Voltar

Embrapa promove plantio de árvores e palestras no Dia do Meio Ambiente

Foto: Maria José Tupinambá

Maria José Tupinambá -

No Dia Mundial do Meio Ambiente, a Embrapa Amazônia Ocidental (Manaus-AM) promoveu palestra e o plantio de mogno para sombrear duas escolas da comunidade Novo Céu, no município de Autazes. Professores, alunos e pais de estudantes participaram da ação coordenada pelo pesquisador Silas Garcia.

A ação fez parte do projeto “Estratégias para o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar com enfoque em Sistemas Agroflorestais (SAFs), Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF) e recuperação de pastagens degradadas na região Amazônica”, que está sendo implantado no município com recursos do Projeto Integrado da Amazônia/Fundo Amazônia. As mudas de mogno foram retiradas do viveiro da fazenda onde o projeto está sendo implantado.
Na palestra “Agricultura Sustentável por meio de ILPF e SAFs”, o pesquisador Silas Garcia falou aos alunos do 9.º ano da Escola Municipal do Novo Céu, sobre a importância da data e o porquê da instalação de uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) no município. 
O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em  1975, em Estocolmo, na Suécia, para marcar a luta pela defesa da preservação do meio ambiente e do ecossistema de todo o planeta. 
Silas Garcia informou que as URTs são uma das metodologias mais utilizadas pela Embrapa na transferência de tecnologias geradas pela pesquisa e consiste na implantação verdadeiras vitrines no campo conduzidas junto com o produtor, sob orientação da assistência técnica, para servir de modelo a ser repassado aos interessados.
No caso da URT de Autazes, que se destaca como uma região tradicional de atividades de pecuária no estado do Amazonas foi instalada na fazenda Peixe Boi, de propriedade do senhor Alan Kardec Figueiredo.  A atividade consiste no plantio de até 200 árvores nativas e exóticas nos corredores dos piquetes e cercas externas, de modo a não interferir negativamente no manejo já empregado em sistemas de pastejo consolidado. As espécies serão selecionadas em concordância com o produtor. As mudas serão implantadas no espaçamento adensado para permitir o desbaste ao longo do tempo.
Na implementação desta unidade de conhecimento, as sementes, mudas e insumos e apoio de logística de transporte e demais demandas serão fornecidas pela Embrapa com apoio financeiro do Fundo Amazônia com aporte de recursos do BNDES. Deverá atender as demandas dos pecuaristas dos municípios de Autazes, Careiro Castanho e Manaquiri. 

Maria José Tupinambá (114 DRT-AM)
Embrapa Amazônia Ocidental

Contatos para a imprensa

Telefone: (92) 3303-7898

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens