Referências

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS. Reduções. Disponível em: <http://www.academia.org.br/nossa-lingua/reducoes>. Acesso em: 29 nov. 2017.


ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS. Vocabulário ortográfico da língua portuguesa: busca no vocabulário. 5. ed. Rio de Janeiro, 2009. Disponível em: <http://www.academia.org.br/nossa-lingua/busca-no-vocabulario>. Acesso em: 29 nov. 2017.


AMERICAN PHYSICAL SOCIETY. Federal policy on research misconduct. Disponível em: <https://www.aps.org/policy/statements/federalpolicy.cfm>. Acesso em: 7 mar. 2017.


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: apresentação de citações em documentos. Rio de Janeiro, 2002a. 7 p.


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002b. 24 p.


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6029: informação e documentação: livros e folhetos: apresentação. 2. ed. Rio de Janeiro, 2006. 10 p.


BRASIL. Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Código Penal. Rio de Janeiro, 7 dez. 1940. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del2848compilado.htm>. Acesso em: 21 mar. 2017.


BRASIL. Lei nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 20 fev. 1998.


COMMITTEE ON PUBLICATION ETHICS. Cases: Salami publication: case number 05-07. 2005. Disponível em: <http://publicationethics.org/case/salami-publication>. Acesso em: 9 mar. 2017.


COMMITTEE ON PUBLICATION ETHICS. Code of conduct and best practice guidelines for journal editors. Mar. 2011. Disponível em: <http://publicationethics.org/files/Code%20of%20Conduct_2.pdf>. Acesso em: 7 mar. 2017.


CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. Perguntas mais frequentes. Disponível em: <http://www.conarq.arquivonacional.gov.br/documentos-eletronicos-ctde/perguntas-mais-frequentes.html>. Acesso em: 29 nov. 2017.


CONVENÇÃO para a grafia dos nomes tribais. Revista de Antropologia, v. 2, n. 2, p. 150-152, 1954. Pequenas comunicações. Disponível em: <http://www.portalkaingang.org/Conven%C3%A7%C3%A3o%20Grafia%20Nomes%20Tribais%201953%20%20A.pdf>. Acesso em: 25 jul. 2016.


DINIZ, E. Similaridade e plagiarismo: novos desafios para a gestão de periódicos científicos. Revista de Administração de Empresas, v. 55, n. 3, p. 239, maio/jun. 2015. Editorial. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rae/v55n3/0034-7590-rae-55-03-0239.pdf>. Acesso em: 19 nov. 2016.


EMBRAPA. Assessoria Jurídica. Parecer AJU nº 27.089/2007. DPD - Direito comercial - Lei n. 9.279/1996, que regula direitos relativos à propriedade industrial - uso de marcas comerciais de terceiros em publicações da Embrapa - análise jurídica. Brasília, DF, 5 nov. 2007.


EMBRAPA. Assessoria Jurídica. Parecer AJU nº 30.613/2008. Embrapa Informação Tecnológica – imagem de satélite. Equipamentos automáticos. Proteção legal ao direito autoral. Lei n.° 9.610/98, Convenção de Berna e acordo TRIPs. Noção de autor. Direitos da personalidade. NBR 6023 da ABNT. Doutrina. Análise e parecer. Brasília, DF, 17 out. 2008.


EMBRAPA. Resolução normativa nº 14, de 8 de junho de 2001. Aprovar a anexa Norma, que regulamenta, no âmbito da Embrapa, as questões de direitos de autor e daqueles que lhes são conexos. In: BOLETIM DE COMUNICAÇÕES ADMINISTRATIVAS. Brasília, DF: Embrapa, ano 27, n. 27, 20 jun. 2001. Extra.


EMBRAPA. Resolução normativa nº 15/98, de 25 de agosto de 1998. Aprovar as anexas assinaturas síntese das Unidades Descentralizadas. [Brasília, DF], 1998.


EMBRAPA. Resolução normativa nº 18, de 29 de setembro de 2006. Revogar a Resolução Normativa nº 1, de 26.01.2001, publicada no BCA nº 5, de 29.01.2001, que padronizou o uso de lista de autoridade nas diferentes peças de comunicação da Embrapa, como publicações, peças publicitárias, placas de inauguração. In: BOLETIM DE COMUNICAÇÕES ADMINISTRATIVAS. Brasília, DF: Embrapa, ano 32, n. 45, 2 out. 2006. Disponível em: <http://www2.sede.embrapa.br:8080/aplic/bca.nsf/938c7514f9233f43032564b2004e4d09/7458a5330f6f5590832571fb0048608d?OpenDocument#_ta92l6jqcam0cejp09p7l4ja1ah4lcg909qji0c9o5gg48h8_>. Acesso em: 29 nov. 2016.


EMBRAPA. Resolução normativa nº 6, de 10 de julho de 2017. Determinar que em todos os artigos técnico-científicos, nacionais e internacionais, a afiliação institucional do autor deve ser indicada pelo nome síntese da Unidade Descentralizada, sem a sigla. [Brasília, DF], 2017.


FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Boas práticas científicas. 5 set. 2011. Disponível em: <http://www.fapesp.br/6579>. Acesso em: 7 mar. 2017.


FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Código de boas práticas científicas. 2014. Disponível em: <http://www.fapesp.br/boaspraticas/FAPESP-Codigo_de_Boas_Praticas_Cientificas_2014.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2017.


FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Documentos de interesse relacionados com boas práticas na pesquisa científica. 11 abr. 2016. Disponível em: <http://www.fapesp.br/6574>. Acesso em: 7 mar. 2017.


GRIEGER, M. C. A. Escritores-fantasma e comércio de trabalhos científicos na internet: a ciência em risco. Revista da Associação Medica Brasileira, v. 53, n. 3, p. 247-251, 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ramb/v53n3/a23v53n3.pdf>. Acesso em: 7 mar. 2017.


HOUAISS. Disponível em: <http://intranet.sct.embrapa.br/houaissnet2009/cgi-bin/HouaissNet.exe>. Acesso em: 29 out. 2017.


IBGE. Censo demográfico 2010: características gerais dos indígenas: resultados do universo. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: <https://biblioteca.ibge.gov.br/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=795>. Acesso em: 29 out. 2017.


IBGE. Divisão regional do Brasil. Disponível em: <https://ww2.ibge.gov.br/home/geociencias/geografia/default_div_int.shtm>. Acesso em: 29 out. 2017.


IBICT. Atribuição do ISSN. Brasília, DF, 22 set. 2016. Disponível em: <http://cbissn.ibict.br/index.php/atribuir-issn>. Acesso em: 29 out. 2017.


INTERNATIONAL COMMITTEE OF MEDICAL JOURNAL EDITORS. Recommendations for the conduct, reporting, editing, and publication of scholarly work in medical journals. Dec. 2016. Disponível em: <http://www.icmje.org/recommendations/>. Acesso em: 9 mar. 2017.


INTERNATIONAL standards for phytosanitary measures: 1 to 24. 2005 ed. Rome: Food and Agriculture Organization of the United Nations, 2006. 291 p. Disponível em: <http://www.fao.org/docrep/009/a0450e/a0450e00.htm>. Acesso em: 29 nov. 2016.


KROKOSCZ, M. Autoria e plágio: um guia para estudantes, professores, pesquisadores e editores. São Paulo: Atlas, 2012. 168 p.


MANUAL técnico da vegetação brasileira: sistema fitogeográfico: inventário das formações florestais e campestres: técnicas e manejo de coleções botânicas: procedimentos para mapeamentos. 2. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro, 2012. 267 p. (Manuais técnicos em geociências, n. 1). Disponível em: <biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv63011.pdf>. Acesso em: 29 out. 2017.


NOVO dicionário Aurélio. Versão 5.0. Curitiva: Positivo Informática, 2004. 1 CD-ROM.


PLAGIARISM.ORG. Preventing plagiarism when writing. Disponível em: <http://www.plagiarism.org/plagiarism-101/prevention/>. Acesso em: 18 nov. 2016.


PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA. Territórios da cidadania: Brasil 2008. [Brasília, DF: Ministério do Desenvolvimento Agrário], 2008. 19 p. Disponível em: <http://www.mda.gov.br/sitemda/sites/sitemda/files/ceazinepdf/3638408.pdf>. Acesso em: 29 out. 2017.


QUEM SÃO, quantos são e onde estão os povos indígenas e suas escolas no Brasil? Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Fundamental, 2002. 124 p. Programa Parâmetros em Ação de Educação Escolar Indígena.


RABAÇA, C. A.; BARBOSA, G. G. Dicionário de comunicação. São Paulo: Campus, 1995. 637 p.


ROIG, M. Plagiarism and self-plagiarism: what every author should know. Biochemia Medica, v. 20, n. 3, p. 295-300, 2010. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.11613/BM.2010.037>. Acesso em: 9 mar. 2017.


SANTOS, H. G. dos; JACOMINE, P. K. T.; ANJOS, L. H. C. dos; OLIVEIRA, V. A. de; LUMBRERAS, J. F.; COELHO, M. R.; ALMEIDA, J. A. de; CUNHA, T. J. F.; OLIVEIRA, J. B. de. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. rev. e ampl. Brasília, DF: Embrapa, 2013. 353 p.


SANTOS, L. H. L. dos. Sobre a integridade ética da pesquisa. 2011. Disponível em: <http://www.fapesp.br/6566>. Acesso em: 7 mar. 2017.


SERRANO, J. O alfabeto grego clássico. Disponível em: <http://aulaslatimegrego.com.br/alfabeto-grego-classico/>. Acesso em: 29 nov. 2017.


SILVA, J. dos S. V. da. (Org.). Zoneamento ambiental da Borda Oeste do Pantanal: Maciço do Urucum e adjacências. Brasília, DF: Embrapa Comunicação para Transferência de Tecnologia, 2000. 211 p.


SISTEMA internacional de unidades: SI. Rio de Janeiro: Inmetro, 2012. 94 p. Disponível em: <http://www.inmetro.gov.br/inovacao/publicacoes/si_versao_final.pdf>. Acesso em: 29 nov. 2016.


SMOLČIĆ, V. Š. Salami publication: definitions and examples. Biochemia Medica, v. 23, n. 3, p. 237-241, 2013. Research Integrity Corner. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3900084/pdf/biochem-23-3-237-2.pdf>. Acesso em: 9 mar. 2017.


SMOLČIĆ, V. Š; BILIĆ-ZULLE, L. How do we handle self-plagiarism in submitted manuscripts? Biochemia Medica, v. 23, n. 2, p. 150-153, 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.11613/BM.2013.019>. Acesso em: 9 mar. 2017.


SPINAK, E. Ética editorial: “ghostwriting” é uma prática insalubre. SciELO em Perspectiva, 16 jan. 2014. Disponível em: <http://blog.scielo.org/blog/2014/01/16/etica-editorial-ghostwriting-e-uma-pratica-insalubre/>. Acesso em: 10 mar. 2017.