Responsabilidade Socioambiental

Sapinhos

A Embrapa Tabuleiros Costeiros tem se empenhado em ultrapassar as ações e operações descritas na sua missão e nos seus regimentos com foco em soluções que gerem impactos positivos nas comunidades em que atua, seja na conservação dos recursos naturais e minimização de prejuízos ambientais, ou no seu empoderamento e fortalecimento socioeconômico.

A Unidade iniciou, em 2004, um estudo sobre a destinação e minimização de resíduos líquidos, sólidos e gasosos, gerados a partir das diversas atividades realizadas nos seus laboratórios de pesquisa. Em 2005, com a construção do Laboratório de Gerenciamento de Resíduos (GERELAB), todo resíduo químico e biológico que não era tratado na fonte geradora, passou a ser tratado no GERELAB ou encaminhado para o seu descarte, conforme a legislação pertinente.

O Programa de Gerenciamento de Resíduos dos Laboratórios da Embrapa Tabuleiros Costeiros baseia-se em inventário dos resíduos ativos e passivos, caracterização dos mesmos, segregação e estabelecimento dos fluxos, tratamento e descarte de forma ecologicamente correta. Além disso, prioriza a minimização da quantidade e volume dos resíduos (especialmente dos resíduos perigosos que são inevitavelmente gerados pelos laboratórios), ao aumento de eficiência no uso dos insumos (matérias-primas, energia, água, etc.), ao reuso e reciclo de algum componente material ou energético, quando for possível, e às práticas que promovam a conservação ou uso mais eficiente de recursos naturais. O programa adota como legislações orientadoras principais as Resoluções CONAMA 313/2002 (Inventário Nacional de Resíduos Sólidos) e CONAMA 357/2005 (Classificação dos corpos d'água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes).  

Em 2005, foi implantada a coleta seletiva de lixo para descarte de material sólido seguindo as Resoluções CONAMA 313/2002 (Inventário Nacional de Resíduos Sólidos). Foram distribuídos em todas as áreas coletores identificados, sendo recolhidos por uma empresa de reciclagem de lixo, semanalmente.

A Embrapa Tabuleiros Costeiros tem contribuído, ainda, com a implantação de hortas comunitárias, doando mudas e sementes de diversas espécies vegetais e fazendo o acompanhamento técnico em instituições beneficentes e escolas municipais do Estado de Sergipe. A Unidade também faz doações de alimentos, provenientes de pesquisas realizadas nos campos experimentais da Unidade, como abóbora, feijão e mandioca, e floco de milho biofortificado.  As escolas regionais e instituições também são contempladas com a doação de livros didáticos, arrecadados pelos empregados em campanha interna.