Apresentação

 

A Embrapa Informática Agropecuária apresenta à sociedade as principais atividades desenvolvidas e os resultados de destaque alcançados em 2015 e 2016. A partir de uma nova equipe de gestão que iniciou seus trabalhos em julho de 2015, várias ações foram realizadas para trazer mais eficiência, tendo em vista os desafios da transformação digital e a agricultura 4.0. Tais ações buscaram valorizar o diálogo, as discussões e a interação nos níveis estratégico, tático e operacional da organização, e são baseadas em  instrumentos de gestão estratégica elaborados por esta Unidade, como o Programa Integração 360 e a Agenda de Prioridades da Unidade, bem como pelos documentos orientadores da Embrapa: Visão 2014-2034 e o VI Plano Diretor da Embrapa (VI PDE).

No tocante às iniciativas relacionadas à gestão estratégica e institucional, em 2016, a  reunião realizada com o Comitê Assessor Externo (CAE) promoveu uma rica discussão sobre o cenário atual e tendências na área de TI na Agricultura. Ainda neste ano e no contexto da agricultura digital, a Embrapa Informática Agropecuária promoveu o Painel de Especialistas organizado pelo Observatório de Tecnologias da Informação e Comunicação na Agricultura com o tema “Internet das coisas e suas implicações na agricultura digital”, e o lançamento do SítIoT, um campo experimental para uso compartilhado com parceiros.

A articulação de parcerias para inovação, com foco na finalização e exploração de produtos e serviços, bem como a promoção de reuniões de articulação para apresentação da Unidade, seus produtos e linhas de pesquisa para parceiros potenciais foram ações priorizadas em 2016. Essas ações resultaram na negociação de diversos acordos de cooperação técnica e na promoção de eventos como hackathons e desafios. A Unidade também tem marcado sua presença em seminários, congressos, e feiras nacionais, com o lançamento de várias tecnologias, inclusive aplicativos para dispositivos móveis.

As ações da área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) tiveram como objetivo expandir a base técnico-científica e avançar na fronteira do conhecimento em quatro eixos principais de atuação (Computação Científica e Automação, Modelagem Agroambiental e Geotecnologias, Bioinformática e Biologia Computacional, e Sistemas de Informação), organizados de modo a agrupar e atender às demandas dos projetos de pesquisa, portfólios e arranjos, fortalecendo temáticas relacionadas à atuação da Unidade.

Ademais, no período de 2015 e 2016, a Unidade liderou 38 projetos e arranjos, que resultaram no desenvolvimento de diversas novas tecnologias, produtos e serviços, além da publicação de 4 livros e mais de 80 artigos científicos. Dentre as ações gerenciais de alta relevância, o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) é o maior destaque.

No âmbito da gestão e do Desenvolvimento Institucional, entre 2015/2016, uma ampla gama de ações também foi realizada. Na área de Gestão de Pessoas, são destaques: o planejamento e implantação das ações de Melhoria do Clima Organizacional e da Qualidade de Vida no Trabalho, que resultou, por exemplo, na execução do Programa de Incentivo às Práticas de Mentoria e os Encontros de Desenvolvimento de Liderança.

Na área financeira, devido às restrições orçamentárias, foram priorizadas ações de renegociação de vários contratos firmados com fornecedores, visando à economia e otimização de recursos.

Outro destaque importante, no período, foi a conclusão das obras de expansão das instalações da Embrapa Informática Agropecuária, que trouxe um aumento em cerca de 600 m² na área construída da Unidade.

Todos esses resultados não seriam alcançados sem a dedicação de todos os empregados e colaboradores, além do apoio da Diretoria-Executiva da Embrapa e de nossos parceiros internos e externos.

 

Silvia Maria Fonseca Silveira Massruhá

Chefe-Geral da Embrapa Informática Agropecuária