Museu virtual da Embrapa Recursos
Genéticos e Biotecnologia

Conheça quatro décadas de uma história voltada
ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia no Brasil

Seja bem-vindo ao Museu Virtual da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia! Neste espaço, você vai conhecer, a partir de fotos e outros registros, parte de uma história que se mistura à história da ciência e da tecnologia no Brasil. A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia foi criada no dia 22 de novembro de 1974 para atender às diretrizes da Organização das Nações Unidas para Agricultura de criar centros para conservação de recursos genéticos em regiões consideradas de alta variabilidade genética.

Na década de 80, incorporou à sua missão pesquisas de biotecnologia voltadas à agregação de valor aos recursos genéticos. Ao longo dessas quase quatro décadas, muitos resultados vêm sendo alcançados em prol da agropecuária brasileira.

No Museu Virtual, você terá a oportunidade de conhecer os primeiros equipamentos e instrumentos utilizados nos laboratórios da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, como microscópios, pipetas etc. e acompanhar a sua evolução ao longo dos anos.

Você conhecerá também o primeiro "gun" ou "canhão", como é chamado o equipamento utilizado para transformação de genes em plantas através da técnica de biobalística. Essa tecnologia é hoje uma das opções mais utilizadas pelos cientistas para desenvolver plantas transgênicas. O equipamento "bombardeia" os genes de interesse para dentro da célula vegetal a ser transformada junto com partículas de ouro ou tungstênio para que se incorpore ao DNA da planta.

A Embrapa foi uma das pioneiras na utilização da técnica de biobalística no Brasil e no mundo. Hoje, as instituições que desenvolvem ciência e tecnologia trabalham com modernos equipamentos para a implementação dessa técnica. Mas o que você vai conhecer no nosso museu é o primeiro "canhão de biobalística" utilizado no Brasil: um protótipo adaptado pelos pesquisadores da Embrapa no início da década de 90.

Neste espaço, estarão disponíveis também outros equipamentos desenvolvidos pelos próprios pesquisadores para resolver questões relacionadas à pesquisa agropecuária que não tinham soluções no mercado da época. É o caso, por exemplo, de um equipamento criado para a preservação de embriões bovinos na década de 80.

Durante a sua visita virtual ao Museu da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, você conhecerá também coleções de insetos e micro-organismos de relevância para a pesquisa agropecuária.
Sem falar no acesso ao acervo da biblioteca da Unidade, no qual você poderá apreciar obras raras de botânica e outras áreas datadas do ano de 1.500.

Esses são apenas alguns exemplos do que você poderá conhecer durante essa sua visita virtual ao nosso museu de ciência. Portanto, desejamos um ótimo passeio virtual e esperamos revê-lo novamente!

................................

Expediente

Coordenação: Miraci de Arruda Camara Pontual
Pesquisa e textos: Vera Lucia Siqueira e Miraci de Arruda Camara Pontual
Fotografias: Claúdio Bezerra e Francisco Schmindt
Desenho de páginas: Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI)

 

 

 

Amostras e Fragmentos

imagem35

imagem35

SACOS PARA SEMENTES

Fabricante / origem: Embrapa/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 47 cm x 28,5 cm; 32,5 cm x 19 cm; 22,5 cm x 15 cm; 14 cm x 10 cm;
Material: algodão cru, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/050; 2013/051; 2013/052; 2013/053
Uso: utilizados para troca de embalagens de germoplasma que vinham do exterior, pois as embalagens de origem, nas quais vinham as sementes, eram incineradas.
Curiosidade: a Embrapa Gado de Leite, antes denominada CNPGL (Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Leite), é uma das unidades descentralizadas da Embrapa. Criada em 1976, está sediada na Zona da Mata de Minas Gerais.

Fechar

 

imagem36

imagem36

SACOS PARA SEMENTES DE MILHO

Fabricante / origem: Embrapa / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 35,5 cm x 20 cm e 25 cm x 16 cm
Material: algodão cru
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/ 058
Uso: utilizados para troca de embalagens de germoplasma que vinham do exterior, pois as embalagens de origem nas quais vinham as sementes eram incineradas.
Curiosidade: o milho teve origem provavelmente no México, sendo largamente cultivado no mundo inteiro, tornando-se o primeiro cereal submetido a rápidas transformações em seu cultivo. Segundo estudos arqueológicos, o milho já existia como cultura há quatro mil anos.

Fechar

 

imagem37

imagem37

BANDEJA COM LATAS

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 39 cm x 28,5 cm x 7 cm
Material: metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: COLBASE
Inventário: 2013/076; 2013/077; 2013/078
Uso: conservar germoplasma (sementes) em câmera fria permanentemente. Atualmente, usa-se saco de papel aluminizado para esse fim.
Curiosidade: a sigla COLBASE significa Coleção Base de Germoplasma-Semente. Esta unidade da Embrapa tem por objetivo conservar a longo prazo o máximo possível de recursos genéticos de importância atual e potencial.

Fechar

 

Comunicação

imagem38

imagem38

CARIMBO NUMERADOR

Fabricante / origem: Carbex/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 16 cm x 6 cm x 5,5 cm
Material: metal niquelado, madeira
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/046
Uso: utilizado para numerar as correspondências de Intercâmbio e Quarentena e as cartas para solicitação de germoplasma.
Curiosidade: a palavra carimbo é originária do quimbundo "kirimbu" e significa "marca". Deriva do tráfico negreiro, quando os escravos africanos recebiam marca a ferro antes de embarcar para a América.

Fechar

 

imagem39

imagem39

CORTADOR DE PAPEL (GUILHOTINA)

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 53 cm x 31 cm x 8 cm
Material: metal, Duratex, fórmica, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/047
Uso: corte de papel e plásticos. Curiosidade:

Fechar

 

imagem40

imagem40

MÁQUINA DE ESCREVER

Fabricante / origem: Remington/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 43 cm x 32,5 cm x 15 cm
Material: plástico, metal, fita de nylon, borracha.
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/054
Uso: utilizada para datilografia de envelopes, cartas, memorandos.
Curiosidade: a Remington Rand, fundada em 1927, foi uma empresa americana fabricante de armas, equipamentos para escritório e computadores, tendo como principal produto o Univac I, primeiro computador do mundo. Foi comprada pela Rayovac em 2003.

Fechar

 

imagem41

imagem41

MÁQUINA DE ESCREVER

Fabricante / origem: Remington / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 50 cm x 37 cm x 22 cm
Material: metal, plástico, fita de nylon
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/056
Uso: utilizada para datilografia dos envelopes com os nomes das variedades de germoplasma importado que vinham do exterior.
Curiosidade: esta máquina de escrever, doada pela Novacap, foi a primeira a ser utilizada no Cenargen. A Remington Rand, fundada em 1927, foi uma empresa americana fabricante de armas, equipamentos para escritório e computadores, tendo como principal produto o Univac I, primeiro computador do mundo. Foi comprada pela Rayovac em 2003.

Fechar

 

imagem42

imagem42

MICROCOMPUTADOR

Fabricante / origem: CCE / Brasil
Data: década de 1980
Dimensões: 39 cm x 49 cm x 13 cm
Material: metal, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: almoxarifado
Inventário: 2013/057
Uso: processamento de dados.
Curiosidade: o Exato foi um microcomputador compatível com o Apple I, produzido na Zona Franca de Manaus.

Fechar

 

imagem43

imagem43

CPU DE MICROCOMPUTADOR

Fabricante / origem: North Star Computer / EUA
Data: 1979
Dimensões: 42 cm x 49 cm x 18 cm
Material: metal, borracha, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: almoxarifado
Inventário: 2013/073
Uso: processamento de dados.
Curiosidade: esta CPU, utilizando o sistema CPM e a linguagem DOS, foi produzida em 1979 e doada pela Universidade do Colorado, juntamente com vídeo e impressora. O North Star foi o primeiro microcomputador a ser utilizado na Embrapa. Com ele tiveram início as atividades de processamento dos recursos genéticos utilizando o sistema GDM (Germplasm Data Management), oferecido pelo IBPGR através da Universidade do Colorado. Em 1980, logo após o início das atividades utilizando o GDM, observou-se que se tratava de um sistema insuficiente para dar conta dos detalhes de informações genéticas que o Cenargen necessitava. Assim, após estudos, surgiu em 1981 a primeira versão do Sistema de Informações de Recursos Genéticos da Embrapa / SIRG, que padronizou as informações do Cenargen e de todo o sistema cooperativo de recursos genéticos estabelecido a seguir, ação essa liderada pelo pesquisador Eduardo Vilela Morales, com a participação de outros pesquisadores e analistas de sistemas da Unidade.

Fechar

 

imagem44

imagem44

TERMINAL DE MICROCOMPUTADOR

Fabricante / origem: Digirede / Brasil
Data: anos 1980
Dimensões: 35 cm x 36,5 cm x 32,5 cm
Material: plástico, vidro, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: almoxarifado
Inventário: 2013/074
Uso: processamento de dados.
Curiosidade: em 1981, o Sistema de Informações de Recursos Genéticos da Embrapa / SIRG começou a ficar lento em função da quantidade de informações processadas on line. Em consequência, foi necessário iniciar a migração do SIRG para microcomputadores denominados no final dos anos 80 de supermicros. Assim, no período de 1987 a 1996, foram utilizados os supermicros Digirede que permitiam atividades em forma de multitarefa. A Digirede, empresa fundada em 1977, na zona Norte de São Paulo, foi a primeira a desenvolver um sistema para rede bancária no Brasil, automatizando, a partir dos anos 80 as agências dos principais bancos do país.

Fechar

 

imagem45

imagem45

TERMINAL DE MICROCOMPUTADOR

Fabricante / origem: Lear Siegler/EUA
Data: anos 1970
Dimensões: 49 cm x 39,5 cm x 34 cm
Material: plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: almoxarifado
Inventário: 2013/075
Uso: processamento de dados.
Curiosidade: o ADM – 34 foi um dos primeiros terminais de microcomputador fabricados pela Lear Siegler.

Fechar

 

imagem46

imagem46

TERMINAL DE MICROCOMPUTADOR

Fabricante / origem: Polimax Sistemas e Periféricos Ltda. / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 37 cm x 36 cm x 30 cm
Material: metal, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: almoxarifado
Inventário: 2013/079
Uso: processamento de dados e textos.
Curiosidade: a Polimax foi fundada em 1978 pela família Ling. Pioneira na produção de microcomputadores para processamento de textos e dados, a empresa foi vendida em 1984.

Fechar

 

imagem47

imagem47

IMPRESSORA

Fabricante / origem: Polimax / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 57 cm x 40 cm x 22 cm
Material: metal, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: almoxarifado
Inventário: 2013/080
Uso: impressão de documentos.
Curiosidade: a Polimax Sistemas e Periféricos Ltda., fundada em 1978 pela família Ling, foi pioneira na produção de microcomputadores para processamento de textos e dados.

Fechar

 

imagem48

imagem48

APONTADOR

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 95 cm de comprimento
Material: madeira, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Dr. Teodoro Romano Vaske
Inventário: 2013/085
Uso: peça utilizada em sala de aula para apontar informação no quadro negro.
Curiosidade: este apontador foi utilizado pelo Dr. Teodoro Romano Vaske, médico veterinário da Embrapa, em suas aulas. O apontador antigo era uma vareta de aproximadamente 1 metro. Mais tarde, passou-se a utilizar um modelo retrátil, em alumínio, do tamanho de uma caneta. Hoje, utiliza-se a caneta laser pointer.

Fechar

 

imagem49

imagem49

MÁQUINA DE ESCREVER

Fabricante / origem: Olympia / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 32 cm x 30,5 cm x 9 cm
Material: metal, plástico, fita de nylon, borracha, couro de cobra
Modo de aquisição: doação
Procedência: Dr. Teodoro Romano Vaske
Inventário: 2013/086
Uso: utilizada para redigir separatas, correspondência para pesquisadores de outros países e cartas de recomendação indicando alunos para a Escola Superior de Veterinária de Hannover, Alemanha.
Curiosidade: esta máquina, que tem a tampa revestida de couro de cobra, foi adquirida pelo Dr. Romano Vaske, médico veterinário da Embrapa, especialmente para redigir em alemão. Nela, o Dr. Vaske datilografou para divulgação a cirurgia realizada em um camelo.

Fechar

 

imagem50

imagem50

MÁQUINA DE ESCREVER

Fabricante / origem: Olivetti/Itália
Data: século XX
Dimensões: 30 cm x 28,5 cm x 10 cm
Material: metal, plástico, fita de nylon
Modo de aquisição: doação
Procedência: Dr. Teodoro Romano Vaske
Inventário: 2013/087
Uso: escrita em geral.
Curiosidade: esta máquina foi utilizada pelo Dr. Romano Vaske, médico veterinário da Embrapa, para redigir sua correspondência, relatórios e resultados de pesquisas. A Olivetti é uma empresa italiana, sediada em Turim. Fundada em 1908, é fabricante de computadores, impressoras e outros equipamentos empresariais. Atualmente é propriedade da Telecom Itália. Este modelo, Lettera 82, ficou famoso por sua portabilidade.

Fechar

 

imagem51

imagem51

CADERNETA DE CAMPO ELETRONICA- MESSAGE PAD 120

Fabricante / origem: Apple/ Estados Unidos
Data: década de 1990
Dimensões: 10 cm de largura x 20 cm de altura x 3 cm de profundidade
Material: plástico e vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/122
Uso: Equipamento utilizado para registro de pesquisa de campo. A caderneta eletrônica veio substituir as antigas cadernetas de papel. As informações armazenadas eram passadas para um programa de computador chamado Elcen.
Curiosidade: Message Pad foi a primeira série de assistente digital desenvolvida pela Apple em 1993. O aparelho usava a plataforma Newton OS importada do Japão. A produção de Message pad 120 teve início em 1994 e foi finalizada em 1996. Suas principais tecnologias eram a capacidade de "ler" a caligrafia do usuário, editar textos de forma intuitiva, circular textos que devia ser destacados, usar símbolos para fazer marcações e corretor de ortografia.

Fechar

 

imagem52

imagem52

CADERNETA DE CAMPO ELETRONICA- MESSAGE PAD 2000

Fabricante / origem: Apple/ Estados Unidos
Data: década de 1990
Dimensões: 12 cm de largura x 21 cm de altura x 2 cm de profundidade (fechado).
Material: plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/123
Uso: Equipamento utilizado para registro de dados em pesquisa de campo. Os dados armazenados no aparelho eram passados para um programa de computador chamado Elcen.
Curiosidade: Foi utilizado pela EMBRAPA no final da década de 1990 como uma ferramenta de escrita e armazenamento de dados e pesquisas de campo. O message pad veio para substituir as cadernetas de campo de papel. Message pad foi à primeira série de assistente digital desenvolvida pela Apple. O aparelho usava a plataforma Newton OS importada do Japão. A produção de Message pad 200 teve início em 1997 e foi finalizada em 1998. Suas principais tecnologias eram a capacidade de "ler" a caligrafia do usuário, editar textos de forma intuitiva, circular textos, usar símbolos para fazer marcações e corretor ortográfico. O que o diferenciava das versões anteriores era o maior espaço de memória.

Fechar

 

Curiosidades

imagem53

imagem53

PLACA COMEMORATIVA CHINESE ACADEMY OF SCIENCE

Fabricante / origem: não identificado
Data: século XX
Dimensões: 16 cm de largura x 22 cm de altura x 8,0 cm de profundidade
Material: madeira envernizada e metal pintado
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/095
Uso: decorativo
Curiosidade: A Academia Chinesa de Ciências é a academia nacional de ciências naturais da República Popular da China. É uma instituição do Conselho de Estado da China. Ela está sediada em Pequim, com os institutos espalhados por todo o país. Foi fundada em Pequim em primeiro de novembro de 1949, foi criado para ser a força chinesa nas áreas de pesquisas incentivando seus cientistas a voltarem para seu país, treinando-os e alocando-os.

Fechar

 

imagem54

imagem54

CUBO DE ACRÍLICO

Fabricante / origem: não identificado
Data:
Dimensões: 5,5 cm de altura x 5,5 cm de largura x 5,5 cm de profundidade
Material: acrílico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/096
Uso: decorativo
Curiosidade: A national science foudation é uma agência governamental dos Estados Unidos que apoia a pesquisa e educação em ciência e engenharia. Teve inicio em 10 de maio de 1950 e atua até os dias atuais.

Fechar

 

imagem55

imagem55

VACA DOURADA

Fabricante / origem: China
Data: século XX
Dimensões: largura: 51 cm/ profundidade: 21 cm/ altura: 23 cm
Material: madeira e metal moldado e pintado
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/097
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem56

imagem56

ESCULTURA DE ELEFANTE

Fabricante / origem: Não identificado
Data: século XX
Dimensões: Base: 7,5 cm de comprimento x 6,0 cm de largura (formato oval)
Escultura: 13 cm de comprimento (em sua parte mais alta) x 7,5 cm de largura (escultura em formato oval).
Material: madeira
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/098
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem57

imagem57

PRÊMIO FINEP 2004

Fabricante / origem: não identificado
Data: 2004
Dimensões: 30 cm de altura x 15 cm de largura x 1 cm de profundidade (suporte de acrílico na parte de trás) 15 cm de altura x 15 cm de largura x 1 cm de profundidade ( suporte de acrílico na parte da frente) 7 cm de diâmetro x 23 cm de altura (luneta/ parte cilíndrica no centro)
Material: Acrílico e metal.
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/099
Uso: decorativo
Curiosidade: Este troféu é relativo ao prêmio FINEP de Inovação tecnológica de 2004. O Prêmio FINEP de Inovação foi criado em 1998 para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos e pessoas físicas, desenvolvidos no Brasil e já inseridos no mercado interno ou externo, a fim de tornar o País competitivo e plenamente desenvolvido por meio da inovação. As empresas, instituições e os inventores são aqueles que desenvolvem soluções em forma de produtos, processos, metodologias e/ou serviços novos ou significamente modificados. FONTE: http://premio.finep.gov.br/o-que-e-o-premio acesso em 02 de março de 2015.

Fechar

 

imagem58

imagem58

CERTIFICADO DA FUNDAÇÃO PETER MURANYI

Fabricante / origem: São Paulo/ Brasil
Data: 2004
Dimensões: 38 cm de largura x 30 cm de altura x 2,0 cm de profundidade
Material: papel/ impressão
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/100
Uso: decorativo/ comemorativo
Curiosidade: Criada em 1999, a Fundação Peter Muranyi tem por objetivo reconhecer e premiar trabalhos que, de forma inovadora, melhorem a qualidade de vida das populações em desenvolvimento. Este certificado pertenceu ao Doutor Francisco José Lima Aragão e ao Doutor Josias Corrêa de Farias, pela sua pesquisa "Obtenção de feijoeiro resistente ao vírus do mosaico dourado" emitida pela Fundação Peter Murámyi no ano de 2004, em São Paulo - Brasil, conforme as inscrições.

Fechar

 

imagem59

imagem59

PLACA AGENCY FOR AGRICULTURAL RESEARCH AND DEVELOPMENT. SCIENTIGIC EXCHANGE PROGRAME. INDONÉSIA.

Fabricante / origem: Indonésia
Data: século XX
Dimensões: 18 cm de largura x 20 cm de altura x 1 cm de profundidade
Material: Plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/101
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem60

imagem60

PLACA COMEMORATIVA EMBRAPA MILHO E SORGO

Fabricante / origem: Embrapa Milho e Sorgo/ sete lagoas- MG.
Data: 2005
Dimensões: 21 cm de largura x 4 cm de profundidade x 28 cm de altura
Material: metal/ inscrição
Modo de aquisição: Doação
Procedência:
Inventário: 2013/102
Uso: decorativo
Curiosidade: A Embrapa Milho e Sorgo é uma das 47 Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A Unidade de pesquisa foi implantada em 14 de fevereiro de 1976, aproveitando a infraestrutura existente do então Instituto de Pesquisa e Experimentação Agropecuária do Centro-Oeste (Ipeaco), no município de Sete Lagoas MG.

Fechar

 

imagem61

imagem61

QUADRO DE CEREJEIRA

Fabricante / origem: Não identificado
Data: século XX
Dimensões: 31 cm de largura x 25 cm de altura x 3 cm de profundidade.
Material: madeira, metal e tecido.
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/103
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem62

imagem62

QUADRO DA TAILÂNDIA

Fabricante / origem: Tailândia
Data: século XX
Dimensões: 24 cm de largura x 28 cm de altura x 3 cm de profundidade.
Material: madeira, tecido e metal.
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/104
Uso: decorativo
Curiosidade: Possui a inscrição ‘Wat Phra Kaeo thailand', que faz referência à Capela Real e ao Templo do Buda de Esmeralda, o templo mais sagrado da Tailândia.

Fechar

 

imagem63

imagem63

PRATO DECORATIVO

Fabricante / origem: não identificado
Data: século XX
Dimensões: 20 cm de diâmetro
Material: metal/ fundição
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/105
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem64

imagem64

QUADRO DA TAILÂNDIA

Fabricante / origem: Tailândia
Data: século XX
Dimensões: 14 cm de largura x 16 cm de comprimento x 1,5 cm de profundidade (com a moldura) 11 cm de largura x 13,5 cm de comprimento x 2,0 cm de profundidade (elevação na parte de trás do quadro).
Material: madeira, tecido, metal.
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/106
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem65

imagem65

PLACA DA ACADEMIA DE CIENCIAS DA CHINA

Fabricante / origem: China
Data: século XX
Dimensões: Estojo: 29 cm de largura x 10 cm de altura x 3 cm de profundidade (tampa). 29 cm de largura x 10 cm de altura x 2 cm de profundidade (caixa). 29 cm largura x 10 cm de altura x 5 cm de profundidade ( caixa + tampa).
Material: acrílico
Modo de aquisição: Doação
Procedência:
Inventário: 2013/107
Uso: decorativo
Curiosidade: A Academia Chinesa de Ciências é a academia nacional de ciências naturais da República Popular da China. É uma instituição do Conselho de Estado da China. Ela está sediada em Pequim, com os institutos espalhados por todo o país.Foi fundada em Pequim em primeiro de novembro de 1949, foi criado para ser a força chinesa nas áreas de pesquisas incentivando seus cientistas a voltarem para seu país, treinando-os e alocando-os.

Fechar

 

imagem66

imagem66

MEDALHA CATAS

Fabricante / origem: china
Data: século XX
Dimensões: 9 cm de diâmetro
Material: acrílico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/108
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem67

imagem67

MEDALHA COM ESTOJO AZUL

Fabricante / origem: não identificado
Data: século XX
Dimensões: 10 cm de diâmetro
Material: metal
Modo de aquisição: doação.
Procedência:
Inventário: 2013/109
Uso: decorativo
Curiosidade: está escrito "ist semen optimum habeat"

Fechar

 

imagem68

imagem68

PLACA COMEMORATIVA COM RELÓGIO

Fabricante / origem: Research Institute I.R.IRAN
Data: século XX
Dimensões: 20 cm de largura x 22 cm de altura x 1 cm de profundidade
Material: metal
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/111
Uso: Decorativo/ comemorativo
Curiosidade:

Fechar

 

imagem69

imagem69

QUADRO DE SELOS

Fabricante / origem: Casa da Moeda do Brasil
Data: década de 1980
Dimensões: 30 cm de altura x 20 cm de largura x 2 cm de profundidade
Material: papel
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/112
Uso: decorativo
Curiosidade: A Casa da Moeda do Brasil (CMB) foi fundada em 8 de março de 1694 pelo rei de Portugal D. Pedro II, em Salvador, com o objetivo de atender a demanda de fabricação de moedas no país.Há mais de 300 anos a empresa pública é responsável pela produção do meio circulante brasileiro e de outros produtos de segurança, como passaportes com chips e selos fiscais. A qualidade da Casa da Moeda na impressão de selos postais foi reconhecida internacionalmente pelo site StampNews.com, que publicou recentemente a classificação dos 10 selos mais extraordinários no mundo em 2010. A Casa da Moeda aparece duas vezes na lista. Em 9º lugar, com a impressão do selo Morcegos no Brasil, que retrata as quatro espécies de morcegos existentes no país com as características de seus ambientes naturais. O outro selo que aparece na relação é o que homenageou o centenário do Corinthians, impresso em tecido sintético e bordado com aplicação de tinta luminescente invisível, que ocupa a 10ª posição no ranking.

Fechar

 

imagem70

imagem70

PRATO DECORATIVO DA CHINA

Fabricante / origem: China
Data: século XX
Dimensões: 20 cm de diâmetro
Material: plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/113
Uso: decorativo
Curiosidade: A universidade de Huazhong é uma das dez melhores universidades na China e tem sido aclamada como a personificação do desenvolvimento do ensino superior da China.

Fechar

 

Equipamento Médico e Laboratório

imagem71

imagem71

FUNIL DE BÜCHNER

Fabricante / origem: Chiarotti/ Brasil
Data: século XX
Dimensões: 16 cm x 11cm
Material: porcelana
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Nematologia
Inventário: 2013/001
Uso: é usado para extrato de cisto de nematoide.
Curiosidade: o funil de Büchner foi inventado pelo químico alemão Eduard Büchner (1860-1917), que recebeu o prêmio Nobel de Química em 1907 pela descoberta do processo de fermentação na ausência de células vivas. A família Chiarotti fundou em 1959 a Indústria de Porcelana Técnica Ltda. em Mauá, São Paulo, introduzindo no país a fabricação de produtos de porcelana para laboratórios.

Fechar

 

imagem72

imagem72

TUBO DE ENSAIO

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 20 cm
Material: vidro, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Nematologia
Inventário: 2013/002
Uso: serve para o plantio de sementes em meio de cultura e para colocar meios para testes bioquímicos. Curiosidade: o tubo de ensaio pode ser aquecido com movimentos circulares na chama do bico de Bunsen, uma fonte de calor destinada ao aquecimento de materiais não inflamáveis.

Fechar

 

imagem73

imagem73

FRASCO ÂMBAR

Fabricante / origem: Vidrolabor/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 25 cm x 13 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Nematologia
Inventário: 2013/003
Uso: destinado ao armazenamento/estoque de soluções sensíveis à luz.
Curiosidade: o frasco âmbar é muito utilizado em laboratórios e farmácias de manipulação para guardar substâncias que se decompõem em presença da luz, não precisando, portanto, ser guardado em ambientes ou armários escuros.

Fechar

 

imagem74

imagem74

KITASATOS

Fabricante / origem: Pyrex / EUA
Data: século XX
Dimensões: 24 cm x 13 cm e 19 cm x 10 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Nematologia
Inventário: 2013/004; 2013/011
Uso: utilizados no processo de filtração a vácuo, onde se acopla uma torneira na saída diminuindo a pressão interna e, assim, acelerando a filtração.
Curiosidade: o balão Kitasato é um tipo de vidraria de laboratório e deve seu nome ao bacteriologista japonês Shibasaburo Kitasato (1852-1931), descobridor do agente infeccioso da peste bubônica (1894).

Fechar

 

imagem75

imagem75

ERLENMEYER

Fabricante / origem: Kimax/EUA
Data: século XX
Dimensões: 14 cm x 7,5 cm
Material: vidro, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/005
Uso: é usado para preparar e guardar soluções, além de ser utilizado também em dissoluções de substâncias, reações químicas, titulações e filtrações.
Curiosidade: o balão Erlenmeyer foi inventado pelo químico alemão Emil Erlenmeyer (1825-1909). Sua criação surgiu da necessidade de um frasco onde fosse mais fácil agitar soluções sem derramar e acabou, por seu formato, possibilitando uma perda menor por evaporação, tornando-o um dos equipamentos mais populares nos laboratórios de química.

Fechar

 

imagem76

imagem76

PIPETA VOLUMÉTRICA

Fabricante / origem: Roni-Alzi/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 33 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/006
Uso: permite a medição ou transferência de volumes precisos de líquidos.
Curiosidade: em 1795, o farmacêutico francês François Descroizilles (1751-1825) publicou sua pesquisa sobre titulações volumétricas. Neste trabalho, aparece pela primeira vez a descrição de um tubo de vidro graduado utilizado para a medida de volumes. A empresa Roni-Alzi está há mais de 30 anos no mercado brasileiro produzindo vidros científicos.

Fechar

 

imagem77

imagem77

PIPETA GRADUADA

Fabricante / origem: Pyrex / EUA
Data: século XX
Dimensões: 34 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/007
Uso: permite a medição ou transferência de volumes precisos de líquidos.
Curiosidade: a produção de vidraria com parede fina para laboratório começou no século XIX. Por volta de 1915, a empresa americana Corning Glass Works passou a produzir vidro de borossilicato, resistente ao calor e aos químicos, sob a marca registrada Pyrex. A pipeta graduada possui uma escala para medir volumes variáveis e uma ou duas listras em suas extremidades superiores que permitem sua classificação em totais ou parciais. Nas parciais não se descarta a última gota. Já nas totais a gota final deve ser descartada.

Fechar

 

imagem78

imagem78

PIPETA GRADUADA

Fabricante / origem: Pyrex / EUA
Data: século XX
Dimensões: 43 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/008
Uso: permite a medição ou transferência de volumes precisos.
Curiosidade: a produção de vidraria com parede fina para laboratório começou no século XIX. Por volta de 1915, a empresa americana Corning Glass Works passou a produzir vidro de borossilicato, resistente ao calor e aos químicos, sob a marca registrada Pyrex. Esta pipeta possui uma escala para medir volumes variáveis e uma ou duas listras em suas extremidades superiores que permitem sua divisão em parciais ou totais. Nas parciais não se descarta a última gota. Já nas totais a gota final deve ser descartada.

Fechar

 

imagem79

imagem79

PIPETA AUTOMÁTICA

Fabricante / origem: Eppendorf/Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 18,5 cm x 6,5 cm
Material: plástico, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/009
Uso: utilizada no manuseio de líquidos de maneira precisa e repetida, permitindo diversas pipetagens em curto espaço de tempo.
Curiosidade: esta pipeta foi a primeira a ser utilizada no laboratório de repetição. A Eppendorf é uma empresa da área de biociências que desenvolve e vende instrumentos, consumíveis e serviços para manuseio de líquidos, amostras e células em laboratórios em todo o mundo.

Fechar

 

imagem80

imagem80

SERINGA DE INJEÇÃO

Fabricante / origem: Ômega / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 10 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/010
Uso: utilizada para inocular bactérias em plantas.
Curiosidade: a seringa hipodérmica foi criada, em prata, pelo médico ortopedista francês Charles Pavraz (1791-1853), em 1841. Ela possibilitava injetar os remédios, antes tomados por via oral, diretamente no organismo. Em 1869, o inglês Georg Amathus Luer fabricou a primeira seringa de vidro.

Fechar

 

imagem81

imagem81

BALÕES VOLUMÉTRICOS

Fabricante / origem: Quimex / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 25 cm x 7 cm e 20 cm x 5,5 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/012 e 2013/013
Uso: utilizados no preparo de soluções (confecções de eletroforese) e titulações em laboratório.
Curiosidade: o balão volumétrico possui um traço de aferição no gargalo, pode ter volumes entre 5 ml e 10 ml e ser feito em vidro borossilicato ou polipropileno.

Fechar

 

imagem82

imagem82

PIPETA AUTOMÁTICA

Fabricante / origem: Brand/Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 21 cm
Material: plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/025
Uso: utilizada no manuseio de líquidos de maneira precisa e repetida, permitindo diversas pipetagens em curto espaço de tempo.
Curiosidade:

Fechar

 

imagem83

imagem83

CAIXA COM LÂMINAS DE DEUTEROMYCETES

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 9 cm x 7 cm x 4 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Micologia
Inventário: 2013/032
Uso: estas foram as primeiras lâminas de pesquisa utilizadas no Laboratório de Micologia pela pesquisadora Dra. Arailde Urben.
Curiosidade: os Deuteromycetes são fungos que produzem esporos assexuais ou conídios, que se desenvolvem em micélios septados. Há cerca de 25.000 espécies de deuteromicetos, alguns muito importantes na medicina e na indústria.

Fechar

 

imagem84

imagem84

BANHO-MARIA

Fabricante / origem: Ética/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 48,5 cm x 28 cm x 19 cm
Material: metal, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Nematologia
Inventário: 2013/038
Uso: serve para aquecer amostras para análises laboratoriais.
Curiosidade: banho-maria é um equipamento para laboratório aplicado em análises que necessitam de amostras aquecidas, seja como preparação ou etapa do procedimento. Também conhecido como banho termostático, propicia o aquecimento de amostras de forma lenta e gradual.

Fechar

 

imagem85

imagem85

AFIADOR DE LÂMINAS

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 25 cm x 5 cm x 1,5 cm
Material: pedra esmeril
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/ 041
Uso: utilizada para afiar a navalha que efetuava cortes citológicos de plantas.
Curiosidade: o esmeril é uma pedra muito dura que consiste basicamente de óxido de alumínio e minerais como a magnetita. Usado para afiar facas e outros instrumentos cortantes, apresenta formatos variados, do quadrado ao redondo.

Fechar

 

imagem86

imagem86

AFIADOR DE LÂMINAS

Fabricante / origem: R. Jung AG Heidelberg / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 37 cm x 5 cm x 18 cm
Material: madeira, metal, couro, espuma, plástico.
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/042
Uso: utilizado para afiar navalhas para o corte citológico de plantas.
Curiosidade: a tira de couro é muito útil para afiar lâminas de barbear, facas e outras ferramentas, sendo usada após a afiação na pedra de amolar, melhorando a suavidade dos fios de navalha.

Fechar

 

imagem87

imagem87

FRASCO

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 33 cm x 17 cm x 7 cm
Material: vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/043
Uso: armazenar soro.
Curiosidade: nos frascos transparentes são colocadas soluções que não se decompõem em presença da luz.

Fechar

 

imagem88

imagem88

TELA PARA CASAS DE VEGETAÇÃO

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 35 cm x 22,5 cm x 1 cm
Material: metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/044
Uso: as telas eram componentes das Casas de Vegetação para evitar a entrada e saída de insetos, ácaros e a contaminação.
Curiosidade: a Casa de Vegetação é uma estrutura coberta e abrigada com materiais transparentes (vidro ou plástico) para proteção das plantas ali cultivadas.

Fechar

 

imagem89

imagem89

CAIXA PARA ARMAZENAR CATGUTS

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 27 cm x 19 cm x 14 cm
Material: metacrilato, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Dr. Teodoro Romano Vaske
Inventário: 2013/088
Uso: embalagem para recipientes com catguts.
Curiosidade: esta caixa foi imaginada pelo Dr. Teodoro Romano Vaske, médico veterinário da Embrapa, para embalagem e transporte de recipientes com linhas de diferentes espessuras, denominadas catguts, destinadas a realizar suturas de acordo com o tipo de animal. O catgut é uma fibra natural elástica e tenaz preparada com uma parte dos intestinos de animais como o carneiro ou o boi, por exemplo. Uma de suas aplicações é a sutura cirúrgica, pois a fibra é reabsorvida pelo organismo quando a cicatrização já está completa.

Fechar

 

Fotografias

imagem90

imagem90

RETRATO DE DALMO GIACOMETTI

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 41 cm x 31 cm
Material: papel, vidro, Duratex, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/061
Uso: comunicação
Curiosidade: Dalmo Catauli Giacometti foi Chefe-Geral do Cenargen de 1976 a 1985. Destacam-se em sua gestão a inauguração do Prédio de Conservação de Recursos Genéticos, planejado e construído para armazenar germoplasma vegetal na forma de sementes in vitro, e germoplasma animal na forma de sêmen congelado e embriões em nitrogênio líquido. Além disso, sua gestão destacou-se também pela construção do Prédio da Quarentena de Germoplasma, com vários laboratórios para análise das espécies vegetais introduzidas no país.

Fechar

 

imagem91

imagem91

RETRATO DE JAIRO SILVA

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 40,5 cm x 30,7 cm
Material: papel, vidro, Duratex, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/062
Uso: comunicação
Curiosidade: Jairo Silva foi Chefe-Geral do Cenargen de julho de 1985 a junho de 1989. Em sua gestão houve o fortalecimento da Rede Nacional de Recursos Genéticos para ampliação da cooperação com as unidades descentralizadas da Embrapa e outros parceiros federais e estaduais. Além disso, houve o incremento do enriquecimento da variabilidade genética disponível pelo estímulo às atividades de introdução e coleta de germoplasma.

Fechar

 

imagem92

imagem92

RETRATO DE MARCIO DE MIRANDA SANTOS

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 40,7 cm x 30,6 cm
Material: papel, vidro, Duratex, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/063
Uso: comunicação
Curiosidade: Marcio de Miranda Santos foi Chefe-Geral do Cenargen de 1991 a 1995. Sua gestão destacou-se pela criação do Banco Brasileiro de Germoplasma Animal com o objetivo de reunir in vivo e in vitro uma amostragem de populações animais para a pesquisa, conservação e multiplicação, principalmente daqueles em perigo de extinção. Além disso, promoveu a estruturação da primeira rede informatizada de documentação e informação de recursos genéticos que fortaleceu a interação da Unidade com institutos de âmbito nacional e internacional.

Fechar

 

imagem93

imagem93

RETRATO DE LUIZ ANTONIO BARRETO DE CASTRO

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 40,8 cm x 30,7 cm
Material: papel, vidro, Duratex, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/064
Uso: comunicação
Curiosidade: Luiz Antonio Barreto de Castro foi Chefe-Geral do Cenargen de 2000 a 2004. Sua gestão primou pelo apoio ao desenvolvimento de tecnologias da reprodução animal que resultaram no nascimento do primeiro bovino clonado da América Latina, a fêmea da raça Simental, "Vitória da Embrapa". Também se destacou pela inauguração do prédio específico para manutenção das câmaras frias de conservação de germoplasma, que conservam mais de 100 mil amostras de sementes de importância socioeconômica para garantir a segurança alimentar das futuras gerações.

Fechar

 

imagem94

imagem94

RETRATO DE RENATO RUSCHEL

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 41 cm x 30,5 cm
Material: papel, vidro, Duratex, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/065
Uso: comunicação
Curiosidade: Renato Ruschel foi o primeiro Chefe-Geral do Cenargen, de 16/05/1975 a 13/01/1976. Em sua gestão foi criado o Sistema Nacional de Bancos de Germoplasma da Embrapa, iniciativa precursora do estabelecimento da rede nacional hoje dedicada ao enriquecimento, conservação, caracterização e uso de germoplasma no Brasil. Além disso, houve o planejamento e promoção de ações visando ampliar a equipe e adequar a infraestrutura do Centro Nacional de Recursos Genéticos.

Fechar

 

imagem95

imagem95

RETRATO DE DALMO GIACOMETTI

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 44,5 cm x 36,5 cm
Material: papel, vidro, metal dourado
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/066
Uso: comunicação
Curiosidade: Dalmo Catauli Giacometti foi Chefe-Geral do Cenargen de 1976 a 1985. Destacam-se em sua gestão a inauguração do Prédio de Conservação de Recursos Genéticos, planejado e construído para armazenar germoplasma vegetal na forma de sementes in vitro, e germoplasma animal na forma de sêmen congelado e embriões em nitrogênio líquido. Além disso, sua gestão destacou-se também pela construção do Prédio da Quarentena de Germoplasma, com vários laboratórios para análise das espécies vegetais introduzidas no país.

Fechar

 

imagem96

imagem96

RETRATO DE ASSIS ROBERTO DE BEM

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 44,4 cm x 37 cm
Material: papel, vidro, metal dourado
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/067
Uso: comunicação
Curiosidade: Assis Roberto de Bem foi pesquisador da Embrapa/ Cenargen. Responsável pela introdução no Brasil da técnica de micromanipulação de embriões bovinos, nos anos 1980. Em 1986 nasceram os primeiros bezerros da América do Sul oriundos dessa técnica, animais da raça Indubrasil Vermelho.

Fechar

 

imagem97

imagem97

RETRATO DE EDUARDO ALBERTO VILELA MORALES

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 41 cm x 37 cm
Material: papel, vidro, Duratex, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/068
Uso: comunicação
Curiosidade: Eduardo Vilela Morales foi Chefe-Geral do Cenargen de 1989 a 1991. Sua gestão destacou-se pelo estabelecimento do primeiro quadro de recursos humanos para atender à missão do Centro Nacional de Recursos Genéticos e Biotecnologia, além da coordenação do primeiro concurso público. Consolidou-se também a mudança organizacional do Cenargen que passou de Centro Nacional de Recursos Genéticos e Biotecnologia para Centro Nacional de Pesquisa em Recursos Genéticos e Biotecnologia, integrando o grupo de centros de pesquisa da Embrapa.

Fechar

 

imagem98

imagem98

RETRATO DE AFONSO CELSO VALOIS

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 41 cm x 30,8 cm
Material: papel, vidro, Duratex, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Auditório Central
Inventário: 2013/069
Uso: comunicação
Curiosidade: Afonso Celso Valois foi Chefe-Geral do Cenargen de 1995 a 1999. Em sua gestão foi inaugurado, em 1996, o prédio da Biotecnologia, no qual são realizadas pesquisas de ponta nas áreas de engenharia genética, reprodução animal e genômica. Ainda em 1996 foi criado o evento anual "Talento Estudantil", com o objetivo de valorizar a atividade de pesquisa de estagiários, bolsistas e estudantes de graduação e pós-graduação, orientados por pesquisadores e técnicos da Unidade.

Fechar

 

imagem99

imagem99

PORTA RETRATO INTERNATIONAL CONFERENCE AND PROGRAME FOR PLANT GENETIC RESOURCES (ICPPGR)

Fabricante / origem: não identificado
Data: século XX
Dimensões: 15 cm de largura x 10 cm de altura x 2 cm de profundidade
Material: Papel, vidro e madeira
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2013/110
Uso: decorativo
Curiosidade:

Fechar

 

Máquinas Fotográficas

imagem100

imagem100

CÂMERA FOTOGRÁFICA

Fabricante / origem: Leitz/Portugal, Canadá
Data: século XX
Dimensões: 8,5 cm x 14 cm x 9,5 cm
Material: metal, vidro, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Setor de Controle Biológico/ Núcleo de Comunicação Empresarial
Inventário: 2013/021
Uso: usada de início para fotografar células, fungos, ácaros e outros trabalhos de pesquisa. Posteriormente, passou a registrar os eventos do Cenargen.
Curiosidade: o nome Leica é uma abreviatura de "Leitz camera". Sua origem remonta ao cinema. Em 1913, Oscar Barnack, funcionário da empresa de ótica Leitz construiu uma câmera para testar película cinematográfica, retomando sua pesquisa no pós-guerra. Em 1923, foram produzidos 31 exemplares do modelo. A partir de então, por ser pequena e fácil de usar, foi copiada por fabricantes de todo o mundo. Essa câmera icônica garantiu, graças a fotógrafos como Cartier-Bresson, algumas das melhores imagens do século XX.

Fechar

 

imagem101

imagem101

MÁQUINA FOTOGRÁFICA OLYMPUS

Fabricante / origem: Olympus/ Japão
Data: século XX
Dimensões: 12 cm de largura x 7 cm de altura x 3 cm de profundidade
Material: plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/124 a
Uso: Utilizado por pesquisadores da EMBRAPA para fazer registro fotográfico das pesquisas de campo
Curiosidade: A máquina fotográfica Olympus foi utilizada por pesquisadores da EMBRAPA entre a década de 90 e inicio de 2000 para registro fotográfico das pesquisas de campo. Suas principais características são o tamanho compacto, o foco preciso e o flash apurado. A série Olympus [mju] começou a ser produzida em 1991 e teve sua produção continuada por 10 anos.

Fechar

 

imagem102

imagem102

MÁQUINA FOTOGRÁFICA YASHICA

Fabricante / origem: Yashica/ Japão
Data: década de 1980
Dimensões: 13,5 cm de largura x 7 cm de altura x 3,5 cm de profundidade
Foco/ zoom: 9,0 cm de comprimento x 9,0 cm de diâmetro
Material: plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/125 A
Uso: Utilizada por pesquisadores da EMBRAPA para fazer registro fotográfico das pesquisas de campo
Curiosidade: As maquinas fotográficas foram utilizadas na EMBRAPA até meados de 2006 para registro fotográfico de pesquisas de campo. Foram gradativamente sendo substituídas pelas máquinas digitais e pelas câmeras de celulares. É uma câmera muito popular lançada em 1984. Era uma câmera compacta e leve. Yashica é uma empresa japonesa de manufatura de câmeras com sede em Hong Kong fundada em dezembro de 1949.

Fechar

 

imagem103

imagem103

CÂMERA PENTAX

Fabricante / origem: Pentax/ Japão
Data: segunda metade do século XX
Dimensões: 13,5 cm de largura x 7 cm de altura x 3 cm de profundidade
Lente/ zoom: 8 cm de comprimento x 5 cm de diâmetro
Material: plástico, vidro.
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/126
Uso: Utilizada por pesquisadores da EMBRAPA para registro fotográfico de pesquisa de campo
Curiosidade: As câmeras fotográficas analógicas foram utilizadas pela EMBRAPA até meados de 2006 para registro da pesquisa de campo. Foram gradativamente substituídas pelas câmeras digitais e câmeras de celulares. A Pentax foi uma empresa de lentes ópticas que produzia câmeras fotográficas e aparelhos ópticos como binóculos, telescópios e microscópios. A Pentax foi fundida com a Hoya corporation em 2008

Fechar

 

Medição, Registro, Observação

imagem104

imagem104

MICROSCÓPIO ÓPTICO

Fabricante / origem: C. Reichert / Viena, Áustria
Data: 1913
Dimensões: 32 cm x 12,5 cm
Material: bronze, espelho
Modo de aquisição: doação
Procedência: Centro Experimental Fazenda Sucupira
Inventário: 2013/016
Uso: utilizado provavelmente para analisar amostras de sêmens de touros.
Curiosidade: o microscópio teria sido inventado por volta de 1590 por Hans Janssen e seu filho Zacharias, dois holandeses fabricantes de óculos. No entanto, o primeiro a fazer observações microscópicas de Material biológico (embriões de plantas, glóbulos vermelhos do sangue) foi o cientista holandês Antonie van Leeuwenhoek (1632-1723). A ele é atribuída a descoberta dos microrganismos.

Fechar

 

imagem105

imagem105

MICROSCÓPIO ÓPTICO

Fabricante / origem: Carl Weiss / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 31,5 cm x 19 cm
Material: metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Campo Experimental Fazenda Sucupira
Inventário: 2013/017
Uso: analisar amostras de sêmens de touros das raças naturalizadas ameaçadas de extinção, para dar início à formação do Banco de Germoplasma Animal do Cenargen, nos anos 1980.
Curiosidade: Este microscópio foi utilizado pelo médico veterinário Dr. Teodoro Romano Vaske, em suas pesquisas na Embrapa. Em 1846, o físico alemão Carl Weiss (1816-1888) funda uma fábrica para ótica e mecânica de precisão em Jena, Alemanha, iniciando a construção de microscópios simples em 1847. Ele 1857, ele vende seu primeiro microscópio composto.

Fechar

 

imagem106

imagem106

MICROSCÓPIO MICROMANIPULADOR

Fabricante / origem: The Micromanipulator Microscope Company Inc. / EUA
Data: século XX
Dimensões: 11 cm x 45 cm x 32 cm
Material: metal, madeira, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Campo Experimental Fazenda Sucupira
Inventário: 2013/019
Uso: utilizado para experimentos com bipartição de embriões tendo por objetivo produzir animais gemelares. Essa tecnologia foi desenvolvida e divulgada na Embrapa com o nascimento, em 1986, dos animais monozigóticos da raça zebuína Indubrasil Vermelho.
Curiosidade: este equipamento foi utilizado pelo Dr. Assis Roberto de Bem, que trouxe essa tecnologia da Europa, em 1984, e por ele doado, na época, com o objetivo de montar um museu na Fazenda Sucupira.

Fechar

 

imagem107

imagem107

MICROSCÓPIO ÓPTICO

Fabricante / origem: Carl Weiss / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 49,5 cm x 31 cm
Material: metal, vidro, borracha, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal/Unidade Laboratorial de Micologia
Inventário: 2013/020
Uso: este microscópio foi utilizado nas análises fitossanitárias, para a identificação morfológica de fungos detectados em germoplasma vegetal importado.
Curiosidade: por meio deste microscópio ocorreu o enriquecimento genético seguro, livre de pragas exóticas.

Fechar

 

imagem108

imagem108

NORMÓGRAFO N. 14

Fabricante / origem: Trident / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 23 cm x 4 cm
Material: plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificado
Inventário: 2013/022
Uso: utilizado no desenho técnico como molde para possibilitar uma escrita fácil e perfeita em qualquer posição.
Curiosidade: o normógrafo vazado foi muito utilizado nos escritórios de Engenharia e Arquitetura, antes do advento da computação gráfica e dos sistemas CAD.

Fechar

 

imagem109

imagem109

RÉGUA ESCALA

Fabricante / origem: Archimedes / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 32 cm x 4,5 cm
Material: plástico, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificada
Inventário: 2013/023
Uso: desenho técnico
Curiosidade: a Archimedes Material Técnico S. A., empresa sediada no Rio de Janeiro, fabrica réguas de cálculo desde 1943.

Fechar

 

imagem110

imagem110

ESTOJO DE COMPASSO

Fabricante / origem: Kern / Suíça
Data: século XX
Dimensões: 28,5 cm x 12 cm
Material: plástico, metal, veludo
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificada
Inventário: 2013/024
Uso: desenho técnico.
Curiosidade: compasso é um instrumento de desenho que serve para desenhar arcos de circunferência, construir um hexágono ou achar o centro de uma circunferência. O compasso parabólico que conhecemos hoje foi inventado por Leonardo da Vinci. A indústria de compassos Kern, fundada por Jakob Kern em 1818, em Aarau, na Suíça, tornou-se logo reconhecida em toda a Europa pela alta precisão de seus instrumentos.

Fechar

 

imagem111

imagem111

ESTOJO DE NORMÓGRAFO

Fabricante / origem: Trident / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 40 cm x 14 cm
Material: metal, veludo
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificada
Inventário: 2013/026
Uso: desenho técnico.
Curiosidade: um conjunto de normógrafo é formado geralmente por uma "aranha" (instrumento de alumínio e plástico dotado de agulha, guia e fixador de pena) e pelas réguas ranhuradas (com sulco, onde a agulha da "aranha" passa), transferindo para o papel o tipo de letra escolhido. A Trident é a maior e mais completa indústria de artigos para desenho técnico do Brasil. No mercado há mais de 50 anos, exporta seus produtos para mais de 30 países.

Fechar

 

imagem112

imagem112

BÚSSOLA

Fabricante / origem: Geodetic/EUA
Data: século XX
Dimensões: 7 cm x 8 cm x 2,8 cm
Material: metal, espelho
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificada
Inventário: 2013/027
Uso: orientação e navegação.
Curiosidade: a palavra bússola é de origem italiana e significa "pequena caixa". Os chineses foram os primeiros a magnetizar agulhas e as primeiras bússolas foram utilizadas no mar por volta do ano de 850. A invenção expandiu-se pelo mundo por meio de astrônomos e cartógrafos.

Fechar

 

imagem113

imagem113

ESTOJO DE NORMÓGRAFO

Fabricante / origem: Leroy II / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 40, 5 cm x 16 cm x 6 cm
Material: plástico, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificada
Inventário: 2013/028
Uso: desenho técnico.
Curiosidade: um normógrafo é constituído de três acessórios: a régua com sulco, o normógrafo (ou "aranha") e a pena. Este estojo pertenceu anteriormente à Fundação Zoobotânica.

Fechar

 

imagem114

imagem114

ESTOJO DE RÉGUAS DE CURVA FRANCESA

Fabricante / origem: Desetec / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 37 cm x 14 cm X 16 cm
Material: madeira, acrílico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/029
Uso: utilizado para desenhos de nematoides e desenho técnico.
Curiosidade: curvas francesas são gabaritos de acrílico transparentes destinados ao traçado de curvas irregulares. São constituídas de uma combinação variada de partes de elipses e outras curvas matemáticas.

Fechar

 

imagem115

imagem115

EQUIPAMENTO PARA ELETROFORESE

Fabricante / origem: EC Apparatus Corporation / EUA
Data: século XX
Dimensões: 34,2 cm x 27,5 cm x 20 cm (cuba)
Material: metal, fibra de vidro, metacrilato, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/030
Uso: utilizado para preparar eletroforese em gel de agarose.
Curiosidade: eletroforese em gel é uma técnica de separação de moléculas que envolve a migração de partículas em um determinado gel durante a aplicação de uma diferença de potencial. As moléculas são separadas de acordo com o seu tamanho, pois as de menor massa irão migrar mais rapidamente que as demais. A eletroforese é geralmente utilizada para separar proteínas e moléculas de DNA e RNA.

Fechar

 

imagem116

imagem116

BALANÇA GRANITÁRIA

Fabricante / origem: Marte / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 25,5 cm x 13,5 cm x 6 cm
Material: madeira, metal branco
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Biotecnologia
Inventário: 2013/031
Uso: medir massas (medicamentos, grãos etc.).
Curiosidade: este modelo, conhecido como balança de Roberval, caracterizado pela presença de dois pratos sustentados por uma haste, é baseado no equilíbrio das alavancas, avaliando o peso relativo dos corpos e da sua massa. É usado, sobretudo, no comércio não sendo rigorosamente justa e sensível. Deve seu nome a Gilles de Roberval, matemático e físico francês, que apresentou seu invento na Academia Francesa de Ciências, em 1669.

Fechar

 

imagem117

imagem117

TERMOCICLADOR PARA DESNATURACAO

Fabricante / origem: MJ Research Inc. / EUA
Data: século XX
Dimensões: 28 cm x 24 cm x 25 cm
Material: metal, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/033
Uso: análise e duplicação de DNA.
Curiosidade: o termociclador é um equipamento de polimerase (PCR) especialmente desenvolvido para o ensino e fácil de usar. Com ele, pode-se ampliar o DNA de inúmeras fontes, inclusive de fios de cabelo. Este equipamento pertenceu à Fundação Dalmo Giacometti e foi utilizado pela pesquisadora Ana Ciampi.

Fechar

 

imagem118

imagem118

TERMOCICLADOR PARA DESNATURAÇÃO

Fabricante / origem: Perkin Elmer / EUA
Data: século XX
Dimensões: 62 cm x 51,5 cm x 30,5 cm
Material: metal, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/034
Uso: análise / duplicação de DNA.
Curiosidade: o termociclador é um equipamento de polimerase (PCR) especialmente desenvolvido para o ensino e fácil de usar. Com ele, pode-se ampliar o DNA de inúmeras fontes, inclusive de fios de cabelo.

Fechar

 

imagem119

imagem119

SEQUENCIADOR AUTOMÁTICO DE DNA

Fabricante / origem: ABI Applied Biosystems / EUA
Data: século XX / anos 1990
Dimensões: 73 cm x 48 cm x 83 cm
Material: metal, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Genética Vegetal
Inventário: 2013/035
Uso: sequenciamento de DNA.
Curiosidade: o sequenciador automático ABI377 foi o primeiro sequenciador de DNA deste modelo comprado pelo Brasil e o segundo sequenciador no país (após o modelo 373, comprado pela Fiocruz) e o primeiro do sistema Embrapa. Foi adquirido em 1996 com recursos captados pelo pesquisador Dr. Dario Grattapaglia, no âmbito dos projetos de pesquisa sob sua coordenação, a saber: 1) integração da genômica no melhoramento do eucalipto; 2) análise genética de populações naturais de espécies florestais dos principais biomas brasileiros. Este equipamento permitiu o desenvolvimento pioneiro de marcadores moleculares, a construção de mapas genéticos e localização de regiões genômicas de importância econômica para espécies de eucalipto, arroz e amendoim. E colocou, pela primeira vez, na literatura mundial estudos caracterizando a diversidade, estrutura e fluxo gênico de populações naturais de mogno, pau-brasil, cedro e pequizeiro, entre outros. Além disso, teve importante papel no treinamento de diversos mestres e doutores que passaram pelo Laboratório, entre 1996 e 2002, e que hoje são pesquisadores no Brasil e no exterior.

Fechar

 

imagem120

imagem120

LEITOR DE GEL "EAGLE EYE II"

Fabricante / origem: Stratagene / EUA
Data: anos 1990
Dimensões: não identificadas
Material: metal, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Controle Biológico/Laboratório de Nematologia
Inventário: 2013/036
Uso: este equipamento foi utilizado pelos laboratórios de Virologia, Bacteriologia e Micologia para registro de experimentos de caracterização do Material genético de agentes microbianos de insetos por meio de técnicas de biologia molecular.
Curiosidade: este equipamento é composto por uma câmara fotográfica acoplada a uma câmara escura e a um computador. Os programas inclUsos permitem ao usuário visualizar em tempo real as suas imagens bem como controlar os tempos de exposição, parâmetros de intensidade e seu brilho. Os registros realizados por esse fotodocumentador auxiliaram na publicação de inúmeros trabalhos produzidos pelo grupo de trabalho de Controle Biológico do Cenargen.

Fechar

 

imagem121

imagem121

BALANÇA HECTOLÍTRICA

Fabricante / origem: Marte Balanças e Aparelhos de Precisão Ltda. / Brasil
Data: 1981
Dimensões: 30 cm x 18 cm x 11 cm
Material: madeira, metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificada
Inventário: 2013/039
Uso: utilizada para determinar o peso hectolítrico (específico em PH) de grãos de trigo, aveia, cevada e centeio.
Curiosidade: este tipo de balança é muito usado em laboratórios de Física.

Fechar

 

imagem122

imagem122

CÂMERA PARA MICROFOTOGRAFIA

Fabricante / origem: Zeiss Icon / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 17 cm x 10 cm x 8 cm
Material: metal
Modo de aquisição: Doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/045
Uso: era utilizada com microscópio para fotografar os microrganismos.
Curiosidade: pouco se conhece sobre esse tipo de câmera utilizada com microscópio, oferecida somente em catálogos científicos e oftalmológicos. Marcadas "Zeiss Icon" no alto, não têm modelo identificado, nem número de série. As Datas de produção e as quantidades também são desconhecidas.

Fechar

 

imagem123

imagem123

BALANÇA DE UM PRATO

Fabricante / origem: Record / Brasil
Data: século XX
Dimensões: 40 cm x 11,5 cm x 15 cm
Material: metal
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena vegetal
Inventário: 2013/ 048
Uso: foi utilizada para pesar sementes vindas do exterior para o Cenargen.
Curiosidade: a balança é um dos instrumentos de medida mais antigos, Datando de aproximadamente 7 mil anos. As mais primitivas consistiam de um travessão com um eixo central, tendo um prato em cada extremidade. Em um deles se colocava uma peça de peso padrão e no outro, o objeto a ser pesado. Quando se estabelecia o equilíbrio, estava conhecido o peso do objeto.

Fechar

 

imagem124

imagem124

TERMÓGRAFO

Fabricante / origem: Thies, Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 27 cm x 13 cm x 21 cm
Material: metal, vidro, papel
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/049
Uso: utilizado na medição de temperatura de ambientes, como laboratórios e casas de vegetação.
Curiosidade: Este equipamento tem em seu interior um cilindro giratório (por meio de um mecanismo de corda, semelhante à de um relógio), com papel milimetrado onde é registrada a temperatura de uma semana, através de uma agulha com tinta fixada numa haste de aço. O registro ocorre de duas em duas horas. O funcionamento é através de um anel feito de uma liga especial, que é ligado à agulha. De acordo com a temperatura, o anel se comprime ou se expande, influenciando no movimento da agulha e registrando a temperatura. A empresa Adolf Thies está sediada na cidade de Götingen, Alemanha, e exporta seus produtos para todo o mundo, sendo especializada em aparelhos de medição ambiental, sob o nome "Thies Clima", há mais de 60 anos.

Fechar

 

imagem125

imagem125

HIGROTERMÓGRAFO

Fabricante / origem: Dr. A. Müller / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 31,5 cm x 14, 5 cm x 28 cm
Material: metal, vidro, papel, fios de cabelo
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/055
Uso: registrar a umidade relativa do ar e a temperatura em laboratórios e casas de vegetação.
Curiosidade: a maioria dos higrotermógrafos usa um feixe de cabelos para a medição da umidade relativa e um dispositivo bimetálico para a de temperatura. Eles são fixados a canetas que registram as mudanças em um gráfico de papel. As cordas dilatam-se e esticam-se de acordo com a temperatura.

Fechar

 

imagem126

imagem126

BALANÇA DE PRECISÃO

Fabricante / origem: Agram/ Brasil
Data: século XX
Dimensões: 42 cm x 21 cm x 47 cm
Material: madeira, metal, vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Quarentena Vegetal
Inventário: 2013/060
Uso: utilizada para pesagem de produtos químicos com a finalidade de fazer diagnóstico de doenças de plantas.
Curiosidade: este tipo de balança é muito sensível e serve para medir a massa de sólidos e líquidos não voláteis.

Fechar

 

imagem127

imagem127

HIGROTERMÓGRAFO

Fabricante / origem: Thies / Alemanha
Data: século XX
Dimensões: 27 cm x 14 cm x 27,5 cm
Material: metal, vidro, fios de cabelo
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Reprodução Animal
Inventário: 2013/070
Uso: utilizado para monitorar a umidade relativa e a temperatura da sala de criação de animais "Biotério", onde eram criados os camundongos destinados à coleta de embriões.
Curiosidade: a coleta de embriões permitiu desenvolver as técnicas de embriologia utilizadas até hoje em todo o Brasil, tais como: avaliação morfológica de embriões, congelamento de embriões etc.

Fechar

 

imagem128

imagem128

POTENCIÔMETRO

Fabricante / origem: The Superior Electric Co. / EUA
Data: século XX
Dimensões: 18 cm x 11 cm x 15 cm
Material: metal, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: não identificada
Inventário: 2013/071
Uso: fornecia energia de acordo com o equipamento, tendo como finalidade potencializar o vômito da larva.
Curiosidade: potenciômetro é um componente eletrônico com resistência elétrica ajustável. Trata-se de um tipo especial de resistor.

Fechar

 

imagem129

imagem129

MICROSCÓPIO ÓPTICO

Fabricante / origem: Nikon / Japão
Data: século XX
Dimensões: 30 cm x 37,5 cm x 42,5 cm
Material: metal, plástico, vidro.
Modo de aquisição: doação
Procedência: almoxarifado
Inventário: 2013/072
Uso: este microscópio era utilizado para pesquisas na Embrapa.
Curiosidade: fundada em 1917 por três fabricantes japoneses de óptica, a Nikon expandiu-se a partir de 1925, alcançando crescimento na área de microscopia. Nas décadas seguintes, novos produtos permitiram notáveis avanços. Exemplo disso foi a concepção dos primeiros bebês de proveta no Reino Unido (1978) e EUA (1980), com a ajuda de um microscópio Diaphot invertido Nikon.

Fechar

 

imagem130

imagem130

CENTRÍFUGA

Fabricante / origem: Incibras/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 40,5 cm x 23,5 cm x 57 cm
Material: metal, plástico, borracha.
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Transferência e Expressão de Genes
Inventário: 2013/081
Uso: foi usada no processo de deposição de DNA sobre micropartículas de tungstênio ou ouro. Essas partículas eram então aceleradas a cerca de 1.500 km/h para inserir genes em células vegetais, animais e de microrganismos.
Curiosidade:

Fechar

 

imagem131

imagem131

EQUIPAMENTO DE BIOBALÍSTICA COM BAIXA PRESSÃO DE GÁS HÉLIO (PIG)

Fabricante / origem: Precision Beeman Arm. Inc. / EUA
Data: século XX
Dimensões: 40,5 cm x 23,5 cm x 57 cm
Material: metal, metacrilato, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Transferência e Expressão de Genes
Inventário: 2013/082
Uso: esse equipamento foi usado para realizar experimentos de expressão heteróloga de genes em diversos tecidos de
plantas. Dessa forma, foi possível mostrar a funcionabilidade de diversos promotores e genes. Foi usado para transformar células em cultivo de banana e também nas primeiras tentativas de transformação genética de leguminosas.
Curiosidade: originalmente esse modelo usava uma espingarda na parte de cima, para gerar um fluxo de ar comprimido. Depois foi adaptado para que se usasse hélio com baixa pressão (até 100 psi). Tinha a desvantagem de acelerar as micropartículas a uma velocidade relativamente baixa, o que gerava uma baixa penetração no tecido. Além disso, o gás entrava em contato diretamente com o tecido, o que causava danos.

Fechar

 

imagem132

imagem132

EQUIPAMENTO DE BIOBALÍSTICA ELÉTRICO

Fabricante / origem: não identificado/Brasil
Data: século XX
Dimensões: 28 cm x 23 cm x 28 cm
Material: metal, plástico, borracha
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Transferência e Expressão de Genes
Inventário: 2013/083
Uso: foi usado para expressar genes em plantas. Foi utilizado nas primeiras tentativas de transformação genética de feijão.
Curiosidade: esses equipamentos foram usados para fazer os primeiros tiros no Brasil para aceleração de partículas contendo genes. Um dos modelos, com uma grande quantidade de capacitores, foi construído inicialmente e, em seguida, um novo modelo (construído no CTPTIA) passou a ser usado. Este foi feito com um único capacitor de 1 Faraday, retirado de um equipamento de desfibrilação que foi usado para transformar tanto células de plantas quanto microrganismos. As partículas de tungstênio ou ouro eram depositadas sobre uma membrana acelerada a alta velocidade a partir de uma onda de choque gerada de uma explosão de uma gota de água submetida a uma alta diferença de potencial elétrico (cerca de 10.000 volts). Havia o inconveniente de que os capacitores não eram completamente descarregados, o que poderia gerar um acidente durante sua manipulação. O operador deveria sempre se lembrar de descarregar manualmente os capacitores antes de montar o equipamento para o próximo tipo.

Fechar

 

imagem133

imagem133

EQUIPAMENTO DE BIOBALÍSTICA

Fabricante / origem: não identificados
Data: século XX
Dimensões: 49,5 cm x 35,3 cm x17 cm
Material: metal, plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência: Laboratório de Transferência e Expressão de Genes
Inventário: 2013/84
Uso:
Curiosidade:

Fechar

 

imagem134

imagem134

ALTIMETRO

Fabricante / origem: Revue Thommen AG/ Suíça
Data: século XX
Dimensões: Fechado: 14,5 cm de altura x 10 cm de largura x 12 cm de profundidade.
Aberto: 12 cm de altura x 10 cm de largura x 12 cm de profundidade.
Tampa: 2,5 cm de altura x 10 cm de largura x 12 cm de profundidade.
Material: metal e vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/117 A
Uso: Instrumento utilizado para marcar a pressão atmosférica, altitude e longitude.
Curiosidade: Este foi um dos primeiros altímetros usados pela Embrapa, no final dos anos 1980 inicio dos anos 1990. Era um equipamento mais moderno, pois marcava a pressão atmosférica, altitude e longitude, substituindo o Uso da carta ao milionésimo. A Revue Thommen AG é uma empresa Suíça fundada em 1853 na Comunidade de Waldenburg. Começou a produzir altímetro no ano de 1945.

Fechar

 

imagem135

imagem135

ALTÍMETRO DE MÃO

Fabricante / origem: Revue Thommen AG/ Suíça
Data: século XX
Dimensões: 6,5 cm de largura x 7,0 cm de altura x 2,0 cm de profundidade.
Diâmetro: 9,0 cm aproximadamente (círculo central).
Material: plástico
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/119
Uso: Utilizado para medir altitude e pressão atmosférica.
Curiosidade: O altímetro/ barômetro começou a ser utilizado na EMBRAPA na década de 1990. Seu diferencial era o tamanho, que permitia maior portabilidade e manuseio. A Revue Thommen AG é uma empresa Suíça fundada em 1853 na Comunidade de Waldenburg. Começou a produzir altímetro no ano de 1945.

Fechar

 

imagem136

imagem136

ALTÍMETRO COMPENSIERT

Fabricante / origem: Compensiert n° 93511/ Estados Unidos
Data: século XX
Dimensões: 10 cm de diâmetro
Material: metal e vidro
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/120 A
Uso: Utilizado para marcar a pressão atmosférica, latitude e longitude.
Curiosidade: O altímetro Compensiert começou a ser utilizado na EMBRAPA na década de 1990. Sua função era medir a pressão atmosférica, latitude e longitude e apresentava maior resistência do que os modelos utilizados anteriormente.

Fechar

 

imagem137

imagem137

GPS- GARMIN

Fabricante / origem: Garmin/ Estados Unidos
Data: século XX
Dimensões: 5,0 cm de largura x 16 cm de altura x 3,0 cm profundidade
Material: plástico, borracha e vidro.
Modo de aquisição: doação
Procedência:
Inventário: 2015/121
Uso: aparelho utilizado para medir a altitude, longitude, latitude e localização com maior precisão.
Curiosidade: O GPS começou a ser utilizado na EMBRAPA a partir da década de 2000. Sua função era medir a altitude, latitude, longitude a dar maior precisão na localização exata do pesquisador. A Garmin surgiu em 1989 em Kansas, Estados Unidos. É uma empresa especializada em criar dispositivos de navegação e comunicação. Um dos primeiros produtos desenvolvidos pela Garmin foi o GPS.

Fechar

 

PROJETO MEMÓRIA

  • imagem01
    imagem01

    PROJETOR DE SLIDES

    FABRICANTE/ORIGEM: cabin/Japão
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 19,5 cm de comprimento x 16, 5 cm de altura x 28,5 de profundidade.
    MATERIAL: metal; plástico e borracha.
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA: sem registro
    INVENTÁRIO: 2013/090A
    USO: Usado para projetar slides.
    CURIOSIDADES: O projetor pertenceu a João Batista Tavares da Silva. Vem com um estojo com 50 slides numerados pelo próprio pesquisador.

    Fechar
  • imagem02
    imagem02

    ESTOJO PARA SLIDES

    FABRICANTE/ORIGEM: não identificado
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 25,5 cm de comprimento x 5,5 cm de altura x 5,6 cm de largura. (Medidas sem tampa).
    25,8 cm de comprimento x 5,6 cm de altura x 5,7 cm de largura. (Medidas com a tampa).
    5 cm de altura x 5 cm de largura. (Medida de cada slide contido dentro do estojo).
    MATERIAL: plástico e acrílico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA: sem registro
    INVENTÁRIO: 2013/090B
    USO: armazenar os slides
    CURIOSIDADES: O estojo armazena 50 slides com as pesquisas feitas por João Tavares Batista. O slide de numero 37 está desaparecido.

    Fechar
  • imagem03
    imagem03

    NOTEBOOK ACER

    FABRICANTE/ORIGEM: Acer/ China
    DATA: 2004
    DIMENSÕES: Equipamento fechado: altura: 3,5 cm/ largura: 36,5/ comprimento: 28 cm
    Equipamento aberto: altura 29,5 cm/ largura: 36,5/ comprimento: 28 cm
    MATERIAL: Plástico e metal
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA: sem registro
    INVENTÁRIO: 2013/091A
    USO: processar dados, realizar pesquisa em rede, constituir documentos, exibição de vídeo e áudios.
    CURIOSIDADES: Fundada em 1976 por Stan Shih e sua esposa Carolyn Yeh a empresa passou a se chamar Acer em 1987. É a terceira maior fabricante de computadores do mundo.

    Fechar
  • imagem04
    imagem04

    MICROSCÓPIO

    FABRICANTE/ORIGEM: Leitz Wetzlar Germany/ Alemanha
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 39 cm de altura
    MATERIAL: metal e plástico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA: Galpão de Leilão
    INVENTÁRIO: 2013/093A
    USO: Analise de células e partículas.
    CURIOSIDADES: A Leitz Wetzlar é uma companhia Alemã, fundada em 1849. A princípio a empresa produzia apenas telescópios, em seguida, começou a produzir microscópios também. A partir da década de 20 do século XX a Leitz passou a produzir câmeras fotográficas, projetores e binóculos.

    Fechar
  • imagem05
    imagem05

    CÂMERA FOTOGRÁFICA

    FABRICANTE/ORIGEM: Wild Heerbrugg/ Alemanha
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 15 cm de altura x 11,5 cm de largura x 10,5 cm de comprimento.
    MATERIAL: plástico e metal
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA: laboratório de Entomologia- Prédio: quarentena vegetal.
    INVENTÁRIO: 2013/093B
    USO: registrar imagens observadas no microscópio.
    CURIOSIDADES: a empresa Wild Heerbrugg foi fundada em 1921 na Suíça e fabricou diversos aparelhos ópticos, como por exemplo, microscópios e instrumentos de fotogrametria.

    Fechar
  • imagem06
    imagem06

    TERMÓGRAFO

    FABRICANTE/ORIGEM: Taylor Instrument Companies/ Estados Unidos
    DATA: segunda metade do século XX
    DIMENSÕES: comprimento: 33 cm/ altura: 16,5/ largura: 17 cm. Medidas feitas com a tampa.
    MATERIAL: Metal/ plástico/ papel/ papelão/ borracha
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/094
    USO: USO: Monitorar a temperatura do ambiente
    CURIOSIDADES: Doado por Edwaldo. A empresa Taylor Precision Instruments foi fundada em 1851 por George Taylor em Rochester, Nova York. Seu foco era a produção de termômetros profissionais de alta precisão. Durante a segunda guerra mundial a empresa passou a investir em novas tecnologias e na produção não só de termômetros, mas também de higrômetros, barômetro e compassos. A Taylor Precision participou efetivamente do projeto Manhattan durante a segunda guerra mundial, fornecendo equipamentos de precisão.

    Fechar
  • imagem07
    imagem07

    PLACA COMEMORATIVA - CHINESE ACADEMY OF SCIENCE

    FABRICANTE/ORIGEM: não identificado
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 16 cm de largura x 22 cm de altura x 8,0 cm de profundidade
    MATERIAL: madeira envernizada e metal pintado
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/095
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem08
    imagem08

    CUBO DE ACRÍLICO

    FABRICANTE/ORIGEM: não identificado
    DATA:
    DIMENSÕES: 5,5 cm de altura x 5,5 cm de largura x 5,5 cm de profundidade
    MATERIAL: acrílico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO:2015/096
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES: A national science foudation é uma agência governamental dos Estados Unidos que apoia a pesquisa e educação em ciência e engenharia. Teve inicio em 10 de maio de 1950 e atua até os dias atuais.

    Fechar
  • imagem09
    imagem09

    VACA DOURADA

    FABRICANTE/ORIGEM: China
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: largura: 51 cm/ profundidade: 21 cm/ altura: 23 cm
    MATERIAL: madeira e metal moldado e pintado
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/097
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem10
    imagem10

    ESCULTURA DE ELEFANTE

    FABRICANTE/ORIGEM: Não identificado
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: Base: 7,5 cm de comprimento x 6,0 cm de largura (formato oval)
    Escultura: 13 cm de comprimento (em sua parte mais alta) x 7,5 cm de largura (escultura em formato oval).
    MATERIAL: madeira
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/098
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem11
    imagem11

    TROFÉU COM LUNETA

    FABRICANTE/ORIGEM: não identificado
    DATA: 2004
    DIMENSÕES: 30 cm de altura x 15 cm de largura x 1 cm de profundidade (suporte de acrílico na parte de trás) 15 cm de altura x 15 cm de largura x 1 cm de profundidade ( suporte de acrílico na parte da frente) 7 cm de diâmetro x 23 cm de altura (luneta/ parte cilíndrica no centro)
    MATERIAL: Acrílico e metal.
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/099
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES: Este troféu é relativo ao prêmio FINEP de Inovação tecnológica de 2004.

    Fechar
  • imagem12
    imagem12

    CERTIFICADO DA FUNDAÇÃO PETER MURANYI

    FABRICANTE/ORIGEM: São Paulo/ Brasil
    DATA: 2004
    DIMENSÕES: 38 cm de largura x 30 cm de altura x 2,0 cm de profundidade
    MATERIAL: papel/ impressão
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/100
    USO: decorativo/ comemorativo
    CURIOSIDADES: Criada em 1999, a Fundação Peter Muranyi tem por objetivo reconhecer e premiar trabalhos que, de forma inovadora, melhorem a qualidade de vida das populações em desenvolvimento. Este certificado pertenceu ao Doutor Francisco José Lima Aragão e ao Doutor Josias Corrêa de Farias, pela sua pesquisa "Obtenção de feijoeiro resistente ao vírus do mosaico dourado" emitida pela Fundação Peter Murámyi no ano de 2004, em São Paulo - Brasil, conforme as inscrições.

    Fechar
  • imagem13
    imagem13

    PLACA AGENCY FOR AGRICULTURAL RESEARCH AND DEVELOPMENT. SCIENTIFIC EXCHANGE PROGRAM. INDONESIA

    FABRICANTE/ORIGEM: Indonésia
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 18 cm de largura x 20 cm de altura x 1 cm de profundidade
    MATERIAL: Plástico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/101
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem14
    imagem14

    PLACA COMEMORATIVA EMBRAPA MILHO E SORGO

    FABRICANTE/ORIGEM: Embrapa Milho e Sorgo/ sete lagoas- MG.
    DATA: 2005
    DIMENSÕES: 21 cm de largura x 4 cm de profundidade x 28 cm de altura
    MATERIAL: metal/ inscrição
    MODO DE AQUISIÇÃO: Doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/102
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES: A Embrapa Milho e Sorgo é uma das 47 Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A Unidade de pesquisa foi implantada em 14 de fevereiro de 1976, aproveitando a infraestrutura existente do então Instituto de Pesquisa e Experimentação Agropecuária do Centro-Oeste (Ipeaco), no município de Sete Lagoas MG.

    Fechar
  • imagem15
    imagem15

    QUADRO DE CEREJEIRA

    FABRICANTE/ORIGEM: Não identificado
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 31 cm de largura x 25 cm de altura x 3 cm de profundidade.
    MATERIAL: madeira, metal e tecido.
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/103
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem16
    imagem16

    QUADRO DA TAILÂNDIA

    FABRICANTE/ORIGEM: Tailândia
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 24 cm de largura x 28 cm de altura x 3 cm de profundidade.
    MATERIAL: madeira, tecido e metal.
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/104
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES: Possui a inscrição ‘wat prra kaco thailand'.

    Fechar
  • imagem17
    imagem17

    PRATO DECORATIVO

    FABRICANTE/ORIGEM: não identificado
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 20 cm de diâmetro
    MATERIAL: metal/ fundição
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/105
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem18
    imagem18

    QUADRO DA TAILÂNDIA

    FABRICANTE/ORIGEM: Tailândia
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 14 cm de largura x 16 cm de comprimento x 1,5 cm de profundidade (com a moldura) 11 cm de largura x 13,5 cm de comprimento x 2,0 cm de profundidade (elevação na parte de trás do quadro).
    MATERIAL: madeira, tecido, metal.
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/106
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem19
    imagem19

    PLACA DA ACADEMIA DE CIENCIAS DA CHINA

    FABRICANTE/ORIGEM: China
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: Estojo: 29 cm de largura x 10 cm de altura x 3 cm de profundidade (tampa). 29 cm de largura x 10 cm de altura x 2 cm de profundidade (caixa). 29 cm largura x 10 cm de altura x 5 cm de profundidade ( caixa + tampa).
    MATERIAL: acrílico
    MODO DE AQUISIÇÃO: Doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/107
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem20
    imagem20

    MEDALHA CATAS

    FABRICANTE/ORIGEM: china
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 9 cm de diâmetro
    MATERIAL: acrílico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/108
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem21
    imagem21

    MEDALHA COM ESTOJO AZUL

    FABRICANTE/ORIGEM: não identificado
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 10 cm de diâmetro
    MATERIAL: metal
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação.
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/109
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES: está escrito "ist semen optimum habeat"

    Fechar
  • imagem22
    imagem22

    PORTA RETRATO INTERNATIONAL CONFERENCE AND PROGRAME FOR PLANT GENETIC RESOURCES (ICPPGR)

    FABRICANTE/ORIGEM: não identificado
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 15 cm de largura x 10 cm de altura x 2 cm de profundidade
    MATERIAL: Papel, vidro e madeira
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/110
    USO: decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem23
    imagem23

    PLACA COMEMORATIVA COM RELÓGIO

    FABRICANTE/ORIGEM: Research Institute I.R.IRAN
    DATA:
    DIMENSÕES: 20 cm de largura x 22 cm de altura x 1 cm de profundidade
    MATERIAL: metal
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTARIO: 2013/111
    USO: Decorativo
    CURIOSIDADES:

    Fechar
  • imagem24
    imagem24

    QUADRO DE SELOS

    FABRICANTE/ORIGEM: Casa da Moeda do Brasil
    DATA: década de 1980
    DIMENSÕES: 30 cm de altura x 20 cm de largura x 2 cm de profundidade
    MATERIAL: papel
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/112
    USO: decorativo

    Fechar
  • imagem25
    imagem25

    PRATO DECORATIVO DA CHINA

    FABRICANTE/ORIGEM: China
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 20 cm de diâmetro
    MATERIAL: plástico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2013/113
    USO: decorativo

    Fechar
  • imagem26
    imagem26

    ALTÍMETRO

    FABRICANTE/ORIGEM: Revue Thommen AG/ Suíça
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: Fechado: 14,5 cm de altura x 10 cm de largura x 12 cm de profundidade.
    Aberto: 12 cm de altura x 10 cm de largura x 12 cm de profundidade.
    Tampa: 2,5 cm de altura x 10 cm de largura x 12 cm de profundidade.
    MATERIAL: metal e vidro
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/117 A
    USO: Instrumento utilizado para marcar a pressão atmosférica, altitude e longitude.
    CURIOSIDADES: Este foi um dos primeiros altímetros usados pela Embrapa, no final dos anos 1980 inicio dos anos 1990. Era um equipamento mais moderno, pois marcava a pressão atmosférica, altitude e longitude, substituindo o uso da carta ao milionésimo. A Revue Thommen AG é uma empresa Suíça fundada em 1853 na Comunidade de Waldenburg. Começou a produzir altímetro no ano de 1945.

    Fechar
  • imagem27
    imagem27

    ALTÍMETRO DE MÃO

    FABRICANTE/ORIGEM: Revue Thommen AG/ Suíça
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 6,5 cm de largura x 7,0 cm de altura x 2,0 cm de profundidade.
    Diâmetro: 9,0 cm aproximadamente (círculo central).
    MATERIAL: plástico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/119
    USO: Utilizado para medir altitude e pressão atmosférica.
    CURIOSIDADES: O altímetro/ barômetro começou a ser utilizado na EMBRAPA na década de 1990. Seu diferencial era o tamanho, que permitia maior portabilidade e manuseio. A Revue Thommen AG é uma empresa Suíça fundada em 1853 na Comunidade de Waldenburg. Começou a produzir altímetro no ano de 1945.

    Fechar
  • imagem28
    imagem28

    ALTÍMETRO COMPENSIERT

    FABRICANTE/ORIGEM: Compensiert n° 93511/ Estados Unidos
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 10 cm de diâmetro
    MATERIAL: metal e vidro
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/120 A
    USO: Utilizado para marcar a pressão atmosférica, latitude e longitude.
    CURIOSIDADES: O altímetro Compensiert começou a ser utilizado na EMBRAPA na década de 1990. Sua função era medir a pressão atmosférica, latitude e longitude e apresentava maior resistência do que os modelos utilizados anteriormente.

    Fechar
  • imagem29
    imagem29

    GPS- GARMIN

    FABRICANTE/ORIGEM: Garmin/ Estados Unidos
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 5,0 cm de largura x 16 cm de altura x 3,0 cm profundidade
    MATERIAL: plástico, borracha e vidro.
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/121
    USO: aparelho utilizado para medir a altitude, longitude, latitude e localização com maior precisão.
    CURIOSIDADES: O GPS começou a ser utilizado na EMBRAPA a partir da década de 2000. Sua função era medir a altitude, latitude, longitude a dar maior precisão na localização exata do pesquisador. A Garmin surgiu em 1989 em Kansas, Estados Unidos. É uma empresa especializada em criar dispositivos de navegação e comunicação. Um dos primeiros produtos desenvolvidos pela Garmin foi o GPS.

    Fechar
  • imagem30
    imagem30

    CADERNETA DE CAMPO ELETRONICA- MESSAGE PAD 120

    FABRICANTE/ORIGEM: Apple/ Estados Unidos
    DATA: década de 1990
    DIMENSÕES: 10 cm de largura x 20 cm de altura x 3 cm de profundidade
    MATERIAL: plástico e vidro
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/122
    USO: Equipamento utilizado para registro de pesquisa de campo. A caderneta eletrônica veio substituir as antigas cadernetas de papel. As informações armazenadas eram passadas para um programa de computador chamado Elcen.
    CURIOSIDADES: Message Pad foi a primeira série de assistente digital desenvolvida pela Apple em 1993. O aparelho usava a plataforma Newton OS importada do Japão. A produção de Message pad 120 teve início em 1994 e foi finalizada em 1996. Suas principais tecnologias eram a capacidade de "ler" a caligrafia do usuário, editar textos de forma intuitiva, circular textos que devia ser destacados, usar símbolos para fazer marcações e corretor de ortografia.

    Fechar
  • imagem31
    imagem31

    CADERNETA DE CAMPO ELETRONICA- MESSAGE PAD 2000

    FABRICANTE/ORIGEM: Apple/ Estados Unidos
    DATA: década de 1990
    DIMENSÕES: 12 cm de largura x 21 cm de altura x 2 cm de profundidade (fechado).
    MATERIAL: plástico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/123
    USO: Equipamento utilizado para registro de dados em pesquisa de campo. Os dados armazenados no aparelho eram passados para um programa de computador chamado Elcen.
    CURIOSIDADES: Foi utilizado pela EMBRAPA no final da década de 1990 como uma ferramenta de escrita e armazenamento de dados e pesquisas de campo. O message pad veio para substituir as cadernetas de campo de papel. Message pad foi à primeira série de assistente digital desenvolvida pela Apple. O aparelho usava a plataforma Newton OS importada do Japão. A produção de Message pad 200 teve início em 1997 e foi finalizada em 1998. Suas principais tecnologias eram a capacidade de "ler" a caligrafia do usuário, editar textos de forma intuitiva, circular textos, usar símbolos para fazer marcações e corretor ortográfico. O que o diferenciava das versões anteriores era o maior espaço de memória.

    Fechar
  • imagem32
    imagem32

    MÁQUINA FOTOGRÁFICA OLYMPUS

    FABRICANTE/ORIGEM: Olympus/ Japão
    DATA: século XX
    DIMENSÕES: 12 cm de largura x 7 cm de altura x 3 cm de profundidade
    MATERIAL: plástico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/124 a
    USO: Utilizado por pesquisadores da EMBRAPA para fazer registro fotográfico das pesquisas de campo
    CURIOSIDADES: A máquina fotográfica Olympus foi utilizada por pesquisadores da EMBRAPA entre a década de 90 e inicio de 2000 para registro fotográfico das pesquisas de campo. Suas principais características são o tamanho compacto, o foco preciso e o flash apurado. A série Olympus [mju] começou a ser produzida em 1991 e teve sua produção continuada por 10 anos. A Olympus Corporation é uma empresa japonesa de equipamentos ópticos. Fundada por Takeshi Yamashita começou suas operações em outubro de 1919 produzindo microscópio e termômetros destacando-se atualmente no mercado de câmeras digitais e equipamentos médicos e científicos. Lançou sua primeira câmera fotográfica em 1936.

    Fechar
  • imagem33
    imagem33

    MÁQUINA FOTOGRÁFICA YASHICA

    FABRICANTE/ORIGEM: Yashica/ Japão
    DATA: década de 1980
    DIMENSÕES: 13,5 cm de largura x 7 cm de altura x 3,5 cm de profundidade Foco/ zoom: 9,0 cm de comprimento x 9,0 cm de diâmetro
    MATERIAL: plástico
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/125 A
    USO: Utilizada por pesquisadores da EMBRAPA para fazer registro fotográfico das pesquisas de campo
    CURIOSIDADES: As maquinas fotográficas foram utilizadas na EMBRAPA até meados de 2006 para registro fotográfico de pesquisas de campo. Foram gradativamente sendo substituídas pelas máquinas digitais e pelas câmeras de celulares. É uma câmera muito popular lançada em 1984. Era uma câmera compacta e leve. Yashica é uma empresa japonesa de manufatura de câmeras com sede em Hong Kong fundada em dezembro de 1949.

    Fechar
  • imagem34
    imagem34

    CÂMERA PENTAX

    FABRICANTE/ORIGEM: Pentax/ Japão
    DATA: segunda metade do século XX
    DIMENSÕES: 13,5 cm de largura x 7 cm de altura x 3 cm de profundidade Lente/ zoom: 8 cm de comprimento x 5 cm de diâmetro
    MATERIAL: plástico, vidro.
    MODO DE AQUISIÇÃO: doação
    PROCEDENCIA:
    INVENTÁRIO: 2015/126
    USO: Utilizada por pesquisadores da EMBRAPA para registro fotográfico de pesquisa de campo
    CURIOSIDADES: As câmeras fotográficas analógicas foram utilizadas pela EMBRAPA até meados de 2006 para registro da pesquisa de campo. Foram gradativamente substituídas pelas câmeras digitais e câmeras de celulares. A Pentax foi uma empresa de lentes ópticas que produzia câmeras fotográficas e aparelhos ópticos como binóculos, telescópios e microscópios. A Pentax foi fundida com a Hoya corporation em 2008.

    Fechar