Projetos

Determinação do consumo de água, da geração de dejetos e da emissão de gases, em Unidades Produtoras de Leitões (UPL)

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A produção de grandes quantidades de dejetos líquidos preocupa a sustentabilidade ambiental da suinocultura. O aumento da densidade animal aumenta a pressão na utilização da água, o que, em caso de má gestão, pode afetar a sua qualidade no futuro. Ainda que o licenciamento da suinocultura em Santa Catarina seja feito considerando consumo de água, produção de dejeto e área mínima necessária para sua aplicação no solo, os valores utilizados precisam ser atualizados devido à adoção, nos últimos anos, de tecnologia de ponta e uma maior prática das recomendações de boas práticas na produção. Em relação aos Gases de Efeito de Estufa (GEE), a sua geração tem sido associada ao aquecimento global. A determinação global das emissões e seus sistemas de armazenamento de dejetos mostra-se importante para a gestão dos efluentes, devido a sua utilização como fertilizante orgânico ou ainda com o fim de proteger as fontes de água. As emissões de GEE em instalações suinícolas ainda são pouco estudadas, sendo que a maioria das pesquisas se debruça sobre as emissões de amônia. Assim, o objetivo geral desta pesquisa é determinar o consumo de água, a produção de dejetos e a emissão dos GEE e amônia em unidades produtoras de leitões envolvendo, especificamente, as fases fisiológicas de maternidade, creche e gestação.

Ecossistema: Floresta Atlântica

Região: Sul

Situação: concluído Data de Início: 12/2013 Data de Finalização: 12/2015

Unidade Lider: Embrapa Suínos e Aves

Líder do Projeto: Paulo Armando Victória de Oliveira

Contato: paulo.armando@embrapa.br