Infraestrutura

Desde a criação de uma unidade de pesquisa pela Embrapa em 1975, a instituição adotou a estratégia de estabelecer um campo de pesquisa no Pantanal e uma infraestrutura laboratorial e de apoio à pesquisa em Corumbá, estado do Mato Grosso do Sul. Esse arranjo assegura tanto a realização de pesquisas de campo em condições reais quanto o uso de técnicas laboratoriais avançadas.
 
Além de laboratórios e coleções nana, as instalações da Embrapa Pantanal também incluem uma biblioteca, um auditório, uma casa de vegetação, espaços destinados ao setor de Comunicação e Negócios e à área administrativa.
 
Para garantir a mobilidade de suas equipes de pesquisa, a instituição dispõe de veículos 4x4, veículos para transporte de passageiros e serviços gerais, além de barcos com motor.
 

Laboratórios

Laboratórios da Embrapa Pantanal
 
 
Na cidade de Corumbá, a Embrapa Pantanal possui os seguintes laboratórios:
  • Geoprocessamento
  • Vida selvagem
  • Solos
  • Sanidade animal
  • Limnologia
  • Recursos pesqueiros
  • Dieta e nutrição animal
  • Apicultura
  • Propagação de plantas
  • Análise de alimentos

A Embrapa Pantanal possui ainda as seguintes coleções biológicas:

  • Herbário CPAP
  • Coleção de referência de peixes
  • Coleção de referência de vertebrados

Campos Experimentais

Vista aérea da Fazenda Nhumirim. Foto: Sandra Santos

 

O campo experimental da Embrapa Pantanal, Fazenda Nhumirim, está localizado a 160 km de Corumbá, na região pantaneira da Nhecolândia. Com uma área superior a 4.300 hectares, tem capacidade para abrigar 35 pesquisadores, estudantes ou visitantes em 11 apartamentos e anexos. As acomodações incluem cozinha e restaurante, sala de computadores com acesso à internet, sala de estudos e laboratórios.

Há uma frota capaz de assegurar a logística adequada para se chegar ao local nos diferentes períodos do ano, incluindo veículos 4x4, quadriciclos e tratores. A fazenda conta com uma área protegida desde 1988, de 862 hectares, declarada como Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) pelo governo do estado do Mato Grosso do Sul em 1994.

Uma estação meteorológica opera na fazenda Nhumirim desde 1977, sendo a mais antiga em funcionamento contínuo em todo o Pantanal. As divisões de pastagens existentes na propriedade possibilitam o manejo adequado do rebanho. A fazenda Nhumirim possui, ainda, uma pista de pouso capaz de receber aeronaves de pequeno porte em qualquer época do ano.

 

Para mais informações sobre a Fazenda Nhumirim, acesse o link abaixo:

Fazenda Nhumirim

 

Para conhecer o Plano de Utilização da Fazenda Nhumirim, leia a publicação no link:

Plano de utilização - PDF