Pular para o conteúdo

Indicações Geográficas de Vinhos do Brasil

IP Pinto Bandeira

Os espumantes finos, o moscatel espumante e os vinhos finos tranquilos brancos, rosados e tintos secos são os produtos da Indicação de Procedência Pinto Bandeira

A Indicação de Procedência Pinto Bandeira foi reconhecida em 2010. Esta delimitação localiza-se na Serra Gaúcha em altitudes acima de 500 m. O clima mais ameno resulta num ciclo da videira mais longo, com a colheita mais tardia da uva.

Detalhes da IP:

  • A área geográfica delimitada da IP Pinto Bandeira possui 81,38 km2, abrangendo os municípios de Pinto Bandeira, Farroupilha e Bento Gonçalves.
  • No mínimo 85% das uvas devem ser produzidas na área delimitada e existem requisitos específicos para a produtividade dos vinhedos e a qualidade da matéria-prima para vinificação.
  • A produção dos vinhos é concentrada na área delimitada.
  • Os espumantes finos são elaborados exclusivamente pelo “Método Tradicional” (segunda fermentação na garrafa), com as variedades Chardonnay, Pinot Noir, Riesling Itálico e Viognier.
  • O moscatel espumante é elaborado a partir das variedades Moscato Branco, Moscato Giallo, Moscatel Nazareno, Moscato de Alexandria, Malvasia de Candia e Malvasia Bianca.
  • Os vinhos finos tintos de maior destaque são varietais de Cabernet Franc, Merlot, Tannat, Cabernet Sauvignon, Sangiovese e Pinot Noir.
  • Dentre os vinhos finos brancos têm destaque o varietal Chardonnay.
  • Os vinhos são autorizados para comercialização somente após terem sido submetidos aos controles do Conselho Regulador da IP, garantindo a atestação de conformidade em relação aos requisitos estabelecidos no Regulamento de Uso.
  • Cada garrafa de vinho da IP Pinto Bandeira possui um selo de controle numerado, o que possibilita a rastreabilidade dos produtos.

O regulamento de uso, na íntegra, está disponível na publicação:O regulamento de uso da indicação geográfica Pinto Bandeira: vinhos finos tranquilos e espumantes.

Clique aqui para mais informações sobre a Associação dos Produtores dos Produtores de Vinho de Pinto Bandeira e suas vinícolas associadas.

Certificado do registro da IP Pinto Bandeira no INPI

Certificado do registro da IP Pinto Bandeira no INPI

Área da IP Pinto Bandeira

Área geográfica delimitada da IP Pinto Bandeira

Rotulagem dos vinhos da IP

Identificação no Rótulo Principal: Pinto Bandeira Indicação de Procedência

 

Selo da IP numerado afixado na garrafa:

Selo do rótulo da IP Pinto Bandeira

 

Linha do tempo:

2001 - Criação da Associação dos Produtores de Vinho de Pinto Bandeira - Asprovinho;

2002 - Asprovinho formaliza pedido de apoio à Embrapa Uva e Vinho para a estruturação de uma indicação geográfica para os vinhos finos da região;

2003 - Início dos trabalhos de internalização dos conceitos das indicações geográficas junto aos produtores da Asprovinho; realização de visitas técnicas à região para avaliar o potencial da região e constituição de Grupo de Trabalho (Asprovinho - Embrapa - UCS) para desenvolver o Regulamento de Uso da futura IP;

2004 - Embrapa submete e aprova projeto de PD&I junto à Finep para a estruturação da IP;

2005 - Assinatura de convênio de cooperação técnica entre a Asprovinho e a Embrapa Uva e Vinho;

2005 a 2008 - execução de projeto da IP Pinto Bandeira, envolvendo a Asprovinho, Embrapa Uva e Vinho, Embrapa Clima Temperado, UCS, UFRGS, Finep e Fagro, com a geração de diversos resultados, incluindo a caracterização do relevo e da geologia, zoneamento edáfico, zoneamento climático, caracterização vitícola, caracterização química e sensorial dos vinhos, caracterização da paisagem vitícola, delimitação da área geográfica; desenvolvimento e validação do Regulamento de Uso; desenvolvimento do plano de controle dos produtos e operacionalização do Conselho Regulador da IP Pinto Bandeira no âmbito da Asprovinho;

2008 - Elaboração das notas técnicas para o pedido de reconhecimento da IP e protocolo do mesmo junto ao INPI;

2010 - Reconhecimento da IP Pinto Bandeira pelo INPI, seguido de evento de lançamento e entrega do certificado de registro da IP à Asprovinho; chegada dos primeiros vinhos da IP Pinto Bandeira ao mercado consumidor.