízos. 


Diagnose química

A diagnose química das deficiências nutricionais no tomateiro é muito eficiente para corrigir falhas ocorridas por diversos motivos na adubação de plantio. A diagnose foliar é feita com base nas folhas adjacentes ao segundo cacho no completo florescimento e nas folhas adjacentes ao terceiro cacho. Estas folhas devem ser colhidas e encaminhadas a um laboratório de análise química (normalmente os laboratórios que realizam de análise de solo também realizam análise química foliar). De posse do resultado faz-se a correlação com os limites de concentração considerada adequada de nutrientes nas folhas, conforme Tabela 1.


Tabela 1. Teores foliares de macro e micronutrientes considerados adequados para a cultura do tomateiro


Fonte: Adaptado de Malavolta et al. (1997)


Diagnose visual

De acordo com o esquema feito abaixo pode-se ter parâmetros para esta diagnose.