Pular para o conteúdo

Indicações Geográficas de Vinhos do Brasil

Altos de Pinto Bandeira

A Região Vitivinícola:

Pinto Bandeira é uma Indicação de Procedência de vinhos finos tranquilos e espumantes, reconhecida pelo INPI em 2010. Situada no contexto da Serra Gaúcha, esta origem - em particular a área dos Altos de Pinto Bandeira e entorno, onde as altitudes chegam a mais de 700m, tem ganhado projeção ao longo dos anos na produção de espumantes finos de alta qualidade. De fato, o terroir vitivinícola da região possui identidade própria na combinação dos fatores naturais (relevo, clima, solos), com o saber-fazer dos produtores de uva e de espumantes finos deste território.

A Estruturação da IG:

A estruturação da Denominação de Origem (DO) Altos de Pinto Bandeira está sendo desenvolvida em um projeto de PD&I executado pela Embrapa Uva e Vinho (coordenação e financiamento) com a participação da Embrapa Clima Temperado, Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O setor vitivinícola da região é representado pela Associação dos Produtores de Vinho de Pinto Bandeira (Asprovinho).

O produto da futura DO Altos de Pinto Bandeira é o espumante fino, elaborado com uvas das variedades 'Chardonnay', 'Pinot Noir' e 'Riesling Itálico' cultivadas em espaldeira na região da DO. Os espumantes finos da Denominação de Origem devem cumprir diversos requisitos, incluindo: ser elaborados exclusivamente pelo método tradicional (segunda fermentação na garrafa); prensagem realizada exclusivamente com uvas não desengaçadas; com tempo mínimo superior a 12 meses para o período que vai da tirage (colocação do licor de tiragem) até o dégorgement (eliminação dos sedimentos de leveduras – líes, depositados no bico da garrafa); apresentar padrões físico-químicos diferenciados; ter a tipicidade comprovada por degustação dos espumantes finos realizada às cegas.

Linha do tempo

2001 - Criação da Associação dos Produtores de Vinho de Pinto Bandeira.

2010 - Reconhecimento da IP Pinto Bandeira, de vinhos finos tranquilos e espumantes pelo INPI.

2014 - A Asprovinho encaminha demanda à Embrapa Uva e Vinho para a estruturação de uma Denominação de Orige (DO) para espumantes finos na região.

2016 - Tem início o projeto de PD&I para a estruturação da Denominação de Origem para os espumantes finos da região dos Altos de Pinto Bandeira (projeto em andamento, com finalização prevista para 2019).