Cursos e eventos de capacitação e transferência de tecnologia

A seguir, você encontra uma lista com os cursos regularmente oferecidos divididos pela época ou mês do ano em que eles costumam ser oferecidos. Clique no curso e depois em "tenho interesse" para ser direcionado a um formulário. Quando o curso for confirmado, você será avisado com antecedência da formação da turma e receberá as informações para poder participar.

Ainda, é possível baixar apresentações e outros documentos de cursos, painéis, workshops, seminários e outras capacitações promovidas pela Embrapa Suínos e Aves.

Índice

Treinamento sobre Licenciamento Ambiental da suinocultura em Santa Catarina - IN11

Nos dias 14 e 15 de abril de 2015, a Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC) fez um treinamento sobre licenciamento ambiental da suinocultura em Santa Catarina. O evento promovido pelo Núcleo Temático de Meio Ambiente da Unidade, com apoio da Fatma e Sindicarne-SC, teve como público-alvo, no primeiro dia, técnicos da Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma). No segundo dia, o treinamento foi aberto para a participação de técnicos interessados no assunto.

Programação do Treinamento
Para baixar as apresentações em formato PDF, clique sobre o título da palestra

Saiba mais sobre a IN 11

A atualização da Instrução Normativa 11 (IN 11) aconteceu em novembro de 2014 e define os procedimentos e a documentação necessária ao licenciamento ambiental da suinocultura em Santa Catarina. A instrução normativa estabelece critérios de apresentação dos projetos técnicos para o requerimento do licenciamento ambiental para implantação de unidades de produção de suínos de pequeno, médio e grande porte no estado catarinense, incluindo gestão da água na suinocultura, manejo e armazenamento dos dejetos suínos, tratamento de resíduos líquidos, tratamento e disposição de resíduos sólidos e outros passivos ambientais, bem como o uso de fertilizantes orgânicos.

A redação da nova IN 11 teve a participação de universidades, Epagri e da Embrapa. Dois grupos de trabalho envolvendo essas instituições foram formados. Liderados pelos pesquisadores da Embrapa Paulo Armando de Oliveira e Rodrigo Nicoloso, os grupos trabalharam na atualização de recomendações técnicas sobre consumo de água na suinocultura, geração de efluentes e uso de dejetos como biofertilizantes em áreas de lavoura nas propriedades.

As alterações propostas foram consideradas necessárias em função dos novos resultados gerados pelas pesquisas. Essas atualizações na IN 11 foram apresentadas e discutidas com os técnicos da Fatma.