Capacitação em monitoramento
de coquinho azedo 

Apresentação

A capacitação em restauração Um dos maiores desafios para tornar o extrativismo de produtos florestais não madeireiros (PFNM) um aliado da conservação do Cerrado e para a geração de renda de comunidades rurais envolve o conhecimento do potencial produtivo de determinada área ou região. A literatura para o potencial produtivo de espécies nativas, sobretudo do Cerrado, ainda é incipiente, considerando que populações distintas apresentam diferentes calendários fenológicos.

O monitoramento da produção de frutos somado a densidade de indivíduos reprodutivos de determinada espécie possibilita o conhecimento do potencial produtivo em determinada área e, portanto, o planejamento da atividade extrativista.

A comunidade Moreira, situada no município de Rio Pardo de Minas, Território da Cidadania do Alto Rio Pardo, realiza tradicionalmente o extrativismo de Butia capitata (Mart.) Beccari, o coquinho-azedo. Apesar da relação tradicional de uso da espécie, a comunidade ainda não atinge escala comercial com a venda do fruto (in natura ou polpa), ao menos de maneira organizada.

O curso de capacitação aqui apresentado terá como objetivo formar jovens moradores da comunidade Moreira para realizar o monitoramento contínuo de uma população de B. capitata para auxiliar a comunidade no planejamento do extrativismo do fruto.

Cabe ressaltar que o Projeto Bem Diverso apoia, em diversas frentes, o fortalecimento da Cooperativa dos Produtores Agroextrativstas de Água Boa II (COOPAAB), também situada no município de Rio Pardo de Minas, entidade que poderá garantir a compra de parte da produção da comunidade Moreira, se organizada.

Data de realização

27 e 28 de outubro de 2017

Local de realização

Rio Pardo de Minas - MG

Documento

Das inscrições

O processo de inscrição ocorrerá no Sindicato dos Trabalhadores Rurais Assalariados e Agricultores Familiares de Rio Pardo de Minas - MG

Horário das aulas

De 8h30 às 17h30

Público alvo

Esta capacitação destina-se e capacitar moradores da comunidade Moreira, em Rio Pardo de Minas, dentre outros, de acordo com o projeto.

Número de vagas

Vagas: 15 (quinze)

Metodologia

Aulas teórico-expositivas, com recursos audiovisuais e aulas práticas de campo.
 

Acompanhe eventos e cursos de nossa Unidade

Cursos

Eventos