Notícias

Voltar

Produção de leite baixo carbono será tema de palestra da Embrapa em Abaeté-MG

Foto: Sandra Brito

Sandra Brito - Atividades integram o projeto “Agricultura Tecnificada como suporte à pecuária leiteira na Região de Abaeté

Atividades integram o projeto “Agricultura Tecnificada como suporte à pecuária leiteira na Região de Abaeté

Um contrato de cooperação técnica da Embrapa com o Sicoob Credioste Abaeté, de Minas Gerais, busca identificar e transferir conhecimentos e inovações gerados nas Unidades de Pesquisa para os produtores rurais. O projeto é denominado "Agricultura Tecnificada como suporte à pecuária leiteira na Região de Abaeté".

A criação da primeira Unidade de Referência Tecnológica (URT) em sistemas integrados e/ou arborizados para a produção de Leite Carbono Neutro é um dos objetivos desta parceria e será o tema da primeira palestra que acontecerá em Abaeté, no dia 9 de maio, às 19h.

"A iniciativa será acompanhada por técnicos da Embrapa que irão subsidiar um protocolo de produção de Leite Carbono Neutro ou Leite de Baixo Carbono. Este protocolo será transferido, também, para outras localidades", explica o coordenador do projeto, Sinval Resende Lopes, do setor de Transferência de Tecnologias e Inovação da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas, MG).

Segundo dados do Ministério da Agricultura, a produção de leite deverá crescer nos próximos 10 anos a uma taxa anual entre 2,3 e 3,1% (Mapa, 2016). Isso significa passar de uma produção de 34,2 bilhões de litros em 2016 para valores entre 42,9 e 47,3 bilhões de litros em 2026.

A pesquisadora Patrícia Perroni Anchão Oliveira, da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos-SP), ressalta que uma das principais preocupações com relação ao crescimento da pecuária está relacionada aos possíveis impactos ambientais. "Essas questões somente podem ser resolvidas por meio da adoção de sistemas de produção que levem em conta a sustentabilidade da agropecuária, que pode ser definida como um modelo de produção diretamente relacionado ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente", comenta.

Ela acrescenta que os sistemas integrados com florestas atendem essa premissa. "Portanto, vislumbra-se a oportunidade de aplicar o conceito "Carbono Neutro" aos sistemas de produção de leite bovino que adotam a integração com uso de componentes florestais. Nesse caso, é imperativo desenvolver estratégias de transferência de tecnologia que possam capacitar técnicos e demonstrar a tecnologia para acelerar sua adoção pelos pecuaristas", disse a pesquisadora.

SERVIÇO

Palestra: Unidade de Referência Tecnológica (URT) em sistemas integrados para produção de leite baixo carbono
Patrícia Perroni Anchão Oliveira - Embrapa Pecuária Sudeste

Quando: 9 de maio de 2019

Onde: Câmara Municipal de Abaeté-MG

Horário: 19 horas

Realização: Embrapa, Sicoob Credioeste / Abaeté-MG

Apoio: Emater-MG

Contatos:

Débora Britto (Sicoob Credioeste / Abaeté-MG) - telefone: (37) 3541-1910
Sinval Lopes (Embrapa Milho e Sorgo)  - telefone: (31) 3027- 1161

 

 

Sandra Brito (MG 06230 JP)
Embrapa Milho e Sorgo

Contatos para a imprensa

Telefone: (31) 3027-1223

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/