Índice

Os microrganismos na biodigestão

A avaliação da dinâmica de bactérias em dejetos de bovinos, de suínos e em efluentes de biodigestores contínuos, com ênfase nos potencialmente patogênicos demonstrou que o processo fermentativo proporciona redução na contagem de bactérias potencialmente patogênicas dos resíduos. O aumento do tempo de retenção hidráulico diminui a carga microbiana no biofertilizante produzido. Quando se compara as estações de verão e inverno constata-se que os dejetos apresentam redução de alguns parâmetros físico-químicos desejáveis e aumento de outros.

Em relação aos parâmetros microbiológicos, há redução em todos os grupos microbianos estudados, em ambas as estações, sendo a redução no verão mais significativa que a do inverno. Em termos de manejo, apesar de haver uma redução nas variáveis físico-químicas de dejetos de bovinos e efluentes de biodigestores contínuos na primeira quinzena de operação do experimento, constata-se que o abastecimento diário permite aumentar esses valores e manter os valores de sólidos, acidez, alcalinidade e pH para um bom funcionamento do biodigestor durante o período de retenção de 60 dias, podendo assim favorecer a produção de gás.

Constatou-se que os dejetos tanto bovinos quanto suínos apresentam bons resultados, demonstrado a eficiência do sistema.