Destaque

Itálico

Use itálico:

  • Nos nomes de obras (livro, periódico, tese de doutorado, dissertação de mestrado, monografia, trabalho de conclusão de curso, anais de evento, relatório, CD, DVD, filme, pintura, escultura, peça de teatro, ópera, letra de música, etc.) citadas no corpo do texto. Para uso de maiúsculas em nomes de obras, ver aba Maiúscula.

Exemplo:

Foi publicado o livro Pecuária de leite no Brasil em 2016.

Observação: Por vezes, as palavras revista e jornal fazem parte do próprio título do periódico (exemplos: Revista de Ciências Agrárias e Jornal do Brasil), casos em que devem estar também em itálico e em maiúscula. Para averiguar se as palavras revista e jornal se enquadram nessa situação, deve-se consultar a fonte oficial.

  • No tema de episódios de programas de televisão e rádio, se for citado em destaque.

Exemplo:

O episódio Uso racional de água na agricultura brasileira do programa Prosa Rural foi ao ar ontem.

No entanto, se o tema do episódio for mencionado no fluxo do texto, não é necessário nenhum destaque.

Exemplo:

Ontem ouvi o programa Prosa Rural sobre o uso racional de água na agricultura brasileira.

  • Nos nomes de eventos (congresso, simpósio, encontro, reunião, cúpula, dia de campo, seminário, workshop, conferência, feira, bienal, assembleia, discurso, palestra, show/concerto musical) citados no texto.

Observação 1: Além de serem destacadas em itálico, todas as palavras constantes dos nomes de evento devem ser grafadas com iniciais maiúsculas, exceto artigo, preposição, conjunção e advérbio que não iniciem título. Para uso de maiúsculas em nomes de eventos, ver aba Maiúscula.

Exemplos:

Cerca de 200 pesquisadores já fizeram sua inscrição na Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

Começou ontem o Seminário Estadual sobre o Projeto Produtores do Futuro.

Observação 2: Quando essas palavras (congresso, simpósio, encontro, etc.) estiverem desacompanhadas do nome próprio, deverão estar sem itálico e em minúsculas.

Exemplo:

Começou ontem o seminário em Brasília.

  • Em taxonomia, nos nomes científicos (conforme as normas de nomenclatura científica e as orientações contidas na aba Nomenclatura Científica).

Exemplo:

As espécies Coffea arabica (conhecida por café-arábica) e Coffea canephora (conhecida por conilon) são as mais conhecidas mundialmente.

  • Nas palavras e locuções em línguas estrangeiras não registradas nos materiais de referência – como no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp) (Academia Brasileira de Letras, 2009), no Dicionário Houaiss (Houaiss, 2017) e no Dicionário Aurélio (Novo..., 2004). Nesse caso, são usadas em grafia estrangeira, preferencialmente acompanhadas da respectiva tradução para o português.

Exemplo:

A comercialização de kani kama representa 10% das vendas de frutos do mar naquele país.

Observação: Evite usar palavra ou expressão em idioma estrangeiro quando houver correspondente em língua portuguesa.

Destaque quando o texto circundante já estiver em destaque

  • Nesses casos, não é necessário usar destaque adicional. Mantenha todas as palavras em itálico.

Exemplo:

 

[citação de periódico em título de obra]:

 

Conforme a autora do livro Histórias do New York Times, esse jornal publica mais do que uma simples narrativa do que aconteceu no dia anterior.

 

[citação de nome científico em nome de evento]:

 

Os pesquisadores estiveram presentes ao VIII Simpósio de Ecologia, Genética e Evolução de Drosophila para apresentar os resultados de sua pesquisa mais recente.

Não use itálico:
  • Para citar títulos de partes internas de uma obra (capítulo, seção de um capítulo, artigo de um periódico, etc.). Nesse caso, todas as palavras devem ter as iniciais maiúsculas, exceto artigo, preposição, conjunção e advérbio que não iniciem título.

Exemplo:

O capítulo intitulado Agroecologia, Mercados e Sistemas Agroalimentares, publicado no livro Transição agroecológica, mostra como, ao longo do tempo, a comida passou de bem patrimonial da humanidade a bem coisificado, o que representou impactos sobre a alimentação, a saúde e a cultura.

Observação: Essas instruções se aplicam apenas aos títulos de publicações citados no corpo do texto. Nada têm a ver, portanto, com as orientações sobre como formatar o título durante o processo de preparação de uma obra para publicação (para isso, consulte a aba Titulação).

  • Nos nomes de programas de televisão e rádio, que devem ter todas as palavras com iniciais maiúsculas (exceto artigo, preposição, conjunção e advérbio que não iniciem o nome) a fim de facilitar a identificação de seus limites em relação ao restante do texto.

Exemplos:

O programa Prosa Rural foi ao ar ontem.

A entrevista com o pesquisador foi divulgada no Dia de Campo na TV.

  • Nos nomes de séries e coleções de publicações, que devem ter todas as palavras em iniciais maiúsculas, inclusive as palavras série e coleção (exceto artigo, preposição, conjunção e advérbio que não iniciem título).

Exemplos:

Foi lançado o novo título da Série Educação Ambiental. (CERTO)

Foi lançado o novo título da série Educação Ambiental. (ERRADO)


Está sendo preparado o novo projeto editorial da Coleção 500 Perguntas 500 Respostas. (CERTO)

Está sendo preparado o novo projeto editorial da coleção 500 Perguntas 500 Respostas. (ERRADO)

Observação: Quando as palavras série e coleção forem citadas simplificadamente, isto é, sem fazer alusão ao nome próprio da série ou coleção, devem se manter sem itálico, mas com inicial minúscula.

Exemplo:

Os livros publicados nesta série são dirigidos ao público infantil.

  • Nos nomes de projetos, planos, programas, macroprogramas, portfólios.

Exemplo:

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo governo federal em 2011. O programa tem o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica.

Observação 1: Para averiguar se a palavra “projeto”, ”programa” etc. consta do nome oficial, deve-se consultar fonte oficial.

Observação 2: Quando estas palavras (projeto, plano, programa, etc.) estiverem desacompanhadas do nome próprio, deverão estar sem itálico e em minúsculas.

  • Nos nomes de sites e portais da internet.

Exemplo:

Segundo o Portal da Cidadania (2010), o território centro-oeste do Amapá tem 1.057 agricultores familiares e 2.176 famílias assentadas e um IDH médio de 0,71.  

  • Em taxonomia, nas classificações acima de gênero (ordem, família, etc.).

Exemplo:

Representação da classificação de bananeiras:

Classe: Magnoliopsida

Ordem: Zingiberales

Família: Musaceae

Subfamília: Musoideae

  • Nos nomes de instituições estrangeiras.

Exemplo:

O projeto foi desenvolvido em parceria com o International Center for Tropical Agriculture (Ciat).

  • Nas palavras e locuções em língua estrangeiras quando já adaptadas ao português.

Exemplos:

Time, biquíni, driblar, surfe, chance, xampu, uísque.

Observação: Embora alguns dicionários registrem as formas acentuadas, na Embrapa, adotam-se as seguintes palavras sem acentuação, tal como constam no Volp:

Exemplos:

Deficit, superavit, habitat.

  • Nas palavras e locuções em línguas estrangeiras incorporadas ao português em sua grafia original e registradas no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp) (Academia Brasileira de Letras, 2009), no Dicionário Houaiss (Houaiss, 2017) e no Dicionário Aurélio (Novo..., 2004),  ainda que constem em itálico nesses materiais de referência.

Exemplos:

Shopping, show, know-how, software, hardware, on farm, on-line, e-mail, e-book, tablet, commodities, etc.

  • Nas palavras, nas locuções e nos termos científicos em latim e gregro.

Exemplos:

In vitro, in memoriam, in natura, ex situ, in situ, in loco, per se, a priori, a posteriori, locus.