Voltar

Produção de volumosos em sistemas integrados na Pecuária é tema de Dia de Campo em Parintins (AM)

Foto: Fernando Goss

Fernando Goss -

Alternativas para a alimentação do gado em períodos secos na região do Baixo Amazonas serão abordadas no Dia de Campo “Produção de Volumosos em Sistemas Integrados na Pecuária”, que será realizado no Parque de Exposições Agropecuárias Luiz Lourenço de Souza, em Parintins (AM), nos dias 27 e 28. Organizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/AM) e Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), no âmbito do Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (PRADAM) e Embrapa Amazônia Ocidental, na sexta-feira (27/10) o evento será destinado a produtores rurais e técnicos de assistência rural e no sábado (28/10), o público será formado, principalmente, por estudantes da Ufam e do Ifam, dos campi de Parintins. O Dia de Campo conta com apoio da Prefeitura de Parintins, Ufam, Ifam e Associação dos Pecuaristas de Parintins.

Segundo o pesquisador da Embrapa e um dos coordenadores do Dia de Campo, Jeferson Macêdo, a região de Parintins tem como característica um período de estiagem mais amplo que outras partes do estado do Amazonas, podendo chegar a ter até seis meses de seca. Por isso, de acordo com Macedo, é necessário que o produtor esteja preparado para esses períodos de baixa oferta de alimentação dos animais nas pastagens. “É preciso aproveitar a época das chuvas para produzir forrageiras que possam ser armazenadas, seja em forma de silagem ou de feno, para suplementar a nutrição animal nos momentos em que há pouca oferta de forragem no campo”, ressaltou o pesquisador. 

No Dia de Campo também serão apresentados resultados de pesquisas sobre o desempenho de diferentes tipos de forrageiras na região. Jeferson Macedo relata que já foram testadas 12 diferentes tipo de gramíneas, com avaliação tanto do desempenho no campo destas espécies como na qualidade nutricional delas quando utilizadas como volumoso na alimentação. Nas áreas experimentais conduzidas pelo Núcleo de Apoio á Pesquisa e Transferência de Tecnologia da Embrapa Amazônia Ocidental em Parintins também foram testadas recentemente quatro novas cultivares de capim-elefante. Segundo Macedo, no evento também será abordada a importância da adoção de sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta, como uma das formas sustentáveis de produção agropecuária no estado do Amazonas. 

De acordo com a programação do evento, as inscrições começam a ser feitas a partir das 8 horas e logo depois iniciam as visitas às quatro estações que estarão sendo apresentadas. A estação 1 tem como tema “Desempenho de forrageiras tropicais e produção de feno para suplementação volumosa”, e será conduzida pelo professor da Ufam Ronaldo Francisco Lima. Na segunda estação, o professor do Ifam Lucas Vinicius Andrade Oliveira apresenta o tema “Sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta”. Já a estação 3 tem como título “Avaliação de cultivares de capim-elefante e produção de silagem”, e será conduzida pelo pesquisador da Embrapa Amazônia Ocidental, Jeferson Macêdo. E a quarta estação, apresentada por Carlos Roberto da Silva, também da Embrapa, abordará a temática “Utilização de cana-de-açúcar com ureia para suplementação de bovinos na época seca”.  
     
 

Fernando Goss (1065 - MTb/SC)
Embrapa Amazônia Ocidental

Telefone: 92 33037994

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/