Potencial de uso do modelo Century em sistemas integrados de produção com ênfase na manutenção e aumento dos estoques de carbono orgânico do solo sob Cerrado no estado do Tocantins

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: ARAUJO, Clenio

Os modelos de simulação da dinâmica da matéria orgânica do solo, como o Century, em geral são desenvolvidos com base em dados obtidos em ecossistemas de clima temperado. Em solos tropicais e subtropicais, são necessárias mais pesquisas para determinar a magnitude e os coeficientes de conversão entre os compartimentos da matéria orgânica do solo e para melhorar as estimativas nestes solos. O Tocantins faz parte da Amazônia Legal e seu território compreende os biomas Amazônico (9%) e Cerrado (91%). Além disso, tem sido considerado a última fronteira agrícola do país, juntamente com o Maranhão, o Piauí e o Oeste da Bahia, encontrando-se em franca ocupação, o que potencializa sua contribuição nas emissões de gases de efeito estufa através da redução dos estoques de matéria orgânica do solo e, consequentemente, de carbono orgânico do solo. Neste contexto, o projeto objetiva: calibrar e validar o modelo Century para as condições do bioma de Cerrado encontradas no Tocantins; e usar esse modelo como ferramenta para propor e avaliar cenários alternativos de manejo para o estado, considerando sistemas integrados de produção agropecuária, em que são enfatizados a manutenção e o aumento dos estoques de carbono orgânico do solo.

Ecossistema: Região dos Cerrados

Região: Norte

Situação: concluído Data de Início: 01/2014 Data de Finalização: 11/2016

Unidade Lider: Embrapa Pesca e Aquicultura

Líder do Projeto: Elisandra Solange Oliveira Bortolon

Contato: elisandra.bortolon@embrapa.br

Galeria de imagens