1. Coordenar e apoiar as Unidades da Embrapa nas atividades de observatório, com foco na captação, organização, interpretação e análise de informações relevantes para a definição de estratégias da Empresa;
  2. Coordenar os processos de inteligência e macroestratégia na Embrapa, para dar suporte à Diretoria Executiva – DE, ao Conselho de Administração da Embrapa – Consad, ao Conselho Assessor Nacional – CAN, ao Comitê Gestor das Estratégias – CGE e ao Comitê Gestor da Programação – CGP;
  3. Coordenar a interação entre atores e agentes internos e externos à Embrapa no processo de articulação, alinhamento, coleta, organização e análise de informações para o delineamento de visões de futuro, cenários e estratégias;
  4. Coordenar a interação entre atores e agentes internos e externos à Embrapa no processo de mapeamento e apoio à organização, integração e disseminação de base de dados e de informações agropecuárias;
  5. Coordenar e apoiar ações voltadas à produção e difusão de conhecimentos e informações estratégicas para as cadeias produtivas e as organizações de pesquisa e inovação agropecuárias;
  6. Coordenar e apoiar a formulação de macroestratégias e o desenvolvimento de políticas e diretrizes com visão de futuro; e
  7. Coordenar e apoiar a difusão dos processos de inteligência e macroestratégia junto aos colaboradores internos e externos à Embrapa.

  1. Coordenar os processos de inteligência na Embrapa para dar suporte à DE, ao Consad, ao CAN, ao CGE e ao CGP;
  2. Coordenar a interação entre atores e agentes internos e externos à Embrapa no processo de articulação, alinhamento, coleta, organização e análise de informações para delineamento de visões de futuro, cenários e estratégias, bem como proceder ao mapeamento de dados e informações e sua disseminação;
  3. Coordenar a interação entre atores e agentes internos e externos à Embrapa no processo de mapeamento e apoio à organização, integração e disseminação de base de dados e de informações agropecuárias;
  4. Coordenar a realização de estudos para elaboração de cenários prospectivos globais que referenciem análises e avaliações de tendências quanto à evolução das demandas científicas e tecnológicas das cadeias produtivas agropecuárias brasileiras e que forneçam elementos para o planejamento e a programação da Embrapa;
  5. Coordenar e apoiar a difusão dos processos de inteligência junto aos colaboradores internos e externos à Embrapa;
  6. Coordenar e apoiar ações voltadas à produção e difusão de conhecimentos e informações estratégicas para as cadeias produtivas; e
  7. Coordenar e apoiar o desenvolvimento de políticas e diretrizes com visão de futuro.

  1. Coordenar os processos de macroestratégia na Embrapa para dar suporte à DE, ao Consad, ao CAN, ao CGE, ao CGP e à Secretaria de Gestão e Desenvolvimento Institucional (SGI);
  2. Coordenar a articulação, alinhamento, organização e análise de informações para a formulação de macroestratégias;
  3. Coordenar e apoiar ações voltadas à internalização das macroestratégias para as Unidades da Embrapa e organizações parceiras em pesquisa e inovação agropecuária; e
  4. Fornecer elementos para a formulação de políticas públicas relacionadas ao desenvolvimento tecnológico da agricultura brasileira.