Projetos

Diversidade genética e antigênica dos vírus influenza A e eficácia de métodos de diagnóstico e vacina nanotecnológica para o controle da influenza em suínos

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

As infecções respiratórias em suínos causadas pelos vírus influenza A (FLUAVs) ocasionam prejuízos econômicos para a indústria e representam uma ameaça à saúde humana pela possibilidade de surgimento de vírus com potencial pandêmico.

Embora o Brasil tenha uma das maiores populações de suínos do mundo (aproximadamente 41 milhões de cabeças), antes de 2009 havia poucas evidências da circulação dos FLUAVs nos rebanhos brasileiros. Após a detecção do vírus pandêmico H1N1 em 2009, os esforços de vigilância da influenza em suínos no país aumentaram. Com isto, novos vírus influenza começaram a ser detectados. A cocirculação em suínos de múltiplas linhagens, geneticamente distintas, do vírus influenza dos subtipos H1N1, H1N2 e H3N2 gera novos desafios para o controle da influenza nos rebanhos brasileiros e para o desenvolvimento de vacinas que induzam proteção cruzada entre os diferentes subtipos virais.

Este projeto vai estudar a evolução genética e antigênica dos vírus influenza A em suínos no Brasil, propor alternativas para o diagnóstico rápido e para o controle da doença com o uso de uma vacina nanotecnológica e também investigar a interação patógeno-hospedeiro. O desenvolvimento deste projeto contará com a parceria de outras instituições de pesquisa (National Centers for Animal Health-USDA e Fogarty International Center-NIH) e universidades nacionais (UFRGS) e internacionais (University of Cambridge-UK), que permitirão que os objetivos deste projeto sejam alcançados por meio de uma estratégia multidisciplinar, em que metodologias de virologia básica, imunologia, bioinformática, genética e genômica serão integradas de forma a permitir uma abordagem global: vírus, suíno e sua interação.

Espera-se ao final do projeto ampliar o conhecimento sobre a diversidade genética e antigênica dos FLUAVs que circulam em suínos no Brasil, desenvolver novos insumos para o diagnóstico, validar uma nova estratégia vacinal para o controle da doença em suínos e avaliar medidas de biosseguridade em granjas para o controle da influenza em suínos. O projeto também contribuirá para o avanço do conhecimento sobre os mecanismos genéticos relacionados com a resposta imune de suínos à vacinação contra o FLUAV, permitindo um melhor entendimento das vias já descritas e, também, possibilitando a descoberta de novos mecanismos genéticos relacionados à resposta imune.

Situação: concluído Data de Início: 07/2017 Data de Finalização: 06/2021

Unidade Lider: Embrapa Suinos e Aves

Lider do Projeto: Rejane Schaefer

Contato: rejane.schaefer@embrapa.br

Galeria de imagens