Projetos

Metodologias de imortalização celular para desenvolvimento de novas linhagens celulares aplicáveis a diagnóstico e desenvolvimento de insumos para pesquisa de patógenos animais

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Com esse projeto, espera-se ampliar o conhecimento e domínio no desenvolvimento metodológico de imortalização celular e obter novas linhagens celulares de aves e de suínos. O desenvolvimento dessas novas linhagens terá aplicação em diagnóstico e tem potencial para outros usos na produção de proteínas, novas vacinas. Insumos e sistemas de cultivos celulares para diagnóstico e pesquisa em suínos e principalmente de aves ainda são limitados e são essenciais para futuros desenvolvimentos de ferramentas para desenvolvimento de novos produtos para saúde e produção animal, a exemplo de sistemas de biofábricas, já usados na saúde humana, bioterápicos, nutracêuticos, entre outros, em sistemas controlados in vitro. Essa proposta tem aspecto inovador e gerador de novos bioensaios, uma vez que novas linhagens celulares possibilitam futura implantação de procedimentos analíticos funcionais mais aptos a medir a atividade ou potência de um produto biológico in vitro e, como consequência, reduzir o uso de animais de experimentação.

Ecossistema: Äreas Costeiras, Extremo Sul, Floresta Atlântica, Florestas Semideciduais e Estacionais, Pantanal, Região dos Cerrados

Região: Norte, Nordeste, Sudeste, Sul, Centro-Oeste

Situação: concluído Data de Início: 03/2016 Data de Finalização: 02/2020

Unidade Lider: Embrapa Suinos e Aves

Lider do Projeto: Liana Brentano

Contato: liana.brentano@embrapa.br