Moranga | Alta digestibilidade

 

A moranga pertence à família Cucurbitácea, a mesma família que inclui abóbora, melancia, melão, chuchu e pepino. As variedades atuais foram desenvolvidas a partir de plantas cultivadas há mais de 10.000 anos nas Américas. Originalmente, eram cultivadas pelas sementes, que eram consumidas como alimento, pois os frutos originais quase não tinham polpa.

Seus frutos apresentam várias características semelhantes à das abóboras e mogangos incluindo sabor e valor nutricional. A moranga madura é rica em vitamina A. Também fornece quantidades razoáveis de vitamina C, potássio, fibras e manganês. Tem alta digestibilidade e poucas calorias.

A moranga caracteriza-se pelo fruto achatado e redondo, com gomos bem salientes. Para diferenciá-la da abóbora, observe o pedúnculo ou cabinho do fruto. A moranga tem pedúnculo liso, sem sulcos, corticoso e grosso enquanto a abóbora tem pedúnculo sulcado, sendo alargado e achatado na inserção do fruto. As cultivares mais populares no Brasil têm casca com coloração verde cinzenta ou alaranjada, dependendo da variedade.

Em geral, a moranga só é consumida madura, quando a polpa tem gosto adocicado. Escolha frutos com pedúnculo, com casca dura, sem machucados e sem brilho. Pequenas cicatrizes superficiais na casca não comprometem a qualidade do fruto. Entre dois frutos de mesmo tamanho, escolha o mais pesado. Manuseie os frutos com cuidado. Apesar de parecerem resistentes, os frutos se estragam mais rapidamente a partir dos pontos onde são machucados.

Os frutos podem ser mantidos por cerca de três meses após a colheita, em condição ambiente, em local fresco, escuro e seco. Mantenha os frutos com cabinho, pois assim se conservarão por mais tempo. Se cortar ou descascar a moranga, mantenha os pedaços em geladeira, acondicionados em saco ou vasilha de plástico. Nesse caso, a durabilidade é bastante reduzida e os pedaços se conservam por poucos dias. Para congelar, corte a moranga em pedaços, descasque-os, retire as sementes e o miolo.

Em seguida, cozinhe os pedaços em água fervente por 3 minutos seguido pelo resfriamento em água gelada por 3 minutos. Escorra a água, embale em sacos plásticos e mantenha em congelador por até 10 meses. Descongele em temperatura ambiente.

Os frutos podem ser mantidos por cerca de três meses após a colheita, em condição ambiente, em local fresco, escuro e seco. Mantenha os frutos com cabinho, pois assim se conservarão por mais tempo.

Se cortar ou descascar a moranga, mantenha os pedaços em geladeira, acondicionados em saco ou vasilha de plástico. Nesse caso, a durabilidade é bastante reduzida e os pedaços se conservam por poucos dias.

Para congelar, corte a moranga em pedaços, descasque-os, retire as sementes e o miolo. Em seguida, faça o branqueamento, cozinhando os pedaços em água fervente por 3 minutos seguido pelo resfriamento em água gelada também por 3 minutos. Escorra a água, embale em sacos plásticos e coloque no congelador. Descongele em temperatura ambiente.


Receitas

Fritada de moranga
Nível: fácil

Moranga recheada com arroz
Nível: médio

Quibe de moranga
Nível: fácil