07/07/14 |   Mecanização e Automação

Drone é destaque na Agrifam

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Samuel Vasconcelos

Samuel Vasconcelos - Vant fazendo sobrevoo em produção de milho

Vant fazendo sobrevoo em produção de milho

No Ano Internacional da Agricultura Familiar, a contribuição da Embrapa Instrumentação (São Carlos – SP) na 11ª edição da Agrifam é a apresentação de um veículo aéreo não tripulado, de pequeno porte, conhecido como vant ou drone, que pode ser utilizado por pequenos produtores na gestão da lavoura. Junto com o aparelho serão demonstrados os softwares para análise das imagens captadas pelo vant.

A Embrapa vai mostrar como um drone deve ser usado na lavoura, desde a captura das imagens até as soluções de softwares recomendadas.  De acordo com o pesquisador Lúcio André de Castro Jorge, responsável por pesquisas com os veículos aéreos não tripulados, desde a escolha do drone até a câmera a ser embarcada requer cuidados, para que realmente se obtenha informações úteis das imagens registradas por elas.

As imagens são usadas para facilitar o levantamento de falhas de plantio, obtenção de mapas de estágios de desenvolvimento da lavoura, localizar doenças, deficiências e pragas, presença de plantas invasoras, dentre outras. Os softwares, desenvolvidos pela Embrapa, estão disponíveis para download gratuito por meio do site http://labimagem.cnpdia.embrapa.br/. Além das versões gratuitas, os programas foram licenciados para a empresa Stonway, que é responsável pelos treinamentos rotineiros para uso.

Além dessa tecnologia, os visitantes ainda terão a oportunidade de conhecer os sensores de baixo custo para irrigação e sistema para saneamento básico na área rural. A feira ocorre de 1 a 3 de agosto, em Lençois Paulista (SP).

 

Sensores

Os sensores já estão em fase de desenvolvimento por quatro empresas, três nacionais – Tecnicer, Acqua Vita e Hidrosense – e uma internacional, a americana Irrometer. Conhecidas como Sensor de Diedro, Sensor de IG e Turgormeter, as tecnologias representam um avanço no manejo e controle da irrigação, seja no âmbito doméstico ou em campo.

Para aferir a água no solo são indicados os sensores de Diedro e IG, enquanto o Turgormeter avalia o nível de água na planta. Este sensor é designado para uso em tecidos macios, como frutas, hortaliças e plantas ornamentais.

O Sensor de Diedro funciona como um termômetro para medir a umidade do solo e substratos. Pode ser empregado no campo, em casa de vegetação e em jardinagem. O Sensor IG miniatura é adequado para acionar a rega automática de vasos e de mini-hortas e ainda pode ser utilizado para manejo e controle automático de irrigação pelos agricultores. Em conjunto com um irrigador comercial, o sensor libera automaticamente o gotejamento.

Saneamento básico

Na Agrifam, o sistema de saneamento básico na área rural será apresentado por meio de uma maquete interativa, na qual o visitante poderá conhecer a Fossa Séptica Biodigestora, destinada ao tratamento do esgoto do vaso sanitário, o Clorador Embrapa, para tratamento da água de poços e minas e o Jardim Filtrante, voltado para a água cinza – pias, tanques e chuveiros.

Joana Silva (MTb 19554)
Embrapa Instrumentação

Contatos para a imprensa

Telefone: (16) 2107 2901

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

agricultura de precisãodronesaneamento básico