25/12/11 |   Agricultura familiar

Prosa Rural - Avicultura e agregação de renda na pequena propriedade

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Dezembro/2011 - 4ª semana - Regiões Norte, Centro-Oeste/Sudeste e Sul

Desde 2008, o frango é a carne mais consumida no país, segundo pesquisa da Associação Brasileira de Produtores de Pintos de Corte. De acordo com o estudo, só no ano passado, cada brasileiro consumiu 44 quilos e meio de carne de frango, o que equivale a mais ou menos cem gramas por dia. Segundo a Embrapa Suínos e Aves (Concórdia/SC), a avicultura que viabilizou esse sucesso de consumo é a industrial. Foi ela que deu qualidade e preço acessível à carne de frango. O mercado brasileiro, no entanto,  também tem espaço para outros tipos de frango. É para essa fatia que a Embrapa Suínos e Aves tem apresentado o frango alternativo.

Para falar sobre os cuidados na produção de frango alternativo de corte, o Prosa Rural desta semana convidou o técnico da Embrapa Suínos e Aves (Concórdia/SC), Márcio Saatkamp. Durante o programa, Saatkamp esclarece que o frango alternativo é todo aquele produzido fora do processo de uma grande indústria, em sistemas menores de produção e que busca atingir nichos de mercado especiais.

Dentre as diversas denominações que este tipo de produção recebe incluem-se caipira,  orgânico, agroecológico e colonial. "Em função desses vários nomes, optamos por chamar tudo isso de frango alternativo", esclarece Saatkamp.

Na visão da Embrapa, O sistema de produção alternativo de frangos de corte e galinhas de postura deve contribuir para a sustentabilidade da propriedade rural, nos aspectos ambientais, econômicos e sociais. A proposta do sistema de produção alternativa de carne e ovos é complementada pela utilização das linhagens coloniais de frangos de corte e galinhas de postura, desenvolvidas pela Embrapa Suínos e Aves.

A Poedeira Colonial Embrapa 051 oferece produção superior às aves coloniais rústicas. Ela atinge, em condições adequadas de manejo e biosseguridade, produção média de 280 a 300 ovos no período de vida útil compreendido entre 20 e 80 semanas de idade.

O Frango de Corte Colonial Embrapa 041, apresenta características coloniais, preservando todas as vantagens do frango de corte comercial, como biosseguridade na origem, controle sanitário na produção e qualidade de carne. O Frango Embrapa 041 alcança idade de abate aos 84 dias, com peso vivo médio de 2,7 kg, em condições normais de criação.

"No quesito de produção, temos material genético muito bem desenvolvido, com indíces zootécnicos muito bons. Porém, o produtor deve seguir orientações básicas sobre manejo, nutrição, saúde das aves e segurança do alimento", destaca Saatkamp em sua participação no programa.

Ele chama atenção para a questão da segurança do alimento. "Ao final, tendo essas aves prontas é preciso realizar um abate com algum tipo de inspeção, seja ela estadual ou municipal. É justamente essa inspeção que vai garantir a presença de um médico veterinário para inspecionar a carcaça de ave, aquela carne, e dizer que ela está boa para o consumo".

Ouça o Prosa Rural desta semana e saiba mais sobre avicultura e agregação de renda na pequena propriedade. O Prosa Rural é o programa de rádio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O programa conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

 

Região Norte

Região Centro-Oeste/Sudeste

Região Sul

 

Jean Vilas Boas (MTb-SC 00717)
Embrapa Suínos e Aves

Contatos para a imprensa

Telefone: (49) 3441-0454

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

2011