Estrutura e resultados

A metodologia do T&V motiva e capacita os agentes de transferência de tecnologia da pesquisa e da ATER oficial e privada para o estabelecimento de parcerias regionais para o desenvolvimento de projetos conjuntos.  Essa rede torna mais ágil o processo de transferência e adoção e influi diretamente na elevação da renda, melhoria da preservação ambiental e do ambiente produtivo dos produtores rurais atendidos pelo projeto.
 
Aplicação
 
A Metodologia Treino e Visita foi originalmente concebida pelo Banco Mundial para programas de transferência de tecnologias na África. Em 1996, começou a ser adaptada para a realidade brasileira. Sua versatilidade permite que seja adotada por grupos de diversas áreas do conhecimento. 
 
Benefícios da metodologia
 
  • Capacitação permanente do agente de assistência técnica
  • Envolvimento ativo de todos os participantes do processo
  • Atualização constante do profissional
  • Maior segurança na tomada de decisões
  • Melhoria da auto-estima do técnico
  • Rápida adoção de tecnologias
  • Aumento na renda e na qualidade de vida do agricultor
  • Maior aproximação com a pesquisa
  • Melhoria do ambiente rural