Publicações

Resposta de cultivares de milho ao estresse hídrico.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: AMARAL, T. A.; ANDRADE, C. de L. T. de; SOUZA, V. F. de; PAIXÃO, J. de S.

Resumo: Um dos fatores que mais afetam a produtividade de milho é a má distribuição das chuvas. O uso da irrigação pode atenuar este efeito negativo. Entretanto, em razão de custos elevados para implementação e utilização e do potencial conflito pelo uso da água em algumas regiões, a irrigação plena, em larga escala, de lavouras de milho é vista com restrições. Uma alternativa é o uso da irrigação com déficit, que consiste em se aplicar lâminas de água sempre inferiores às requeridas pela cultura. Além da economia de água e energia, a irrigação com déficit tem também o potencial de prevenir a lixiviação de contaminantes. O estudo em questão demonstrou que alguns genótipos de milho são mais tolerantes ao estresse hídrico, decorrente do uso da irrigação com déficit. Uma diminuição de até 30% na lâmina de irrigação suplementar aplicada na cultura causou uma redução não significativa no rendimento de grãos de milho. Portanto, se devidamente manejado, o uso da irrigação suplementar, com déficit, pode favorecer o aumento da produtividade de milho

Ano de publicação: 2016

Tipo de publicação: Folhetos